Adolescente que dirigia Monza do avô atropela e mata três pedestres no Paraná

Garoto de 17 anos fugiu a pé, de acordo com a PRF; situação aconteceu na noite de sexta-feira (25), na BR-277.

Monza era de um homem de 74 anos, mas quem dirigia era o neto dele, um adolescente de 17 anos, segundo a PRF (Foto: Divulgação/PRF)

Um adolescente de 17 anos, que dirigia o Monza do avô, atropelou três pedestres na noite de sexta-feira (25) em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). As três vítimas – duas mulheres de 18 e 30 anos e uma adolescente de 15 anos – morreram no local.

Depois do atropelamento, segundo a PRF, o garoto abandonou o carro em uma rua paralela à BR-277, onde houve o acidente, e fugiu a pé. O atropelamento aconteceu por volta das 22h45, na altura do km 118 da rodovia.

A PRF informou que o dono do veículo é um homem de 74 anos de idade, sem carteira de habilitação. Ele provavelmente não estava junto no momento do ocorrido, conforme a PRF.

De acordo com a PRF, os corpos foram arremessados a uma distância de aproximadamente 15 metros. Duas das vítimas, ainda segundo a PRF, eram tia e sobrinha. As três moravam na região.

A velocidade máxima sinalizada no local do atropelamento é de 60 km/h. A perícia deve apontar qual era a velocidade do automóvel, que seguia no sentido Curitiba. O Monza foi levado para o pátio da PRF.

O pai do adolescente deve prestar depoimento na Delegacia de Campo Largo na segunda-feira (28). Até a publicação desta reportagem, o garoto não tinha sido localizado.

Duas mulheres e uma adolescente morreram após serem atropeladas em Campo Largo (Foto: Divulgação/PRF)

#MAIS LIDAS DA SEMANA