Foram encontrados R$ 3 mil com o indiciado e um revólver calibre 38. — Foto: Divulgação/Polícia Militar

O azulejista Sergio de Melo Silva, de 43 anos, foi preso após balear um rapaz dentro de uma casa no bairro Parque das Américas, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A esposa da vítima, que está grávida de sete meses, presenciou o momento em que o marido levou um tiro na cabeça e morreu.

Segundo o delegado Flavio Magario, a esposa da vítima acordou, por volta das 5h, após ouvir um disparo. Ela foi até o portão de casa e viu o marido, de 31 anos, e o suspeito. Antes de atirar na cabeça da vítima, ele afirmou que o marido dela estava “xavecando” a ex-mulher dele.

Segundo a polícia, após o disparo, Silva roubou a moto da vítima e seguiu até uma rua próxima à casa do rapaz, onde estava seu carro estacionado, e seguiu para Itanhaém. Antes do ocorrido, ele chegou a sacar R$ 3 mil reais.

Equipes de patrulhamento foram acionadas pela Polícia Rodoviária após a placa do carro ser identificada por um radar em Itanhaém. Ao abordarem o suspeito, ele não resistiu e informou que a arma utilizada estava no porta-malas. O revólver calibre 38 foi encontrado com três munições deflagradas e outras três intactas.

Suposta traição

Segundo o delegado, o atirador suspeitava que sua ex-mulher estivesse tendo um caso com a vítima. Em depoimento, a esposa da vítima explicou que a ex-mulher do suspeito devia dinheiro para ela. Ela, então, ligou para cobrá-la. Quando viu o registro da ligação, Silva achou que o primo estivesse em um relacionamento com sua ex. O caso segue sendo investigado.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Governo lança material para prevenção da peste suína africana

Brasil está livre da doença que não tem cura ou tratamento.

Senado aprova ampliação de divulgação sobre jovens desaparecidos

Projeto volta para análise da Câmara.

Regra que obriga telemarketing a se identificar ainda tem baixa adesão

Medida entrou em vigor há um mês.