PORQUE A NECESSIDADE DA ACESSIBILIDADE?

Dias atrás uma pessoa perguntou-me: Como anda a questão da acessibilidade em Assis?

Dias atrás uma pessoa perguntou-me: Como anda a questão da acessibilidade em Assis?

Fiquei meditando um pouco e prometi lhe dar a resposta. E questionei-me, precisamos disso? Sim precisamos e muito, pois nossos passos (que não existem mais) dependem dessas conquistas. Busquei um trecho da música de Barrerito: Viver era o que eu mais sabia; Eu brincava eu corria, pelos palcos da vida; Andei prá cumprir meu destino E voltei ser menino, não encontro saída.

Realmente quando saio de cadeira (mesmo a motorizada) pelas ruas de Assis, encontro inúmeras dificuldades em muitos lugares.

Na Avenida Rui Barbosa melhorou bastante essa questão, mas, mesmo nos lugares onde existem as plataformas em nível, tem pessoas desconectadas da realidade, que com seus carros poderosos, passam em cima das partes mais fracas dessas plataformas e as quebram. Outros sequer dão a vez para pedestres passarem em suas faixas de segurança.

Fico pensando, no quanto essas pessoas sem consciência, sentem a importância dessas conquistas para nós cadeirantes e para a maioria da população (idosos, gestantes, pessoas obesas, pessoas com AVC etc).

Que triste quando as pessoas não respeitam as conquistas de outras pessoas no elo mais fraco da vida. A sua liberdade começa onde termina a minha.

É tão fácil partilhar e ceder um pouco, mas, poucas pessoas estão preocupadas com isso. Vivemos num mundo onde todos se preocupam apenas consigo.

Quando foi a última vez que você doou um pouco do seu tempo para visitar uma pessoa ou escutá-la?

Nós não vivemos só. Creio que meu tempo nesse mundo anda escasso e procuro partilhá-lo com outras pessoas.

VEJA TAMBÉM

Carlos R. Ticiano

Guerras & Epidemias…

Carlos R. Ticiano

A triste realidade…

#MAIS LIDAS DA SEMANA