Connect with us

*

Estudantes de Assis vencem olimpíada nacional de Matemática

Vencedores competiram com estudantes da rede pública e privada de todo o País.

Publicado em

1

[dropcap]A[/dropcap]lunos do Colégio Ressurreição Santa Maria, de Assis (SP), competiram com estudantes da rede pública e privada de todo o País e se destacaram na edição 2017 da Olimpíada de Matemática Poliedro.

Promovida pelo Sistema de Ensino Poliedro com o objetivo de desenvolver e reconhecer os talentos, a olimpíada estimula o aprendizado dos jovens e fortalece o estudo da disciplina de matemática, tão útil e com aplicações presentes em todo o cotidiano.

No total, os alunos assisenses conquistaram 13 medalhas de ouro, 9 de prata e 4 de bronze nas categorias do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental I e 6º e 7º anos do Ensino Fundamental II.

A competição se dividiu em duas fases com provas com questões objetivas de múltipla escolha e discursivas, que foram avaliadas por comissões julgadoras especializadas. Todos os estudantes que tiveram os melhores resultados foram reconhecidos com certificados e premiados com medalhas de prata e bronze. E os alunos que gabaritaram a prova receberam a medalha de ouro.

“Matemática sempre foi uma ciência muito importante, por isso buscamos valorizar desde cedo o desenvolvimento de raciocínio e concentração, para despertar cada vez mais o interesse dos jovens pelo seu uso nas várias situações do dia a dia; os números, medidas, geometria, e as diferentes leituras que a matemática nos proporciona, como os gráficos, são fundamentais para entendermos e explicarmos melhor o nosso mundo”, afirma Altamar Roberto de Carvalho, gerente pedagógico do Sistema de Ensino Poliedro.

Confira quem foram os estudantes do Colégio Ressurreição Santa Maria que conquistaram as medalhas de Ouro:
• Giovanna Cardoso Vessoni, do 4º ano do Ensino Fundamental I
• João Vitor Sterle Brancalhão, do 4º ano do Ensino Fundamental I
• Julia Souza Dias Silva Silvério, do 4º ano do Ensino Fundamental I
• Pedro Minardi de Oliveira Mateus, do 4º ano do Ensino Fundamental I
• Pedro Simões Dias, do 4º ano do Ensino Fundamental I
• Theo Scamati Chiarello, do 4º ano do Ensino Fundamental I
• Alexandre Pomilio Sampaio de Souza, do 5º ano do Ensino Fundamental I
• Bruno Jardim Ribeiro Caruso Silva, do 5º ano do Ensino Fundamental I
• Cecília Borges de Souza, do 5º ano do Ensino Fundamental I
• Clara Wolff Rossi, do 5º ano do Ensino Fundamental I
• Maria Clara Reis Carvalho, do 5º ano do Ensino Fundamental I
• Pedro Lucas Delfino Amâncio, do 5º ano do Ensino Fundamental I
• Valentina Carvalho Fernandes, do 5º ano do Ensino Fundamental I

Continue lendo
Publicidade

*

Motorista e motociclista morrem após colisão na vicinal que liga Tupã a Bastos

Veículos seguiam em sentidos contrários quando houve a colisão. Causas são investigadas.

Publicado em

[dropcap]D[/dropcap]ois homens morreram em um acidente entre um carro e uma moto, em uma vicinal que liga Tupã a Bastos (SP) na tarde de domingo (15).

Segundo a Polícia Rodoviária, o motorista do carro, de 32 anos, seguia sentido Bastos quando foi atingido pelo moto, conduzida por um homem de 30 anos, que seguia no sentido contrário.

Com o impacto, o carro capotou e caiu em uma área de vegetação. A moto também caiu no mesmo local. O motorista do carro foi socorrido, mas morreu na Santa Casa de Tupã. Já o motociclista morreu no local do acidente.

