Mensagem falsa afirma que dipirona teria vírus mortal — Foto: Reprodução/Facebook

Uma mensagem que circula nas redes sociais e no WhatsApp afirma que o medicamento dipirona está sendo importado da Venezuela com o vírus Marburg, que causa febre hemorrágica e pertence à mesma família do Ebola, segundo a organização Médicos Sem Fronteiras. Isso é #FAKE.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) esclarece que não há informações sobre a importação de dipirona da Venezuela nem dados sobre produtos que contenham vírus na cápsula ou embalagem, como relata a corrente. Também explica que medicamentos vendidos no Brasil e que possuem registro na agência têm “eficácia e segurança avaliadas antes da entrada no mercado”.

A mensagem falsa é uma variação de outras já compartilhadas, como a que fala sobre o Paracetamol P-500 com o vírus Machupo.

O texto pede para que a pessoa não tome paracetamol com a inscrição P/500 porque ele contém o vírus machupo, considerado um dos mais perigosos do mundo. A mensagem é falsa.

Mensagem falsa afirma que dipirona teria vírus mortal — Foto: Reprodução/Facebook

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Governo lança material para prevenção da peste suína africana

Brasil está livre da doença que não tem cura ou tratamento.

Senado aprova ampliação de divulgação sobre jovens desaparecidos

Projeto volta para análise da Câmara.