Fique conectado

Brasil

Homem morre queimado ao tentar colocar fogo na ex em Curitiba

Casal estava separado há dois anos.

Publicado em

325

O HOMEM MORREU QUEIMADO AO TENTAR ATEAR FOGO NA EX-MULHER EM CURITIBA. (FOTO: TIAGO SILVA)

Um homem morreu queimado ao tentar atear fogo na sua ex-esposa por volta do meio-dia desta quarta-feira (8) no bairro Sítio Cercado, em Curitiba.

Segundo informações da Polícia Militar, o casal estava separado há dois anos e, inclusive, a mulher, de 50 anos, possuía uma medida protetiva contra o ex-marido, de 59 anos.

Tenta colocar fogo na ex

No entanto, nesta quarta, após inúmeras tentativas de reatar o casamento e inconformado com a negação da ex, ele tomou uma medida extrema.

Armado com um pedaço de pau e portando um galão de gasolina, o homem foi até a residência da ex-mulher, na Rua Corvina, com a intenção de colocar fogo na vítima.

Ainda conforme a PM, durante a confusão, a mulher conseguiu fugir enquanto ele permaneceu na casa em chamas e morreu carbonizado.

Casa destruída pelo fogo

Três caminhões do Corpo de Bombeiros foram deslocados para atender a ocorrência, mas, mesmo assim, a casa ficou completamente destruída e não foi possível salvar o incendiário.

“Quando o pessoal chegou para fazer o combate ao incêndio, a vítima masculina já estava em óbito”, explicou a tenente Priscila, do Corpo de Bombeiros.

Brasil

Carro fica destruído após atingir poste na PR-445 em Cambé

Poste quebrou e caiu em cima do veículo.

Publicado em

Foto: Divulgação / PRE
Foto: Divulgação / PRE

Um homem de 30 anos ficou ferido após sofrer um acidente na PR-445, em Cambé (PR) na madrugada deste domingo (26).

Conforme a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente foi próximo ao trevo da BR-369 e PR-445. O motorista seguia sentido Warta-Cambé quando perdeu o controle da direção do veículo e atingiu uma mureta de contenção, e depois, se chocou contra o poste que quebrou e caiu sobre o carro.

Ainda de acordo com a polícia, o motorista sofreu ferimentos leves e foi levado por outro motorista à Santa Casa de Cambé, onde ele foi atendido e liberado.

O carro, por sua vez, ficou completamente destruído. A PRE acredita que os airbags do veículo tenham reduzido a violência do impacto. A sistemática do acidente também impressiona, uma vez que pela destruição provocada, sugere-se que o motorista estava em alta velocidade.

A rodovia não precisou ser interditada, mas imóveis próximos ficaram sem energia elétrica até a manhã deste domingo.

Foto: Divulgação / PRE

Foto: Divulgação / PRE

Continue lendo

Brasil

Mulher morre após caminhão tombar em cima dela no Paraná

Caminhão ficou desgovernado e tombou sobre ela após descer estrada rural.

Publicado em

Do 24h
Foto: Alberto D'Angele / RPC TV Londrina
Foto: Alberto D'Angele / RPC TV Londrina

Uma mulher morreu após ser prensada por um caminhão na manhã deste domingo (26) na Estrada dos Coqueiros, na zona rural de Jataizinho, município da região metropolitana de Londrina, no Paraná.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a vítima estava dentro do veículo junto com o filho de 3 anos quando o acidente aconteceu. O marido dela estava manobrando um trator há alguns metros para carregar terra no caminhão, quando ouviu os pedidos de ajuda da mulher.

O caminhão desceu a estrada desgovernado e acabou tombando, lançando a mulher para fora do veículo e caindo sobre ela. No desespero para salvá-la e correr atrás do caminhão, o homem abandonou o trator, que também acabou por tombar em um barranco na lateral da estrada.

O menino, que é filho do casal, não se feriu no acidente.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram até o local, mas a mulher já estava em óbito embaixo do veículo e nada pode ser feito para resgatá-la. Um caminhão-guincho foi acionado para desvirar o outro caminhão e assim, ser feita a retirada do corpo da vítima.

O nome da mulher ainda não foi divulgado.

Foto: Alberto D’Angele / RPC TV Londrina

Foto: Alberto D’Angele / RPC TV Londrina

Continue lendo

Brasil

Mãe joga filha do 5º andar e se atira pela janela em seguida

O crime ocorreu em um edifício na Avenida Corifeu de Azevedo Marques, em São Paulo.

Publicado em

Agência Estado
Mãe joga filha do 5º andar e se atira pela janela em seguida

Uma mulher supostamente jogou a filha de três anos pela janela do quinto andar de um prédio na região do Jaguaré, na zona oeste de São Paulo, e se atirou em seguida, no início da madrugada desta sexta-feira (24). De acordo com o Corpo de Bombeiros, ambas as vítimas foram encaminhadas ainda com vida para o Hospital das Clínicas, por volta das 2h50. Segundo a unidade médica, o estado de saúde da criança é estável e a mãe teve múltiplas fraturas, com quadro grave.

O crime ocorreu em um edifício na Avenida Corifeu de Azevedo Marques. De acordo com a Polícia Civil, a mãe, Fernanda Fernandes Garcia, de 29 anos, cortou a tela de proteção da janela e por volta de 0h20 e atirou a filha enrolada em lençóis. Segundo a polícia, a menina estava dormindo quando foi arremessada pela janela em cima do para-brisa de um veículo que estava na garagem do prédio.

Depois de ter jogado a filha, a mulher passou cerca de uma hora trancada no próprio apartamento e ateou fogo às cortinas. Ela não respondeu à tentativa de negociação dos bombeiros ou dos policiais militares, e se jogou.

Caso Nardoni

O episódio lembra um crime que chocou o País: o assassinato de Isabella Nardoni, em 29 de março de 2008. O júri entendeu que os autores do crime foram o pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, condenados a 30 e 26 anos.

Alexandre, pai da criança, foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão, enquanto a madrasta Ana Carolina recebeu pena de 26 anos e oito meses. Os dois estão presos em penitenciárias de Tremembé, no interior paulista.

Em maio, Alexandre foi transferido para o regime semiaberto. Ele deixou sua cela na ala do regime fechado e foi levado para as dependências mais amplas do semiaberto na mesma penitenciária.

Anna Carolina Jatobá, condenada pelo mesmo crime, já é beneficiária das saídas temporárias desde 2017 e, no dia 7 de março, saiu da prisão para passar em casa o Dia das Mães.

Continue lendo
Silvana lopes
Plenitude
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas