Fique conectado

Região

Santa Casa de Assis assume a gestão do AME Ourinhos

Este é o segundo AME na região sob a gestão da OSS assisense, que venceu em agosto deste ano o chamamento público da Secretaria de Estado da Saúde.

Publicado em

74

Na última semana, a Organização Social de Saúde Santa Casa de Misericórdia de Assis assumiu a gestão do Ambulatório Médico de Especialidades de Ourinhos. Este é o segundo AME na região sob a gestão da OSS assisense, que venceu em agosto deste ano o chamamento público da Secretaria de Estado da Saúde, após concorrer com mais quatro OSS: Associação Thereza Perlatti de Jaú, Fundação Luiz Décourt, Fundação para o Desenvolvimento Médico Hospitalar- Famesp e Instituto Sócrates Guanaes.

A OSS Santa Casa de Misericórdia de Assis já faz a gestão do AME de Assis desde 2013. Para a Diretoria Executiva da Organização a gestão ambulatorial   eficiente, de qualidade e humanizada praticada no AME assisense foi um dos grandes motivadores na decisão do processo de gestão, considerando que para pleitear a instituição são necessários planos de gestão financeiro e de prestação de serviço. O Governo do Estado ainda estabelece na gestão dos AMEs metas quantitativas e qualitativas, as quais foram sempre cumpridas pela Santa Casa de Assis.

Ao assumir a gestão do Ambulatório Médico de Especialidades de Ourinhos a OSS manteve o quadro de funcionários que já atuavam no ambulatório, incluindo o corpo clínico, porém já iniciou a implantação do seu modelo de gestão em saúde praticado com sucesso no AME Assis, incluindo o cumprimento de 100% das metas de atendimento, estruturação de processos e desenvolvimento do potencial humano, valorização do Serviço de Atendimento ao Usuário –SAU/Ouvidoria como ferramenta de gestão e foco no paciente com informação, respeito e humanização.

Na quarta-feira, dia 04, a provedora da OSS Profª Dra. Telma Goncalves Carneiro Spera de Andrade, a diretora de Relações Públicas e Ações Comunitárias, Ana Rosa de Souza Guiomar Girardi e a gerente administrativa Andreia Camargo Souza estiveram em Ourinhos para uma visita técnica e na oportunidade conversaram com os colaboradores apresentando a OSS e o modo de gestão praticado em suas diferentes unidades, Complexo Hospitalar, Maternidade, Laboratório e AME Assis.

“A experiência adquirida na gestão do AME Assis foi a base para a iniciativa de agregar outras unidades e ampliar a atuação da instituição como Organização Social de Saúde. Pretendemos levar nossa qualidade de atendimento e de gestão para o Ambulatório de Ourinhos, promovendo à população a continuidade e melhoria dos serviços de saúde”.

Segundo a provedora Telma, a OSS acredita no potencial e dedicação dos colaboradores e médicos, que atrelados ao modelo de gestão da OSS Santa Casa de Assis promoverão a comunidade atendida pelo AME Ourinhos um ganho muito grande em serviço de saúde, qualidade e humanização. Para este grande desafio de gerenciar um segundo AME, sendo o primeiro AME Mais, Telma conta com o esforço dos colaboradores, convidando-os a se unirem a OSS, mostrando que juntos são mais fortes.

Santa Casa de Assis assume a gestão do AME Ourinhos

Histórico

O despacho do Secretário de Saúde do Estado, declarando a Organização Hospitalar Assisense vencedora do Chamamento Público para gestão do Ambulatório Médico de Especialidades – AME Ourinhos foi publicado no Diário Oficial em 22 de agosto deste ano. Para a transição de gestão a Secretaria compôs uma Comissão com profissionais indicados pela Organização gestora anterior e pela OSS Santa Casa de Assis.

O AME Ourinhos foi inaugurado no mesmo ano e dia que o AME Assis, 08 de junho de 2013, hoje é referência para 13 Municípios (Bernardino de Campos, Canitar, Chavantes, Espírito Santo do Turvo, Ibirarema, Ipaussu, Óleo, Ourinhos, Ribeirão Do Sul, Salto Grande, Santa Cruz do Rio Pardo, São Pedro do Turvo e Timburi), atende em 21 especialidades médicas (Acupuntura, Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Vascular, Dermatologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, Ginecologia, Hematologia, Mastologia, Nefrologia, Neurologia, Neurologia Infantil, Oftalmologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Proctologia, Reumatologia e Urologia) e 8 não médicas (Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional), beneficiando uma população regional de aproximadamente 230 mil habitantes. Em 2015 foi o segundo Ambulatório a se tornar AME Mais, com hospital –dia e realização de cirurgias de média-complexidade.

Para saber mais sobre a OSS acesse www.santacasadeassis.org.br.

