Chega de patifaria, chega de politicagem, chega de promessas não cumpridas, os políticos foram longe demais e subjugaram mais uma vez a força do Povo, e em um momento de Festa estampam nas páginas de jornais e revistas do mundo a debilidade e incompetência do Governo Brasileiro.

Estádios milionários cujas construções custaram bilhões de reais, enquanto o povo morre na fila de um hospital caindo aos pedaços ou nas mãos de um assaltante e quem diria a política de pão e circo e uma declaração imbecil do prefeito de São Paulo, esfregando a imposição na cara do povo, chamando-o de palhaço, vagabundo e desordeiro, desencadeando a maior manifestação de protesto popular da história do Brasil.

Esta é o preço que se paga, quando as ovelhas se rebelam, o povo não é bobo a minoria que pensa acordou, estes não podem ser comprados com esmolas governamentais e nem tão pouco trocam a sua dignidade por alguns reais no final do mês, agora já é tarde e o costume de prometer e não cumprir vai custar muito, muito, muito caro mesmo.

Povo nas ruas, caos, notícias internacionais, o país do samba e futebol, agora é praça de reivindicações, contra tudo e contra todos, a polícia que deveria apoiar os protestos disseminou a pancadaria e a intolerância mostrando o total despreparo para situações como esta, mostrando que o Brasil não serve e não esta preparado para receber Turistas e eventos internacionais, agora a imagem do governo está queimada e a reputação arranhada, mostrando nua e crua o sofrimento do cidadão Brasileiro.

Nem tarde, nem cedo, na hora certa quando o mundo inteiro volta as atenções a terra da copa, o povo unido mostra ao mundo que aqui não é o país das maravilhas, quando a presidente Dilma foi vaiada no Estádio, seus assessores já deveria ter alertado Ela, que algo está errado, gente feliz não arremessa ovo no espetáculo.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.