Fique conectado

Brasil

Site do Mais Médicos fica fora do ar no primeiro dia de inscrição para o programa

Ministério admite ‘instabilidade’ por alto número de acessos. Segundo o órgão, foram 2 mil inscritos na primeira hora do 1º dia de inscrições.

Publicado em

421

Site de inscrição para o programa Mais Médicos ficou fora do ar na manhã desta quarta (21). — Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

O site para a inscrição de profissionais interessados em fazer parte do programa Mais Médicos ficou fora do ar na manhã desta quarta-feira (21), primeiro dia de abertura de cadastramento para preencher os postos que serão deixados pelos profissionais cubanos.

De acordo com o órgão, desde terça-feira (20) o site recebeu mais de um milhão de acessos. E nesta manhã, ainda segundo o ministério, foram registradas duas mil inscrições “na primeira hora do dia”.

O G1 tentou acessar o endereço http://maismedicos.gov.br/ e a mensagem é que ele estava indisponível.

O mesmo aconteceu com o endereço http://maismedicos.saude.gov.br/new/web/app.php/inscricao.

O interessado em fazer parte do Mais Médicos deveria acessar o site a partir das 8h para se cadastrar. A seleção leva em conta a ordem de inscrição, que poderá ser feita até as 23h59 de 25 de novembro.

Procurado, o Ministério da Saúde, responsável pelo programa, informou que as insrições “seguem ativas” e que o sistema “tem registrado picos”, o que pode levar a “dificuldades de acesso” (veja a íntegra da nota abaixo).

Total de vagas

São 8.517 vagas para atuação em quase 3 mil municípios e 34 distritos indígenas. O salário é de R$ 11.800. Podem se candidatar às vagas os médicos brasileiros com CRM Brasil ou com diploma revalidado no país.

Nas redes sociais, os interessados em se inscrever relatavam dificuldades.

Íntegra da nota do Ministério da Saúde

“O Ministério da Saúde informa que as inscrições do Programa Mais Médicos estão ativas e vão até o dia 25 de novembro. Devido ao grande número de acessos, o Sistema para a inscrições têm registrado picos, e nesses momentos, pode haver dificuldades de acesso, que é retomado em seguida. Desde ontem, já foram registrados um milhão de acessos, e na primeira hora desta quarta-feira (21/11), registradas inscrições de dois mil médicos.

O Edital oferta 8.517 vagas para atuação em 2.824 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), que antes eram ocupadas por médicos da cooperação com Cuba. O início das atividades está previsto para 3 de dezembro.”

Brasil

Luiz Bacci revela ao vivo para mãe que filha foi assassinada, ela desmaia

Atitude do apresentador chocou espectadores do programa.

Publicado em

Veja
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Cidade Alerta, programa policial da Record TV, estava há dias cobrindo o caso de desaparecimento de Marcela, grávida, de 21 anos. Nesta segunda-feira (17), o apresentador Luiz Bacci foi duramente criticado nas redes sociais após veicular ao vivo o momento em que a mãe de Marcela descobre que sua filha havia sido assassinada pelo namorado.

O apresentador estava em um link ao vivo com a mãe da vítima, quando o programa, junto ao advogado do namorado, confirmou que o companheiro havia confessado a autoria do crime. Ao descobrir, a mulher passou mal e teve que ser carregada pela equipe de filmagem. Apesar disso, o programa seguiu transmitindo a confusão.

A repercussão na internet foi negativa e “Cidade Alerta” foi um dos assuntos mais comentado nas redes sociais. Pelo Instagram, nos stories, o apresentador Luiz Bacci falou sobre o tema: “tô lendo muitos comentários da internet de pessoas machucadas com aquela imagem da mãe recebendo a notícia da morte da filha, por mais que seja um caso esperado. Já havia vários indícios que isso poderia ter acontecido, a forma violenta do namorado.”

“Antes quando a gente acompanha o caso eu sempre pergunto para a família se ela quer acompanhar ao vivo ao desdobramento do caso, afinal de contas, a gente mora num país onde oito pessoas desaparecem por hora. E a mãe da Marcela quis saber as informações ao vivo na cobertura”, explica Bacci.

Veja o vídeo:

Continue lendo

Brasil

Carro bate de frente em caminhão, e mulher morre na PR-323, em Londrina

A jovem, de 22 anos, morreu no local do acidente antes da chegada do helicóptero do Samu.

Publicado em

Do G1
Uma mulher morreu em um acidente entre um carro e um caminhão, na PR-323, em Londrina. — Foto: Eduardo Lhamas/RPC Londrina
Uma mulher morreu em um acidente entre um carro e um caminhão, na PR-323, em Londrina. — Foto: Eduardo Lhamas/RPC Londrina

Uma mulher morreu em uma batida entre um carro e um caminhão na PR-323, em Londrina, no norte do Paraná, na manhã desta sexta-feira (7).

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o carro que a jovem de 22 anos dirigia bateu de frente contra o caminhão, na altura do km 56.

Um helicóptero do Samu chegou a ser mobilizado para atender a vítima, mas a mulher morreu no local antes da chegada do socorro.

O motorista do caminhão não se feriu. Ele afirmou à polícia que o carro invadiu a pista contrária. A PRE informou que uma perícia será realizada para investigar as causas do acidente.

O trecho onde aconteceu o acidente ficou parcialmente bloqueado até as 9h para o atendimento da ocorrência.

Continue lendo

Brasil

Presos cavam túnel, pulam muro e fogem da cadeia de Cambé

Presos cavaram um novo túnel e conseguiram escapar na madrugada desta segunda-feira (3). Cadeia está superlotada.

Publicado em

Do G1
Presos fogem da cadeia de cambé — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Presos fogem da cadeia de cambé — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma semana depois de presos da cadeia de Cambé, no norte do Paraná, publicarem um vídeo em uma rede social reclamando da superlotação, dois detentos conseguiram escapar da penitenciária na madrugada desta segunda-feira (3).

A cadeia está superlotada. O espaço foi projetado para 54 presos, mas estava com 208. De acordo com o delegado Roberto Fernandes, uma das alas que teria que abrigar 32 detentos, está com 159. Do total de internos, 123 são condenados.

No dia 27, presos publicaram um vídeo no Youtube reclamando da superlotação e, durante o vídeo, mostraram um buraco que estava aberto no chão da cela.

Segundo a Polícia Civil, um dia depois da polícia descobrir que o túnel durante a gravação, o buraco foi fechado com concreto. Mas, neste domingo (2), um novo túnel foi aberto.

Os fugitivos entraram no buraco que dava acesso ao pátio externo da delegacia, escalaram o muro e saíram pela área externa do fórum.

O delegado informou que o número de fugitivos não foi maior porque um policial viu a movimentação e atirou para o alto. Ninguém ficou ferido.

Presos se aglomeram no pátio externo da delegacia para tentar fugir da cadeia — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Presos se aglomeram no pátio externo da delegacia para tentar fugir da cadeia — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas