Problemas freqüentes de construção – Umidade, infiltração e mofo

Muitos problemas encontrados nas habitações brasileiras decorrem do uso de materiais de baixa qualidade ou de serviços malfeitos, realizados por mão de obra despreparada ou inexperiente.

Para muitas pessoas contratar um profissional para reformar ou construir é algo muito difícil. Muitos não sabem nem onde encontrar este profissional ou não dispõem de recursos financeiros para esta contratação. Mais do que isso, muitas vezes tem-se a noção de que aumentar cômodos, construir uma casa ou fazer novas instalações é algo simples, que não envolve riscos.

Muitos problemas encontrados nas habitações brasileiras decorrem do uso de materiais de baixa qualidade ou de serviços malfeitos, realizados por mão de obra despreparada ou inexperiente. Além de trazer prejuízo ao proprietário com reformas precoces, alguns desses problemas chegam a afetar a saúde dos moradores, como é o caso da umidade em certos ambientes, do mau cheiro proveniente de instalações hidráulicas precárias ou da instabilidade na rede elétrica interna.

Figura 01

Uma construção mal planejada ou mal executada resulta em elementos superdimensionados ou ineficazes em sua função. Além do desperdício, o serviço malfeito também reduz a durabilidade da construção, desvaloriza o imóvel e pode afetar até mesmo a segurança de seus ocupantes, sujeitos a acidentes.

Uma solução combinada de projeto, execução correta e manutenção preventiva é a medida mais eficaz para prevenir prejuízos e desfrutar de uma moradia saudável, segura e durável. Veja a seguir os principais problemas e suas causas.

Figura 02

Umidade, infiltração e mofo
A ação da água se manifesta de diversas formas e causa muitos males à moradia. O aparecimento de mofo e bolor são as conseqüências mais comuns do efeito da água na edificação. As causas para o seu aparecimento são as mais diversas; variam desde a falta de manutenção de calhas até a falta de revestimento externo.

A umidade que aparece no forro ou as indesejáveis goteiras se devem, na maioria das vezes, à falta de manutenção do telhado: telhas e cumeeiras quebradas ou deslocadas, falta de limpeza das calhas, rufos deteriorados etc. Os problemas relacionados à cobertura incluem ainda erros de projeto e execução, tais como: mal dimensionamento e execução do madeiramento, pouca ou excessiva inclinação das águas da cobertura e execução incorreta de rufos e calhas. Estes fatores podem ocasionar graves goteiras e infiltrações na casa. Para evitar tais problemas, veja o fascículo Coberturas e Forros.

Figura 03

Se o problema são manchas de umidade ou mofo na parede, a causa provável pode ser identificada pela localização da mancha.

Figura 04

Mofo na parte inferior da parede, próxima ao piso, indica falta de impermeabilização da fundação, o que ocasiona a chamada umidade ascendente do solo. Neste caso, a infiltração da água ocorre por capilaridade, que é a penetração através dos poros dos materiais. Leia o fascículo Impermeabilização para mais detalhes.

Já as manchas de umidade ou mofo na parte superior da parede podem ocorrer por falta de impermeabilização da laje de cobertura. Na infiltração pela laje, a água escoa por gravidade e penetra na parede através de fissuras e trincas, fenômeno chamado percolação. Esta situação é muito comum quando se formam lâminas d”água sobre lajes descobertas, por falta de caimento e sistema de impermeabilização comprometido. Problema similar pode ocorrer em peitoris sem caimentos e em esquadrias mal fixadas ou mal vedadas, por onde a água também se infiltra, deteriorando paredes e móveis. Verifique os fascículos Impermeabilização e Esquadrias para mais recomendações.

Figura 05

Se a infiltração de água ocorrer pela janela, o problema está na própria esquadria, cabendo então três possibilidades: erro na montagem da esquadria, esquadria de má qualidade ou falta de componentes de vedação.

Figura 06

Pode ocorrer ainda ausência de aberturas adequadas nos cômodos, prejudicando tanto a ventilação como a iluminação natural. A falta de ventilação provoca o resfriamento do vapor d”água. A condensação é um fenômeno comum em ambientes saturados de umidade, como cozinha e banheiro.

Figura 07

Por Ercilia Maria Souza

Arquiteta e urbanista – e-mail – [email protected]

#MAIS LIDAS DA SEMANA