Michael agrediu e matou a companheira no CDP de Jundiaí — Foto: Reprodução/Facebook

Uma jovem de 22 foi morta pelo companheiro durante uma visita íntima no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí (SP), neste domingo (27). Conforme apurado pela TV TEM, Nicolly Guimarães Sapucci foi agredida no rosto com vários chutes.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e aguarda um posicionamento sobre o caso.

Ainda segundo informações obtidas pela TV TEM, Nicolly e o agressor Michael Denis Freitas, de 25 anos, que cumpre pena por roubo, discutiram e chegaram a cair da beliche em que estavam.

Nicolly foi socorrida e levada ao Hospital São Vicente de Paulo com agressões graves no rosto, que a deixaram desfigurada, e não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado ao IML de Jundiaí e aguarda liberação da família, de Bragança Paulista.

O agressor foi autuado em flagrante por homicídio. O caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Jundiaí.

De acordo com dados da SAP, de quinta-feira (24), o CDP de Jundiaí tem capacidade para 847 detentos, mas abriga 1.595 presos.

Morte de jovem dentro do CDP de Jundiaí será investigada — Foto: Moniele Nogueira/TV TEM

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Governo lança material para prevenção da peste suína africana

Brasil está livre da doença que não tem cura ou tratamento.

Regra que obriga telemarketing a se identificar ainda tem baixa adesão

Medida entrou em vigor há um mês.

Senado aprova ampliação de divulgação sobre jovens desaparecidos

Projeto volta para análise da Câmara.