As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

Causas do acidente são investigadas pela polícia; os dois condutores morreram (Foto: João Trentini / Arquivo pessoal )

Continue lendo

*

Caminhão carregado com cerveja tomba e carga fica espalhada em rodovia

Carreta que tinha saído de Maringá (PR) e seguia no sentido de Agudos tombou no trevo para Lutécia. Motorista não se feriu e passageira foi socorrida com ferimentos leves.

Publicado em

[dropcap]U[/dropcap]ma carreta que transportava cerveja tombou na manhã deste sábado (14) na rodovia José Bassil Dower (SP-421), em Paraguaçu Paulista (SP). As latas ficaram espalhadas pelo acostamento da rodovia.

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma das vias está interditada para a retirada do veículo e da carga.

Ainda de acordo com os bombeiros, a carreta, que tinha saído de Maringá (PR) e seguia no sentido de Agudos, tombou no trevo de acesso para a cidade de Lutécia.

O motorista não se feriu e a passageira foi socorrida com ferimentos leves para o pronto-socorro de Paraguaçu Paulista. Moradores da região estiveram no local e levaram parte da mercadoria espalhada. A empresa responsável pelos produtos não foi localizada.

Fardos de cerveja transportados pela carreta (Foto: Manoel Moreno)

Caminhão ficou tombado e via precisou ser interditada (Foto: Manoel Moreno)

Moradores levaram parte da carga de cervejas (Foto: Manoel Moreno)

Continue lendo

*

Casal cai em golpe e perde mais de R$ 40 mil ao tentar comprar carro

Vítimas de Cândido Mota trocaram mensagens com um homem que se dizia sócio do dono do veículo. Depois de depositarem o valor combinado, o estelionatário sumiu com o carro e com o dinheiro.

Publicado em

[dropcap]U[/dropcap]m casal de Cândido Mota (SP) caiu em um golpe e perdeu mais de R$ 40 mil ao tentar comprar um carro pela internet.

A compra do veículo pela professora Priscila Oliveira e o marido foi planejada durante anos. Até que em um aplicativo de compra e venda os dois encontraram o carro com um preço que, segundo eles, seria a “oferta perfeita”.

Pelo celular, o casal trocou mensagens com o homem que se dizia sócio do dono do veículo. Depois de negociarem e combinarem uma data para que pudessem ver o carro, Priscila e o marido saíram de Cândido Mota e foram até Lins para se encontrarem com o rapaz.

Mensagens trocadas pelo casal com o suposto vendedor (Foto: Arquivo Pessoal)

Eles já tinham feito o depósito na quantia pedida pelo vendedor, cerca de R$ 42 mil. No entanto, chegando lá, ele não apareceu.

“Quando percebemos o que tinha acontecido, fomos direto para o banco. Chegando lá, nos orientaram a ir direto para a delegacia, pois o dinheiro já havia sido movimentado”, conta Priscila Oliveira.

No plantão, o casal tentou novamente entrar em contato com o suposto vendedor.

“Dissemos que estávamos na delegacia. Logo ele disse que iria devolver o dinheiro e, um tempo depois, nos mandou a foto de um comprovante de transferência. Mas meu nome estava escrito errado e foi aí que percebemos que aquilo também era falso”, relata a professora.

Depois disso, de acordo com o casal, o homem deletou o número e não foi mais possível entrar em contato com ele.

De acordo com Priscila, o estelionatário teria enganado ela, o marido e também o dono do veículo.

“A gente trabalha tanto. Tiramos dinheiro da nossa poupança, vendemos nosso próprio carro. Aí para chegar alguém e fazer uma coisa dessas? É muito cruel”, lamenta.

De acordo com o delegado da Polícia Civil de Lins, o caso está sendo investigado e procedimentos estão sendo realizados para que o dinheiro depositado pelo casal seja recuperado.

Casal de Cândido Mota viu fotos do carro pelo anúncio feito na internet (Foto: Reprodução/TV TEM)

Continue lendo

Trending