Termina hoje o horário brasileiro de verão

Na região de Assis houve uma redução no consumo de energia 0,4%, o equivalente à diminuição de uma hora por dia do uso da iluminação residencial devido à maior utilização da luz natural

À meia-noite de hoje, os relógios devem ser atrasados em uma hora. Após 119 dias em vigor, o horário de verão termina em 11 Estados e no Distrito Federal. A medida provocou a redução de 4,5% no consumo de energia no horário de pico em todo o País, segundo o governo federal. Quem pretende utilizar aviões ou o serviço de transporte público entre hoje e amanhã deve ficar atento à mudança no horário.

A diminuição na demanda por eletricidade no horário de pico foi de cerca de 2.477 megawatts (MW), ou 4,5% do consumo do País, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Ano passado, quando o horário de verão durou duas semanas a mais, a redução no consumo foi de 2.555 MW. Ainda segundo o ONS, como as usinas termelétricas estavam em pleno funcionamento, a medida contribui para recuperar os reservatórios de água das hidrelétricas.

O governo calcula que cerca de R$ 200 milhões deixaram de ser gastos no período, de acordo com nota divulgadapelo ONS.

Na região de Assis, onde a concessão é da Vale Paranapanema, a expectativa inicial se manteve, ou seja , houve uma redução no consumo de energia 0,4%, o equivalente à diminuição de uma hora por dia do uso da iluminação residencial devido à maior utilização da luz natural: ” Foi uma economia de energia que possibilitou abastecer durante um mês, uma cidade com 20 mil 679 habitantes”, disse o gerente regional da Vale Paranapanema, José Maurício Falqueiro.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA