Fique conectado

Brasil

Menina de 8 anos sobrevive após cair do 4º andar de prédio

Criança teve ferimentos graves e está internada; ela estava sozinha em casa e teria cortado a tela de proteção da varanda com uma tesoura.

Publicado em

341

Menina foi internada no Conjunto Hospitalar de Sorocaba após cair do quarto andar de prédio (Foto: Reprodução/Google Street View / Estadão Conteúdo)

Uma menina de 8 anos teve ferimentos graves ao cair do quarto andar de um prédio na madrugada desta quinta-feira (7), em Sorocaba, interior de São Paulo. A menina foi internada com fraturas nas pernas e possível traumatismo craniano no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS). A madrasta disse à polícia que a criança estava sozinha e cortou a tela de proteção da varanda com uma tesoura, caindo da janela. A Polícia Civil fez registro de queda acidental, mas aguarda o resultado da perícia.

O acidente aconteceu por volta das 4h10 em um conjunto de prédios do Parque Três Meninos, zona leste da cidade. A madrasta disse ter saído por dez minutos para levar o marido ao trabalho e, quando retornou, encontrou a menina caída do lado de fora do prédio. A criança estava ferida e pedia socorro. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e uma equipe do Corpo de Bombeiros fizeram o resgate e levaram a criança ao hospital.

Aos policiais, conforme registro do boletim de ocorrência, a madrasta disse que a menina teria usado uma tesoura para cortar a rede de proteção. Ela contou que a enteada teria ficado dois meses com a mãe em São Paulo e, após o retorno, mostrou um comportamento mais introspectivo. Uma perícia preliminar constatou o corte na rede de proteção da varanda. A tesoura, encontrada no sofá, foi levada para perícia. O pai da menina acompanhava o atendimento à filha no hospital. Nem ele, nem a madrasta falaram com a imprensa.

A Polícia Civil informou que vai aguardar o laudo da perícia para esclarecer o que aconteceu. Para isso, serão requisitadas imagens de câmeras do condomínio. Conforme a polícia, também será investigado suposto abandono de incapaz pelo fato de a queda ter acontecido quando a criança estava sozinha, resultando em lesões graves.

Brasil

Seis pessoas morrem em acidente na PR-323, no Paraná

Dois carros se envolveram na batida na madrugada desta sexta-feira (19). Segundo a PRE, todas as vítimas eram jovens.

Publicado em

Do G1
Acidente deixou seis mortos — Foto: PRE/Divulgação

Um acidente deixou seis pessoas mortas na PR-323 entre Umuarama e Perobal, no noroeste do Paraná, na madrugada desta sexta-feira (19), de acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Dois carros se envolveram na batida. Segundo a PRE, todas as vítimas eram jovens. Porém, as idades ainda não foram informadas.

Quatro homens estavam no veículo, com placas de Perobal. No outro automóvel, com placas de Umurama, havia um casal.

A colisão aconteceu por volta das 3h30. Os bombeiros foram até o local para prestar socorro, mas, quando chegaram, as vítimas já tinham morrido.

A perícia técnica da Polícia Civil também foi até o trecho da rodovia para apurar as causas do acidente. Há uma curva aberta ali onde, conforme a PRE, já foram registrados outros acidentes. Porém, o local não é considerado um ponto crítico.

Alta velocidade

De acordo com a PRE, o carro em que o casal estava pode ter invadido a pista contrária, batendo de frente com o outro veículo, que acabou sendo levado em direção ao acostamento.

O motorista do automóvel ocupado pelos rapazes não era habilitado para dirigir, ainda segundo a PRE.

A PRE também afirmou que os dois carros estavam em alta velocidade. Conforme a PRF, o veículo do casal estava a 160 km/h, e o outro a 120 km/h. A velocidade máxima no trecho é de 100 km/h.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Umuarama.

Acidente aconteceu na madrugada desta sexta-feira (19) — Foto: PRE/Divulgação

Continue lendo

Brasil

Papagaio roubado volta sozinho a Zoológico de Cascavel

Homens armados renderam guarda e levaram duas aves na madrugada de terça-feira (16). Dois dias depois, um dos papagaios retornou ao local.

Publicado em

Do G1
Homens armados roubaram dois papagaios do Zoológico de Cascavel na terça-feira (16). — Foto: Reprodução/RPC

Um dos papagaios roubados do Zoológico de Cascavel, no oeste do Paraná, voltou sozinho ao local dois dias após homens armados terem rendido um guarda do parque e levado dois animais.

O roubo aconteceu na madrugada de terça-feira (16) e um dos papagaios reapareceu no zoológico nesta quinta-feira (18), de acordo com o médico veterinário Ilair Detoni.

A ave, que se recupera de uma picada de cobra, voltou ao zoológico voando.

O outro papagaio roubado, que tinha chegado ao zoológico no dia 12 de abril, não foi localizado. Nenhum dos homens foi preso.

Roubo

Na terça-feira (16), homens renderam um guarda patrimonial do zoológico para roubar o local.

O guarda diz ter sido obrigado a ficar deitado no chão enquanto um dos suspeitos conseguiu arrebentar as grades de uma janela que dá acesso ao almoxarifado, onde estavam os papagaios.

Além dos papagaios, os ladrões levaram um botijão de gás. O guarda não ficou ferido.

De acordo a direção do zoológico, essa não foi a primeira vez que o ladrões tentaram arrombar o local. Neste ano, houve outras três tentativas. Mas foi a primeira que os ladrões estavam armados.

A prefeitura informou que as rondas da Guarda Municipal serão intensificadas na região do zoológico. Além disso, existe um estudo para implantação de câmeras de monitoramento no local, mas ainda não há previsão para a instalação.

Continue lendo

Brasil

Médica é afastada no 1º dia de trabalho, após atender jovem com perfuração no pulmão em UPA e mandá-lo para casa em MT

Paciente foi levado novamente à unidade de saúde e outro médico diagnosticou a perfuração. Jovem continua internado e, segundo a família, estado de saúde é grave.

Publicado em

Do G1
Aluno de 18 anos foi esfaqueado nas costas — Foto: PM-MT/ Divulgação

Uma médica foi afastada das funções que exerce em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, após atender um jovem de 18 anos que estaria com uma perfuração no pulmão e liberá-lo. O G1 não conseguiu contato com a médica, nem com a defesa dela.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o fato ocorreu no primeiro dia de trabalho dela, naquela unidade.

O jovem procurou a unidade depois de ter recebido uma facada nas costas, na terça-feira (16). O golpe teria sido desferido por um adolescente de 15 anos. A agressão ocorreu próximo à escola onde os dois estudam, no Bairro Rota do Sol.

De acordo com o secretário de Saúde, Luís Fábio Marchioro, a médica atendeu o adolescente, fez um curativo e o mandou para casa. Mais tarde, ainda sentindo dores, o jovem voltou à UPA e foi atendido por outro profissional.

No segundo atendimento, o médico teria diagnosticado uma possível perfuração no pulmão e hemorragia. Assim, o paciente foi encaminhado para o Hospital Regional de Sorriso.

Segundo a família, o estado de saúde do menino é grave.

O secretário também lamentou o fato e confirmou o afastamento da profissional por tempo indeterminado.

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas