Fique conectado

Brasil

Contran acaba com obrigatoriedade do uso de simuladores para tirar habilitação

Mudança, que havia sido prometida pelo presidente Jair Bolsonaro, começa a vigorar em 90 dias. Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, prevê redução no custo para tirar CNH.

Publicado em

240

Fim do simulador foi defendido pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro — Foto: Reprodução/TV Integração

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu nesta quinta-feira (13) que o uso de simuladores na formação de motoristas não será mais obrigatório. Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que preside o Contran, o uso do simulador será opcional.

A mudança, que havia sido defendida pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro, começa a valer em 90 dias. Na avaliação de Freitas, a retirada dos simuladores vai reduzir a burocracia e baixar, em até 15%, o custo para tirar a CNH.

Com fim da obrigatoriedade, a quantidade de horas-aula que o novo motorista tem que cumprir antes de retirar a carteira cairá de 25 para 20 horas.

Segundo o ministro, quando a exigência do simulador começou a vigorar o aluno passou a ter que fazer 25 horas de aula, sendo que 5 horas no simulador.

Segundo o secretário-executivo do Conselho, Jerry Dias, o condutor que optar por usar o simulador agora poderá fazer até 5 horas-aula no equipamento. Assim, ele seria obrigado a fazer pelo menos 15 horas de aula prática no veículo.

“São 15 horas obrigatórias no veículo. Ele pode fazer 20 horas no veículo ou, no mínimo, 15 horas no veículo, complementando com 5 horas no simulador”, disse.

Dias afirmou ainda que hoje o Contran tem mais de 100 resoluções tratando da formação de condutores e que o conselho quer reduzi-las.

Simulador era obrigatório nas autoescolas

Eficácia

“O simulador não tem eficácia comprovada, ninguém conseguiu comprovar que é importante para o condutor. Nos países ao redor do mundo não é obrigatório, mesmo em países com excelentes níveis de segurança no trânsito”, disse o ministro da Infraestrutura.

O secretário-executivo do ministério, Marcelo Sampaio, espera que auto-escolas que saíram do mercado possam voltar com o fim do simulador, o que também deve contribuir para baixar os custos para tirar habilitação.

Placa do Mercosul

O secretário-executivo do Contran, Jerry Dias, afirmou que o conselho está finalizando ajustes na implantação da placa Mercosul e que a obrigatoriedade dela deve ser adiada para o fim ano.

O prazo inicial para adoção da placa em todo o país nos veículos novos era 30 de junho.

Segundo Dias, o Contran deve retirar algumas obrigatoriedades que geravam custo para o emplacamento, o que deixará a nova placa com o preço similar a atual. Essas mudanças, no entanto, ainda serão analisadas pelo Contran.

Desde que assumiu, o presidente Jair Bolsonaro tem anunciado uma série de mudanças na legislação de trânsito. No início de junho, o presidente foi ao Congresso Nacional entregar um projeto de lei que altera o Código de Trânsito Brasileiro.

Entre as mudanças propostas estão o fim da multa para motoristas que transportarem crianças fora da cadeirinha, aumento no limite de pontos para que o motorista perca o direito de dirigir, de 20 para 40, e aumento no prazo de validade da carteira de motorista de 5 para 10 anos.

Brasil

Avião de pequeno porte cai próximo a aeroporto de Manaus e deixa dez feridos

Feridos foram encaminhados a hospitais na capital. Avião, que partiu de Manaus e seguia em direção à Maués, caiu em região de mata.

Publicado em

Do G1
Avião caiu por volta de 12h20 — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Um avião de pequeno porte com destino a Maués, a 276 km de Manaus, caiu na tarde desta segunda-feira (16) nas proximidades do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. Dez pessoas que estavam no voo foram resgatadas e encaminhadas a hospitais na capital.

A Infraero informou, por meio de nota, que o avião C-208, matrícula PT-MHC, partiu de Manaus para Maués às 12h26 e caiu instantes após a decolagem, em região de mata dentro da área do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. O Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico (SALVAERO) de Manaus ficou responsável por comandar as ações de resgate.

Os bombeiros foram acionados às 13h20 por um dos tripulantes. Até as 17h, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) registrou a entrada de nove vítimas nos Hospitais e Prontos Socorros (HPS) 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo, e uma delas já recebeu alta. A décima vítima foi transferida para um hospital particular em Manaus.

Helicóptero da FAB sobrevoou local para localizar vítimas — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Helicóptero da FAB sobrevoou local para localizar vítimas — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Duas das dez vítimas do acidente aéreo trabalham para o Governo do Amazonas. Vanna Agostinho da Mota, 33 anos, presta serviço à Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), por meio de contrato temporário firmado em parceria com a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades). Francisco Pereira de Souza, 40 anos, é funcionário comissionado da Secretaria de Estado de Trabalho (Setrab).

Vanna e Francisco fazem parte do Conselho Estadual de Assistência Social e estavam a caminho do município de Maués para visitar o Conselho de Assistência Social da cidade, com o objetivo de colher informações para a realização da conferência municipal que discutirá a política da assistência social no estado. A Seas informou que as passagens foram compradas para ambos por meio da empresa que presta esse serviço para a secretaria.

O Corpo de Bombeiros informou ainda que o local é de difícil acesso. Um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) foi acionado para fazer o resgate.

O aeroporto em Manaus, segundo a Infraero, foi fechado para decolagens e pousos por pouco mais de uma hora. Neste período, a Infraero informou que quatro voos foram afetados: dois alternaram para Santarém (PA), um foi para Boa Vista e outro retornou para a capital de Roraima.

Policiais militares também atenderam a ocorrência. O trânsito na Avenida Tarumã, que dá acesso ao local, foi afetado.

Continue lendo

Brasil

Bombeiros encontram corpo de adolescente que desapareceu em lago no Paraná

Menor de 12 anos e outro adolescente estavam nadando em um lago em Apucarana quando desapareceram na tarde de sábado (14). Corpo foi encontrado na tarde deste domingo (15).

Publicado em

Do G1
Bombeiros encontram corpo de adolescente que desapareceu em lago de Apucarana
Bombeiros encontram corpo de adolescente que desapareceu em lago de Apucarana

O corpo de um adolescente de 12 anos que morreu após se afogar em um lago de Apucarana, no norte do Paraná, foi encontrado na tarde deste domingo (15), segundo o Corpo de Bombeiros.

O menor e outro adolescente nadavam no lago do Parque da Raposa, por volta das 16h de sábado (14), quando desapareceram.

Segundo os bombeiros, o lago é uma área de lazer conhecida na cidade. As buscas pelos dois jovens começaram na sequência, mas o corpo de um deles só foi encontrado por volta das 15h deste domingo.

As equipes dos bombeiros continuam no local tentando localizar o segundo menor.

Continue lendo

Brasil

Filho diz ‘adeus’ à mãe em áudio antes de ser morto pelo pai em Londrina

Caso aconteceu na tarde desta sexta-feira (13).

Publicado em

Do Tem Londrina

Uma tragédia ocorreu na tarde desta sexta-feira (13) na PR-445, na Zona Sul de Londrina. Um pai provocou um acidente e matou o próprio filho, de apenas 9 anos, para se vingar da ex-esposa, com quem não aceitava a separação. Com a colisão, o homem também morreu.

Marcos Antônio Alves, de 45 anos, dirigia um Chevrolet Corsa, quando colidiu contra um caminhão na estrada. Ele morreu junto com o filho do casal, Matheus Gabriel Kuasne Oliveira, de 9 anos. Alves, gravou um vídeo antes de morrer dizendo para a ex-esposa o que pretendia fazer.

Segundo Erika Patrícia Kuasne, o ex-marido não aceitava o fim do relacionamento e dizia que iria matar o garoto para ela “aprender”. Para a mãe, Alves matou o filho: “Ele matou meu bebê. Meu filho foi assassinado”, disse.

A polícia teve acesso à uma gravação (ouça acima) que o rapaz enviou para o celular de Erika. No vídeo, Alves ameaça matar o próprio filho. “Vou fazer isso pra você sentir falta pro resto da sua vida”, disse. “Você achou que eu ia aceitar numa boa, ia ser o idiota da história?”, diz o homem ao se referir sobre a separação.

“Mãe, adeus”
Alves enviou uma outra mensagem perguntando se ela queria ouvir a voz do filho pela última vez. No vídeo, é possível ouvir o garoto dizendo: “Mãe, adeus.”

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas