Adolescente morre ao ser baleado por policial militar em Londrina

Caso aconteceu em frente a um colégio, onde mora o policial; autor dos disparos afirmou que tiro foi acidental.

Um adolescente de 17 anos morreu ao ser baleado por um policial militar em Londrina, no norte do Paraná, na noite de quinta-feira (15).

De acordo com familiares da vítima, o adolescente estava na calçada do Colégio Estadual Maria José Aguilera, no Conjunto Cafezal, quando foi abordado por um soldado da Polícia Militar (PM). Ele estava de folga e mora nas dependências da escola.

As testemunhas contaram que a vítima e o soldado discutiram e, em seguida, o policial atirou. Um dos disparos atingiu o adolescente, que correu e caiu em seguida. O autor dos disparos tentou reanimá-lo, mas ele morreu ainda no local.

A mãe do adolescente, Cristiane Sartori, afirmou que o filho estava na frente da escola com os amigos. “Tem um amigo dele, que falou comigo, e que falou que eles só estavam sentados na frente do colégio conversando, mas que em nenhum momento eles invadiram”, disse Cristiane.

As polícias Civil e Militar abriram inquérito para investigar o caso. A arma foi apreendida pela perícia. De acordo com a PM, o soldado se apresentou ao comando do 5º Batalhão. Ele disse que o disparo foi acidental e que não teve a intenção de balear o adolescente.

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina.

#MAIS LIDAS DA SEMANA