Fique conectado

Brasil

Ministro do STF manda bloquear contas na internet de quem atacar Corte

Publicado em

191

Ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decretou ontem (21) medidas para bloquear qualquer conta na internet que estiver dedicada a atacar o tribunal. De acordo com O Globo, o ministro já ordenou buscas em São Paulo e Alagoas como primeira diligência do inquérito aberto para investigar ataques à Corte. Moraes também acredita que as mensagens de ódio sejam sustentadas por grupos interessados em desestabilizar o trabalho do STF.

Vale relembrar que o cerco também aperta no WhatsApp

O inquérito aberto está em sigilo, por isso, não foi possível encontrar mais detalhes — foi aberto pelo presidente do tribunal Dias Toffoli. Porém, a Delegacia de Crimes Virtuais de São Paulo faz apoio ao movimento de Moraes.

Além da delegacia, delegados da Polícia Federal e Polícia Civil auxiliam nos trabalhos. O ministro Alexandre de Moraes adicionou que a participação de delegados é necessária para a investigação de notícias falsas (fake news), comunicações de crimes falsas, denúncias caluniosas e ameaças. Moraes ainda comentou se aparecerem suspeitas contra pessoas sem direito ao foro especial, a investigação será transferida para a primeira instância do Judiciário.

Vale relembrar que o cerco também aperta no WhatsApp : a quebra de sigilo de mensagens no WhatsApp para fins de investigação criminal precisa virar prioridade no Supremo Tribunal Federal (STF). É o que acredita o ministro Edson Fachin, em pedido ao presidente da corte, Dias Toffoli.

Segundo a Folha de SP, em ofício enviado ao gabinete de Toffoli na última sexta-feira (15), o ministro Fachin sugere que a quebra do sigilo do WhatsApp seja colocada na pauta de julgamentos do plenário no segundo semestre deste ano.

Brasil

Bebê é arremessado para fora de carro após acidente com motorista bêbado

Outra cinco pessoas ficaram feridas no acidente.

Publicado em

Do G1
Motorista bêbado perdeu o controle do carro, que rodou na pista e bateu de frente contra outro carro, em Laranjeiras do Sul — Foto: Divulgação/PRF
Motorista bêbado perdeu o controle do carro, que rodou na pista e bateu de frente contra outro carro, em Laranjeiras do Sul — Foto: Divulgação/PRF

Seis pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo um carro e uma caminhonete, na BR-158, em Laranjeiras do Sul, na região central do Paraná, na noite deste domingo (24). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista da caminhonete estava bêbado.

Segundo a polícia, o motorista alcoolizado perdeu o controle, rodou na pista e bateu de frente contra um carro que estava com excesso de lotação, com seis pessoas.

Seis ocupantes do carro ficaram feridos, entre eles um bebê de um ano que estava no colo da avó, no banco da frente, e foi arremessado para fora do veículo por causa do impacto. A criança foi socorrida com ferimentos leves.

O motorista do carro atingido pela caminhonete teve ferimentos graves.

As vítimas foram encaminhadas ao Hospital São Lucas, em Laranjeiras do Sul.

O motorista da caminhonete fez o teste do bafômetro, que registrou 0,9 miligrama de álcool por litro de ar expelido. À PRF, o motorista disse que passou o dia bebendo em um churrasco.

O homem, que saiu ileso da batida, foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Laranjeiras do Sul e preso.

Bebê que estava no banco da frente do carro foi arremessado para fora do veículo — Foto: Divulgação/PRF

Bebê que estava no banco da frente do carro foi arremessado para fora do veículo — Foto: Divulgação/PRF

Continue lendo

Brasil

Caçador se desequilibra, cai 3 metros de altura, arma dispara na queda e vítima morre em MT

Levantamento preliminar apontou que o caçador foi atingido por um disparo na altura das costas. Ele estava em cima de uma estrutura usada como base de observação onde os caçadores abatem animais na região.

Publicado em

Do G1
Policiais observam armadilha de onde o caçador teria caído e sido atingido acidentalmente pela própria arma em Nova Ubiratã — Foto: Daniel Silva/Arquivo Pessoal
Policiais observam armadilha de onde o caçador teria caído e sido atingido acidentalmente pela própria arma em Nova Ubiratã — Foto: Daniel Silva/Arquivo Pessoal

Um caçador morreu nesse final de semana depois de supostamente ser atingido por um tiro acidental no município de Nova Ubiratã, a 506 km de Cuiabá. Ele teria se desequilibrado, caído de uma altura de 3 metros e sido atingido na queda por um disparo acidental.

De acordo com a Polícia Militar, Luiz Vizollli, de 60 anos, morreu no sábado (22) enquanto caçava.

A suspeita é de que o tiro tenha sido feito acidentalmente. O caso aconteceu em uma propriedade rural localizada às margens da MT-140 no trecho que dá acesso ao município de Vera, a 486 km da capital.

Luiz foi encontrado caído perto de uma estrutura de madeira conhecida popularmente como ‘poleiro’. A estrutura, de 3 metros de altura, servia como base para observação onde os caçadores abatiam os animais silvestres que passavam.

Horas antes um amigo da vítima havia deixado o caçador no local e, ao retornar para buscá-lo, o encontrou sem vida.

Um levantamento preliminar apontou que Luiz foi atingido por um disparo na altura das costas.

Uma das causas mais prováveis apontada pelos investigadores da Polícia Civil é a de que o homem tenha se desequilibrado e despencado da estrutura de madeira.

Com a queda, a arma usada por ele, uma espingarda calibre 36, teria disparado acidentalmente.

A arma usada pelo homem para caçar foi encontrada ao lado do corpo dele com cinco munições intactas e outras duas deflagradas.

Policiais militares, investigadores da Polícia Civil e agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local para investigar o caso.

O corpo do caçador foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, para exame de necrópsia.

O local e horário do velório não foram divulgados.

Apesar de ser proibida, a caça de animais silvestres, alguns inclusive alguns ameaçados de extinção, ainda é muito comum na região. Quando identificados, os autores são autuados por crime ambiental e porte ilegal de arma de fogo.

SORRISO

Continue lendo

Brasil

Bebê sai ileso de acidente que deixou mãe e tio feridos na BR-369, diz PRF

Criança, de 2 anos, usava cadeirinha, segundo a polícia; acidente foi na manhã deste domingo (23).

Publicado em

Do G1
Acidente foi na manhã deste domingo (23) na BR-369, em Arapongas — Foto: PRF/Divulgação
Acidente foi na manhã deste domingo (23) na BR-369, em Arapongas — Foto: PRF/Divulgação

Um bebê, de dois anos, saiu ileso de um acidente que deixou a mãe, de 26 anos, e um tio, de 16 anos, feridos na BR-369, em Arapongas, no norte do Paraná, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O acidente foi na manhã deste domingo (23). Segundo a polícia, a criança estava na cadeirinha no banco traseiro. As vítimas foram levadas para um hospital da cidade com várias escoriações.

A PRF informou que a mulher perdeu o controle do carro após bater na barreira central da rodovia. Com o impacto, o veículo girou na pista e foi atingido por outro carro, que estava logo atrás.

O motorista do outro carro não teve ferimentos, segundo a polícia. Ele fez o teste do bafômetro, que não apontou ingestão de bebida alcoólica.

A outra motorista não fez o teste por ter sido levada ao hospital, mas a PRF informou que não apresentava sinais de embriaguez.

Segundo a polícia, a criança estava na cadeirinha no banco traseiro — Foto: PRF/Divulgação

Segundo a polícia, a criança estava na cadeirinha no banco traseiro — Foto: PRF/Divulgação

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas