RETROSPECTIVA 2012

O ano civil que se finda em 31 de dezembro do ano corrente, foi marcado por profecias apocalípticas do fim do clico do calendário da civilização Maia que indicava o final do mundo, mas, nada disso se confirmou.

O ano civil que se finda em 31 de dezembro do ano corrente, foi marcado por profecias apocalípticas do fim do clico do calendário da civilização Maia que indicava o final do mundo, mas, nada disso se confirmou. Sempre ao final de um ano e começo de outro é momento oportuno para refletirmos sobre o passado visando melhorar o futuro. É isto que faremos nesta “retrospectiva”, uma reflexão sobre o ano de 2012, e já pensando positivamente para 2013.

Na política nacional vimos políticos sendo condenados pelo Supremo Tribunal Federal, STF, esperamos que os réus sejam devidamente condenados, e cumpram suas penas. Nas eleições municipais foi aplicada pela primeira vez a Lei de iniciativa popular, intitulada como “Ficha Limpa”, teve seus resultados positivos, no entanto, ainda não a contento, mas, foi o primeiro passo.

Nos Estados Unidos, Barack Obama foi reeleito presidente da maior potência mundial. Em Assis tivemos a marca recorde de 7 candidatos disputando a vaga de prefeito, sendo eles e ela, Ângela Canassa, João Rosa, Kiko Binato, José Fernandes, Márcio Veterinário, Márcio Santili e Ricardo Pinheiro, o último foi eleito prefeito após uma campanha disputadíssima, Ricardo Pinheiro e sua equipe administrará a principal cidade do Vale Paranapanema pelos próximo 4 anos – 2012-2016.

Enquanto nas Olimpíadas de Londres os atletas brasileiros bateram recordes de medalhas, 17 no total e, o Corinthians conquistava o “mundo” a partir do Japão, aqui em Assis alguns atletas classificados nos jogos regionais tiveram dificuldade em competir por falta de verbas para custeios de viagens e estadias. Enquanto a presidenta Dilma lançava a “Bolsa Pódio”, programa federal de incentivo a esportista para disputar medalhas no Rio-2016, em Assis os judocas perderam seu tatame, e espaço de treinamento por falta de incentivo de convênios e parcerias do município assisense. Além de outros desincentivos esportistas.

A tempestade Sandy deixou 250 mortos no Caribe e EUA. Aqui em Assis não tivemos grandes intempéries climática, como a ocorrida em 14 de outubro de 2011 que alagou vários pontos da cidade e arrastou a passagem da Travessa que conecta as Vilas Operária e Tênis Clube.  Em 2012 a “Mãe Natureza” foi generosa com Assis e região, apenas em Cândido Mota, registrou-se um fenômeno climático, intitulado, “microburst” – micro explosão – que “torceu” algumas torres de transmissão de energias, arrancou árvores, postes, barracões, mas, apenas com danos materiais. Embora nos últimos dias tivemos fortes chuvas, ventos e com alto índices de descargas elétricas (raios e trovões), no entanto, tudo dentro dos padrões da época e estação do ano.

A (in)segurança foi tema frequente do noticiários, a série de ataques atribuídos a grupos de organizações criminosas causou pânico a população paulista e elevou as taxas de homicídios do estado de São Paulo. Assis e região não foram vítimas desses ataques, mas, está onda de violência gerou instabilidade.

Enquanto as cotas de negros foram expandidas nas universidades públicas brasileiras, um marco na educação nacional, nas escolas municipais assisenses estudantes/crianças comiam bolachas, quando as tinha, estudavam apinhalhada e não tinham aulas devido aos excessivos pontos facultativos.

Enquanto a Inglaterra comemorou os 60 anos de reinado da rainha Elizabeth II, em Assis não comemorávamos os 7 anos do “reinado” do prefeito-rei, que a partir de 1º de janeiro terei orgulho de dizer: ex-prefeito de Assis, que este “ex-prefeito”, valha por muito tempo, quiçá por toda a minha vida.

Não somos pessimistas e sim críticos e racionais. Devido ao bom senso vamos elencar algumas qualidades administrativas do executivo e sua equipe, por exemplo, a final gestão atual em 31 de dezembro. (Risos de muita alegria). Brincadeiras a parte a administração teve pontos positivo e elenco alguns. O funcionamento do cinema Piracaia, com filmes inéditos, atuais e de circulação nacional periodicamente, embora convenhamos isto se deva, mais por esforço do coordenador e sua equipe, mas é um trabalho louvável e merecedor de elogios. Centro Comunitário Marialves. Alguns locais de remodelação do fluxo de trânsito (Outros ficaram péssimos). Instalações de semáforos em pontos críticos da cidade. Criação de abertura de espaço do CRAS 3 na vila Ribeiro. Semáforos para pedestres na á rea central. Leitor e leitora está difícil achar coisas boas no ano de 2012! Pois, pavimentação asfáltica é demagogia, pagamos imposto para isto. Obras do PAC, vamos pagá-las a perder de vista. Está difícil mesmo não que não queira, poderíamos comemorar a inauguração e ativação do SAMU, AME, UPA, novo Pronto Socorro Municipal, reforma da escola Rubem Alves, Unidade de Saúde e outras benfeitorias no Colinas, reforma da Praça da Igreja Matriz da Prudenciana, dentre outras almejadas realizações da população assisense, mas, nada disso foi feito.

Para não ficarmos somente no discurso político vamos prestar homenagens a pessoas que nos deixaram em 2012 e foram morar com Deus: O ator americano Michael Clarke Duncan. A cantora americana Whitney Houston. O historiador inglês Eric Hobsbawm. O humorista Chico Anysio. O escritor e desenhista brasileiro,  Millôr Fernandes. O primeiro homem a pisar na lua, Neil Armstrong. A apresentadora Hebe Camargo. O arquiteto Oscar Niemeyer. Em nível local: o empresário Paulo Rezende Barbosa. O frentista Altair Pereira, popular Neno. Maria Cristina (esposa o ex-vice-prefeito Ernesto Nóbile). O comerciante, Lela do Bar do Bola 7. O senhor Antônio José Servilha. O jovem padre Marcos Antônio Damasceno. O bispo emérito de Botucatu, dom Antônio Maria Mucciolo. O j ovem Pedro Ernesto. Presidente da OAB de Paraguaçu Paulista, Joelson Soares de Oliveira. Maurício Flausino.   Que estes citados façam memórias e homenagem a todos que nos deixaram em 2012.

Pessoalmente devo confessar que o ano de 2012 foi ótimo, no entanto, político-administrativamente desejo que 2013 seja muito melhor, e será!

FELIZ 2013 A TODOS E TODAS.

Professor de Filosofia e Sociologia. Morador da Prudenciana, Assis/SP

[email protected]

 

#MAIS LIDAS DA SEMANA