Publicidade

Região

Florínea terá 61 novas unidades habitacionais

Prefeito assinou ordem de serviço para construção das novas casas na última sexta.

Publicado em

Do AssisNews

Ocorreu na tarde da última sexta-feira (21) a Cerimônia de Assinatura da Ordem de Serviço para execução das obras das 61 unidades habitacionais de Florínea (SP).

O evento ocorreu no plenário da Câmara Municipal e contou com a presença do prefeito Paulo Eduardo Pinto, o Duda, vereadores, equipe da Administração Municipal, Presidente da CDHU e grande número de pessoas da comunidade.

Prefeito assinou ordem de serviço para construção das novas casas na última sexta (Foto: Divulgação/PMF)

De acordo com o prefeito Duda, a construção destas 61 casas populares, além de um grande sonho, é um dos maiores objetivos da Administração Municipal que, agora se torna realidade. A obra é uma conquista da Prefeitura junto à CDHU (via Governo do Estado de São Paulo), que contou com o empenho da equipe da Administração Municipal para cumprir os prazos de entrega de toda a documentação.

“Florínea sofre com o déficit habitacional e, por isso, estamos muito felizes pela conquista destas novas residências. Além de beneficiarmos 61 famílias (que enfim terão um lugar digno e seu, para morar), Florínea terá mais um bairro, o que colabora com o desenvolvimento da cidade. Agradeço ao Governo do Estado, através do Presidente da CDHU, o senhor Humberto Schmidt, também a Câmara Municipal de Vereadores e toda a equipe da prefeitura por ter esta oportunidade de poder ajudar as pessoas. Foi com vontade e persistência que conseguimos atingir nosso objetivo de mudar a vida de muitas pessoas”. disse o prefeito Duda.

Participaram da Cerimônia o Presidente da CDHU, o senhor Humberto Schmidt, o Diretor da Construtora Bertolini e Andrade, Marcos Bertolini, o Gerente Regional da CDHU Marília, Ninho, o Assessor da Casa Civil, Renato Andrade, o Assessor do Deputado Estadual Caio França, CK, o Gerente de Obras da CDHU Regional Marília, Nelson Tanaka, o Diretor da Erplam Marília, Hugo e também vereadores, secretários e diretores municipais. Ao final da cerimônia na Câmara Municipal, o presidente da CDHU, o prefeito e todas as autoridades presentes foram visitar os terrenos onde serão construídas as 61 casas.

Continue lendo

Falecimento

Morre aos 95 anos, Francisco Freire, fundador das concessionárias Freire de Assis

Seu corpo está sendo velado em Marília (SP). O dia e horário do sepultamento ainda não foram divulgados.

Publicado em

Do AssisNews
O corpo de Francisco deverá ser sepultado no Cemitério Municipal de Marília (Foto: Divulgação/PMM)

Morreu na manhã deste domingo (23), aos 95 anos de idade, Francisco Freire, fundador das concessionárias Freire de Assis.

Nascido em Portugal, Francisco veio para o Brasil ainda criança e se tornou brasileiro naturalizado. Em Marília (SP) foi onde iniciou sua vida profissional  como vendedor ambulante de ovos e frango.

Empreendedor, ele atuou em diversas áreas, desde caminhoneiro à proprietário de posto de combustível. No ano de 1957, Francisco começou a atuar com venda de veículos.

Seu corpo está sendo velado na sala 4 do Velório Municipal de Marília. O dia e horário do sepultamento ainda não foram divulgados.

Ele deixa filhos, netos e bisnetos.

Continue lendo

Região

Vendas à moda antiga na zona rural na região de Assis

Pequenas mercearias vendem fiado e ainda usam caderneta para manter clientela.

Publicado em

Do G1
Vendas à moda antiga na zona rural — Foto: Reprodução/TV TEM

A modernidade chegou, mas a charrete não sai de moda, principalmente quando é dia de fazer compra na venda. E a forma de transação também não é tão comum nos dias de hoje. Na hora de fechar a conta, a cadernetinha recebe as anotações e muitos pagamentos ficam pra depois. É o jeitinho de comprar fiado.

A mercearia de Aparecido Domingues Pedroso fica na zona rural de Paraguaçu Paulista (SP). A clientela foi formada ao longo de 30 anos. À disposição da freguesia, uma variedade grande de itens. Tudo que uma pessoa que mora na zona rural pode precisar.

No mesmo espaço há produtos, por exemplo, de supermercado, casa de ração, loja de departamentos, casa de material de construção, papelaria e até de loja de roupa. O lugar atrai até quem não quer comprar nada, mas que adora passear pelos corredores da mercearia.

Na zona rural do município de Cândido Mota (SP), o bar mercearia de Osnil Bernardino também faz sucesso. Comprar fiado também é tradição no local, com tudo anotado na cadernetinha.

Vendas à moda antiga na zona rural — Foto: Reprodução/TV TEM

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas