Prefeito, vice e vereadores e vereadoras assumem as funções executivas e legislativas em Oscar Bressane

No próximo quadriênio o prefeito e o vice têm a incumbência de administrar e desenvolver a cidade e os vereadores a finalidade de elaborar leis que beneficiem a população e, sobretudo fiscalizar o administrador independente de serem da situação ou oposição.

A partir de 1º de janeiro de 2013, assumiram o prefeito e o vice para administrar a cidade de Oscar Bressane, pelos próximos quatros anos (2013-2016).

No caso da antiga Vila Fortuna o chefe do executivo será o jovem e competente Marcos Antônio Elias, seu vice será o conceituado empresário, João Garcia, ambos reeleitos pela coligação “Oscar Bressane cada vê melhor” com 1.306 votos (56,61%).

Na Câmara Municipal de Oscar Bressane ocorreu um fato inédito, dentre 9 eleitos, 3 mulheres foram empossadas com legisladoras, marco histórico da política bressanense: a mais votada dentre todos os candidatos a vereança é a novata Leila Aparecida Bonifacio Giroto, pelo PMDB, com 244 votos (10,53%), Leila Enfermeira que há vários anos presta relevantes serviços no Centro de Saúde local, já foi candidata a vice-prefeita em 2008; Outra mulher que também trabalha na Unidade de Saúde é Suzana Aparecida de Souza, foi eleita pelo PSDB, pela primeira vez, com 111 votos (4,79%), Suzana do Centro de Saúde com é conhecida exerce sua profissão com esmero a função de servidora pública, jovem e inteligente tem muito a contribuir com a cidade; Outra do sexo forte é Claudineia Sanches Girotto , popular Néia da Padaria, foi eleita pelo PSDB, para primeira legislatura, com 142 votos (6,13%). Ela conseguiu como Secretaria de Cultura municipal colocar a cidade de Oscar Bressane no cenário cultural regional, estadual e nacional. Entre os vereadores estão: o novato, Maurício Edson Camilo, Mauricinho se elegeu pelo PMDB, com 147 votos (6,34%).

Camilo é de família agropecuária, no momento atual como comerciário; Valdeci Rodrigues de Lima, o Deci, foi reeleito pelo DEM, com 113 votos (4,87%). Deci é um experiente legislador, arrisco a dizer que é o vereador que mais cargo legislativo assumiu na história bressanense; Pedro Zurano Filho, do PTB, teve 128 votos (5,52%) e foi reeleito, Pedrinho tem grandes projetos políticos. Homem de ideal e determinação; Rodrigo Mansoleli, também reeleito pelo PDT, com 119 votos (5,13%). Rodrigo no seu último mandado foi exímio opositor e fiscalizador, cumprindo um do dever de vereador, que é fiscalizar o poder executivo o outro é criar Leis; outro novato é Antônio Carlos Reginato, eleito pelo PSDB, Robertinho teve 227 votos (9,79%). Reginato foi funcionário público municipal onde construiu uma imagem positiva na prestação do serviço a população, atualmente trabalha como produtor agropecuário; Salvador Mansoleli Neto, popular “Do”, foi reeleito pelo PMDB, com 124 votos (5,35%). Salvador é professor de educação física na rede estadual e municipal, já foi vice- prefeito de 1992 a 1996. Também já exerceu por vários anos a vereança e vai continuar contribuindo pela cidade.

Não poderíamos terminar este artigo sem parabenizar os opositores que não lograram êxito, mas, contribuíram para o processo democrático, João Antônio Alves Martinez, PSD, e Antônio Carlos de Andrade, PMDB, popular Neguinho, candidatos a prefeito e vice respectivamente, ambos obtiveram 1.001 votos (43,39%) pela coligação “União pela Paz, Ordem e Justiça”.

Também agradecemos a todos os candidatos a vereadores que não conseguiu nesta ocasião se elegerem.

Findamos, desejando a equipe administrativa, prefeito, vice, secretários e assessores muito sucessos! Pois, o bom trabalho de vocês está condicionado à qualidade de vida dos bressanenses.

Aos vereadores e vereadoras muita lucidez para cobrar no momento certo e votar em benefício dos munícipes quando for oportuno.

Fecundo e produtivo 2013.

[email protected]

#MAIS LIDAS DA SEMANA