Fique conectado

Brasil

Mãe ‘joga’ bebê para passageiro antes de colisão e salva filha em Fortaleza

Vítima de acidente amamentava criança em ônibus momento antes de colisão com caminhão.

Publicado em

385

Mãe morre e salva filha em acidente de ônibus em Fortaleza

Uma mulher morreu em uma colisão entre um caminhão e um ônibus em Fortaleza na manhã desta segunda-feira (10), momentos após ela arremessar uma criança para um passageiro do coletivo em que estava.

Conforme testemunhas, o motorista do ônibus mudou de faixa bruscamente e colidiu com o caminhão, que estava parado na Avenida Alberto Craveiro, no Bairro Dias Macêdo. A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) informou que o caminhão estava parado na faixa exclusiva de transporte coletivo aguardando o fluxo de veículos diminuir para fazer uma manobra e entrar em um galpão.

Acidente entre ônibus e caminhão ocorreu na Avenida Alberto Craveiro, em Fortaleza, nesta segunda-feira (Foto: Arquivo pessoal)

Thaís Silva de Almeida, de 27 anos, que morreu no acidente, estava com a criança no colo e conseguiu evitar que ela tivesse ferimentos graves, conforme os passageiros que estavam no veículo. A criança e outras cinco pessoas tiveram ferimentos, mas não correm risco de morrer.

Após a colisão, a mãe ficou presa às ferragens e morreu antes da chegada de profissionais do Corpo de Bombeiros.

A AMC informou que o ônibus estava a 49 km/h e a velocidade permitida na via é 60 km/h.

O caso está sendo investigado pelo 16º Distrito Policial.

Brasil

Polícia encontra corpo dentro de geladeira em casa em Pirituba, SP

Os investigadores procuram agora o morador da casa, que é considerado o principal suspeito.

Publicado em

Do G1
Corpo de Cristiano Barbalho (no detalhe) foi encontrado em geladeira dentro da casa — Foto: TV Globo/Reprodução

O corpo de um homem de 41 anos foi encontrado dentro de uma geladeira em uma casa na Rua Tonelare, em Pirituba, em São Paulo. O dono da casa sumiu.

Murilo Cavalcante Fernandes é o dono da casa. Na noite de domingo (16) o pai dele chamou a polícia depois de encontrar sinais de violência na casa. Os PMs encontraram um corpo dentro de uma geladeira, desligada, tombada na horizontal.

Por causa da presença de policiais no local, dona Maria Aparecida Bezerra da Silva, que mora no bairro, foi em busca de informações. O filho dela, Cristiano Aparecido Barbalho, de 41 anos, estava desaparecido.

O corpo encontrado lá dentro é o de Cristiano. Além de reconhecer as tatuagens informadas pelos parentes, os peritos encontraram o RG no bolso dele. Os investigadores procuram agora o morador da casa, Murilo Cavalcante Fernandes, que é considerado o principal suspeito pelo crime.

O caso vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Corpo estava em geladeira desligada tombada na horizontal, segundo o boletim de ocorrência — Foto: TV Globo/Reprodução

Continue lendo

Brasil

“Me senti um lixo”, diz obesa que ficou travada em catraca de ônibus

Caso de preconceito ocorreu em Mauá, cidade na região metropolitana de São Paulo. Rosimeire Bastos disse que nunca foi tão humilhada.

Publicado em

Do G1
Cuidadora de idosos, mulher diz ter sofrido preconceito (Foto: Reprodução RecordTV)

Uma mulher de 42 anos ficou presa na catraca de um ônibus do transporte público de Mauá, município da região metropolitana de São Paulo, e a foto causou polêmica e constrangimento. “Eu me senti muito humilhada”, disse a cuidadora de idosos Rosimeire Bastos à RecordTV.

Dependente do transporte público, Rosimeire disse que nunca foi fã de catracas. “É um trauma”, diz. Há alguns dias, ela tomou um ônibus no centro de Mauá e, após ter recebido diversas respostas negativas ao questionar se poderia passar pela porta de trás, resolveu entrar pela catraca.

“Entrou uma moça mais forte que eu e passou. Mas quando eu fui passar, fiquei presa”, relembra. Em seguida, informou o motorista de que havia ficado travada. O funcionário teria avisado que ia terminar a rota do ônibus e levá-la até o terminal. De lá, conseguiram tirar a cuidadora de idosos e encaminhá-la ao hospital. “Eu me senti um lixo”, comentou.

Na capital paulista, a SPTrans (São Paulo Transporte) informa que a pessoa precisa ter o Bilhete Único Especial Obeso. A validação é feita para usuários que possuem o índice de massa corporal superior a 39,9. Questionada, a Câmara Municipal de Mauá disse que não existe uma lei que autorize a pessoas obesas a não passarem pela catraca.

Continue lendo

Brasil

Homem é preso após ser condenado por estuprar a enteada dos 6 aos 10 anos de idade, em Goiás

Segundo a Polícia Civil, STJ determinou que ele cumpra 20 anos de prisão em regime fechado. Caso foi descoberto pela mãe em 2013, 4 anos depois do início dos abusos.

Publicado em

Do G1
Homem de 40 anos é preso condenado por estuprar a enteada, em Piracanjuba — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 40 anos foi preso após ser condenado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por estuprar a enteada dos 6 aos 10 anos de idade, em Piracanjuba, na região sul de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, o caso foi descoberto pela mãe em 2013, depois que a menina começou a mudar de comportamento e se recusar a ficar próximo do padrasto.

Segundo o delegado Leylton Barros, responsável pelas investigações, os abusos foram cometidos por quatro anos consecutivos, sempre que a mãe se ausentava.

“Quando a criança era mais nova, ela não demonstrou, aparentemente, nenhuma reação diferente. No entanto, à medida em que foi crescendo e tendo consciência, a mãe percebeu que ela foi ficando mais arredia, reclusa e não queria ficar com o homem, foi aí que ela procurou a polícia e o caso foi descoberto”, disse ao G1.

O homem foi preso na última quarta-feira (12), em Piracanjuba, depois que o STJ julgou um recurso do processo. Segundo o delegado, ele já havia sido condenado a 30 anos de prisão, mas recorreu ao Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), que abaixou a pena para 14 e, por último, ao STJ, que acabou fixando a pena em 20 anos.

O delegado explicou que atualmente a vítima tem 15 anos de idade. Em 2013, quando ela ainda tinha 10 anos, o padrasto chegou a ser preso, mas obteve um habeas corpus e respondia ao processo em liberdade.

“Nós ouvimos a família, colhemos depoimentos, a menina foi submetida a exames que comprovaram os abusos. Nós o indiciamos, mas por conta do habeas corpus, ele respondia em liberdade. Agora, com esta condenação pelo STJ e a determinação da prisão pela Comarca de Piracanjuba, cumprimos este mandado”, afirmou.

O condenado, segundo o investigador, já possuía outra passagem pelo crime de estupro, e foi encaminhado à Unidade Prisional de Piracanjuba, onde deve cumprir a pena.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas