Fema Rondon inicia em setembro ações de cidadania na região

Nos dias 06, 07 e 08 os “rondonistas” da Fema estarão em Porto Almeida, distrito de Cândido Mota.

Equipe do Projeto Rondon esteve no distrito de Porto Almeida no início do mês

O Projeto Fema Rondon é uma inciativa da Fundação Educacional do Município de Assis, inspirada na ação nacional, Projeto Rondon, desenvolvido pelo Ministério de Defesa, do Governo Federal.

O Fema Rondon é um projeto de extensão universitária que tem como objetivo auxiliar a comunidade externa, com ações que podem ocorrer pelo trabalho da instituição e dos alunos, nas diversas áreas de conhecimento. O Projeto busca promover ações de cidadania as comunidades carentes da região e, em contrapartida, oferecer experiências profissionais e pessoais aos alunos.

Desde o início deste ano, diversas ações vem ocorrendo, em contribuição a efetivação dos objetivos do Projeto. Inicialmente, 28 alunos foram selecionados para formar a equipe de “rondonistas” da Fema. Desde o mês de junho, os alunos selecionados participam de oficinas de capacitação, realizadas quinzenalmente e aos sábados.

As oficinas tem buscado preparar os alunos, tanto para aplicação das oficinas, como profissional, envolvendo conhecimentos nas áreas de cidadania, ética, gestão financeira, e outras. De maneira que, além de participar do Projeto e prestar sua contribuição às comunidades, o aluno também seja transformado pela experiência.

Com o início do segundo semestre acadêmico da Fundação, deu-se início também, uma nova etapa do Projeto e no início do mês de agosto, a equipe de “rondonistas” da Fema realizou uma visita precursora, no distrito de Porto Almeida, Cândido Mota, que será o primeiro local a receber o Projeto Fema Rondon.

Segundo o Prof. Dr. Osmar Machado, membro da Comissão de docentes que acompanha o Projeto, esta visita teve como objetivo alinhar a demanda da comunidade do Distrito, as ações inicialmente planejadas pela equipe do Fema Rondon. Ele ainda explicou que serão realizadas oficinas de cidadania, saúde, geração de emprego e renda e outras.

“O Projeto Fema Rondon irá realizar sua primeira operação, nos dias 05, 06 e 07 de setembro. Estaremos no distrito de Porto Almeida, com aproximadamente 22 alunos, mais cinco professores que desenvolverão no local diversas oficinas relacionadas às áreas de empreendedorismo, turismo, sustentabilidade, enfim uma série de ações que visam levar os nossos alunos a aplicar em campo o que eles desenvolvem aqui na faculdade. A duração do Projeto é de seis meses, iniciamos as oficinas em junho, em setembro realizaremos a primeira ação em Porto Almeida e no final do ano realizaremos uma segunda ação no mesmo Distrito. Na visita precursora tivemos como objetivo alinhar as atividades das oficinas planejadas em sala de aula com a realidade do local. Teremos atividades voltadas para empreendedores do local e jovens que queiram desenvolver seus negócios, para dona de casa que deseja aumentar sua renda, para terceira idade e de forma geral para saúde social e econômica da população “.

Segundo a vice-diretora da Fema e membro da Comissão, Profª Drª Elizete Melo da Silva o Projeto Fema Rondon conta com a parceria de diversos órgãos públicos de Assis e de Cândido Mota, visto que Porto Almeida é um distrito daquela cidade.

“Estamos felizes com a receptividade da Secretaria Municipal de Educação e Prefeitura de Cândido Mota, que prontamente se envolveram com o Projeto. Em Assis também obtivemos o apoio da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Educação, que vem possibilitando o transporte e locomoção da equipe de “rondonista””.

O Projeto Fema Rondon ainda conta com o apoio da Diretoria de Ensino e do Civap – Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema.

Segundo Elizete, outras parcerias de relevância também foram firmadas, como é o caso do Tiro de Guerra. Esta parceria, segundo ela é extremamente pertinente, pois remete a natureza militar do Projeto Rondon, iniciativa nacional que inspirou o Fema Rondon, e que é coordenada pelo Ministério de Defesa.

“Nos dias de realização da operação em Porto Almeida, o Tiro de Guerra estará presente, garantindo a ordem e tranquilidade das atividades e também colaborando na programação da ação, visto que o evento irá coincidir com o 7 de setembro, data cívica”.

A professora Drª Elizete ainda afirmou que, entre os “rondonistas” estão alunos de todos os cursos da Fema, o que permite que o Projeto ofereça além do cuidado responsável, do exercício da cidadania, oficinas de habilidades específicas, entre elas na área de empreendedorismo, área da saúde, da informática, meio ambiente. Ela frisou também, a importância do Projeto para a instituição de ensino superior Fema.

“Como Fundação Municipal e instituição de ensino superior temos uma responsabilidade para com a comunidade local e regional. E promover um Projeto de natureza social, que irá proporcionar cidadania, inclusão e qualidade de vida é parte da nossa missão. Na natureza de qualquer universidade ou instituição de ensino superior, como a Fema/Imesa, além do ensino desenvolvido em sala de aula, além da pesquisa, que nós também priorizamos aqui, temos ainda a extensão universitária, que tem este perfil, de atender as demandas da comunidade, seja na área social, econômica, cultural e na área da saúde. E o Projeto Fema Rondon tem nos permitido cumprir esta missão e envolvendo diversas instituições”.

Para saber mais sobre o Projeto Fema Rondon acesse, www.fema.edu.br/femarondon.

Projeto Fema Rondon ganhou parceiros importantes: Prefeituras, Secretarias de Educação, Diretoria de Ensino e Tiro de Guerra

#MAIS LIDAS DA SEMANA