Fique conectado

Brasil

Bolsonaro segue sem sinais de infecção e hospital confirma que passará por nova cirurgia posteriormente

Candidato está se recuperando de facada levada em ato de campanha em Juiz de Fora. Operação ocorrerá para ‘reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia’.

Publicado em

289

O boletim médico do Hospital Albert Einstein informa que Jair Bolsonarosegue “sem sinais de infecção” e confirma que o candidato à Presidência pelo PSL passará por nova cirurgia posteriormente. O comunicado, divulgado na manhã desta segunda-feira (10), diz que a operação será feita para “reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia”.

O presidenciável está internado desde sexta-feira (7) no hospital na Zona Sul de São Paulo se recuperando de uma facada levada durante ato de campanha no Centro de Juiz de Fora (MG), na tarde de quinta (6).

A realização da operação, considerada de grande porte, já estava prevista para depois que o candidato tiver alta. Segundo médicos ouvidos pela reportagem, a cirurgia só deve acontecer daqui a dois meses. Nesse meio tempo, Bolsonaro seguirá com a bolsa externa ligada à barriga.

O boletim médico afirma que, passados quatro dias após o ferimento, o estado do candidato “ainda é grave e permanece em terapia intensiva”.

“O paciente permanece ainda com sonda gástrica aberta e em íleo paralítico (paralisia intestinal), que ocorre habitualmente depois de grandes cirurgias e traumas abdominais. Ontem, havia uma movimentação intestinal ainda incipiente e que persiste do mesmo modo hoje”, acrescenta o documento, assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, cirurgião; Leandro Echenique, clínico e cardiologista; e Miguel Cendoroglo, diretor superintendente do hospital.

O comunicado acrescenta que Bolsonaro permanece “recebendo o suporte clínico, cuidado de fisioterapia respiratória e motora, e alimentação exclusivamente parenteral (endovenosa)”.

No último boletim, divulgado no fim da tarde de domingo, foi informado que o candidato tinha “leve anemia, em decorrência do sangramento inicial”.

Foto postada por filho de Jair Bolsonaro mostra candidato em poltrona do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, fazendo sinais de armas (Foto: Reprodução/Twitter/Flavio Bolsonaro)

Na tarde de sábado (8), Flávio Bolsonaro, um dos filhos do presidenciável, postou nas redes sociais uma foto do pai em uma poltrona na UTI. Na imagem, ele aparece fazendo sinal de armas com as mãos.

Questionado na porta do hospital sobre o gesto, outro filho do candidato, Eduardo Bolsonaro, disse que o sinal já é uma marca registrada do pai devido à sua posição contra o desarmamento. Eduardo disse também que não vê nada de prejudicial no gesto ou algo que possa gerar violência.

Segundo a cúpula do Einstein, os principais riscos que serão monitorados são pneumonia (pois o candidato ficou muito tempo em choque e perdeu cerca de 2 litros de sangue) e infecção (por causa do vazamento de massa fecal na cavidade abdominal).

A previsão de internação é de sete a dez dias. A retomada das atividades só deve ocorrer após 20 dias.

Bolsonaro estava internado na Santa Casa de Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde passou por uma cirurgia após o ataque que sofreu (entenda a operação ao final da reportagem).

A transferência foi feita via aérea, em um avião UTI, na manhã de sexta, até Congonhas. De lá, o candidato foi levado pelo Helicóptero Águia, da Polícia Militar paulista, até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual e vizinha do hospital. Uma ambulância do próprio Einstein o levou do palácio ao centro médico.

Brasil

Igreja transmite em rede social momento em que pastor é baleado em culto; assista

Imagens mostram que o homem se coloca na frente do altar no momento em que uma pregação é feita. Ele atira na direção de um dos pastores e o público entra em pânico.

Publicado em

Do G1

A igreja evangélica onde um pastor foi baleado durante o culto neste domingo (11), em Mogi das Cruzes, transmitiu ao vivo por uma rede social o momento em que o homem fez os disparos (assista acima). O pastor foi encaminhado para um hospital, onde passou por cirurgia.

O homem de 30 anos foi detido por fiéis até a chegada da polícia. Ele precisou de atendimento médico e foi levado para o Hospital Luzia de Pinho Melo e, depois, para o 1º Distrito Policial da cidade, onde ficou preso.

As imagens mostram que o atirador está com um capacete em uma mão e com a arma na outra. O homem se coloca na frente do altar, no momento em que uma pregação é feita. Ele atira na direção de um dos pastores. As pessoas que estavam no altar se abaixam e fogem. O público entra em pânico.

O homem faz vários disparos em direção a um dos pastores. Depois, ele é dominado.

A Polícia Militar foi acionada e informou inicialmente que o pastor não corre risco de morte. O G1 apura o estado de saúde dele na unidade de saúde.

A igreja fica na Avenida Lothar Waldemar Hoenne, conhecida como Perimetral.

Segundo a polícia, o homem disse, em um primeiro momento, que entrou no culto para roubar. A arma foi apreendida.

A polícia informou que o suspeito tem passagem por tráfico de drogas e não acredita na versão do suspeito. “A situação foge da característica de um roubo que o indivíduo anuncia o assalto e vai atrás de uma vítima. No crime, o autor chegou atirando na vítima e a todo momento procurava por ela para efetuar o disparo. Agora a Polícia Civil vai colher todas as informações, vai ouvir testemunhas e puxar a vida pregressa de ambos”, explica o capitão da PM Alex Amaral.

O suspeito aguarda a audiência de custódia que vai decidir se ele responde em liberdade ou não.

Continue lendo

Brasil

Acidente mata jovens que estavam a caminho do Enem na PR-317 no Paraná

Colisão aconteceu na PR-317 entre Astorga e Iguaraçu. Vítimas moravam em Santa Fé.

Publicado em

Do 24h
(Foto: Colaboração / WhatsApp)

Um grave acidente deixou 5 mortos na PR-317 entre Astorga e Iguaraçu, no Paraná, no final da manhã deste domingo (11). A colisão aconteceu no município de Munhoz de Melo, no norte do Paraná. Três das vítimas fatais eram jovens que estavam a caminho de Maringá, onde fariam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Conforme a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), um Fiat Uno ocupado por cinco pessoas que estava no sentido Maringá bateu de frente com outro automóvel. Um terceiro veículo que vinha logo atrás do Uno também acabou envolvido no acidente.

Quatro ocupantes do Uno morreram na hora. Entre as vítimas estão mãe e o casal de filhos, de 18 e 25 anos. O quinto ocupante do automóvel foi levado de helicóptero ao Hospital Universitário de Maringá, onde está internado em estado grave. Todas as vítimas moram em Santa Fé, na região norte.

O motorista do outro carro, que bateu de frente com o Uno, ainda não foi identificado. Ele morreu no local da colisão, antes da chegada dos socorristas.

Já no terceiro automóvel envolvido, ninguém se feriu. No veículo estavam os pais e três filhos, que também fariam o Enem em Maringá. A família também é moradora de Santa Fé.

(Foto: Colaboração / WhatsApp)

Continue lendo

Brasil

Paciente morre após ambulância bater contra dois caminhões na BR-153, em Goiás

Durante acidente, carga de produto tóxico ficou espalhado pela pista e foi preciso interditar a rodovia.

Publicado em

Do G1
Paciente morre após ambulância bater contra dois caminhões na BR-153, em Ceres — Foto: PRF/Divulgação

Um jovem de 27 anos que era transportado em uma ambulância morreu na madrugada deste domingo (11) após o veículo bater contra dois caminhões na BR-153, em Ceres, no centro de Goiás. No acidente, uma carga de produto químico ficou esparramado na pista, que foi interditada.

O acidente aconteceu por volta de 5h. “O motorista da ambulância bateu na traseira de um caminhão e invadiu a pista contrária, colidindo com outro caminhão que transportava a carga perigosa. Em seguida, a ambulância saiu da pista. O paciente morreu e o condutor ficou ferido”, disse o inspetor Newton Morais, assessor de imprensa da Polícia Rodoviária Federal.

O primeiro caminhão atingido pela ambulância não foi localizado. A suspeita é que ele não tenha percebido o impacto. Já o condutor do outro veículo de carga não se feriu.

A identidade da vítima e do condutor da ambulância não foram divulgados pela PRF. O jovem que morreu era transportado de Amaralina para Anápolis. O motorista foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para Uruaçu.

“Não sabemos ainda a causa do acidente, se foi sono, se foi uma ultrapassagem irregular”, disse o inspetor da PRF. A rodovia segue interditada até as 10h15. Como a carga de nitrato de amônia ficou espalhada pela pista, a polícia ainda espera a chegada da empresa dona da carga para fazer a limpeza adequada.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas