Fique conectado

Brasil

Mulher e ex foram mortos após chamarem dona de festa de “vagabunda”

Segundo as investigações, Roseli Sousa Santos e Aneilton Vitorino da Silva teriam ofendido a aniversariante, irritando o companheiro dela.

Publicado em

909

ANDRÉ BORGES/ESP. PARA O METRÓPOLES

Investigadores da 6ª Delegacia de Polícia acreditam que os assassinatos de Roseli Sousa Santos, 33 anos, e Aneilton Vitorino da Silva, 29, no fim de semana, tenham acontecido após as vítimas chamarem a dona da casa onde ocorria uma festa de “vagabunda”, na região do Café Sem Troco, no Paranoá. Segundo testemunhas, o companheiro da mulher teria se irritado e iniciado a confusão. Ele é o suspeito do duplo homicídio.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), a mulher ofendida é também proprietária da casa onde ocorria a festa. Revoltado com a ofensa, o companheiro dela teria pegado uma faca e golpeado Rose primeiro. Aneilton, então, saiu em defesa da ex-esposa e mãe de seus filhos e, em luta corporal com o suspeito, acabou levando 10 facadas.

O companheiro da aniversariante teria, ainda, utilizado tijolos para matar Aneilton. Os golpes foram desferidos na região da cabeça da vítima. A PCDF tenta, agora, ouvir os demais participantes da festa que testemunharam os fatos. A faca utilizada no crime foi apreendida.

Ao site Metrópoles, a titular da 6ª DP, delegada Jane Klébia, diz que uma outra linha de investigação também será considerada pelos policiais: a de que Aneilton teria matado Roseli e, em seguida, foi linchado até a morte. Para ela, o casal dono da residência onde ocorria uma festa de aniversário é peça-chave para o esclarecimento do crime.

Os dois não foram localizados pela polícia. Até o momento, o que se sabe é que Roseli e Aneilton estavam separados há cerca de três meses. Eles foram casados por 10 anos e tinham sete filhos juntos. Há histórico de violência doméstica, mas a mulher nunca registrou ocorrência contra o companheiro porque não acreditava, conforme relatos de testemunhas, que ele iria fazer mal a ela.

Por volta das 5h, o pai da dona da casa estranhou que o som da festa foi desligado de repente. Ao chegar ao imóvel, se deparou com a casa vazia e o corpo de Roseli estendido no chão da cozinha. Ela foi atingida com pelo menos duas facadas no pescoço. No quintal, Aneilton estava de bruços. Além de socos e tijoladas, o homem levou 10 facadas, e ainda foi agredido com a grelha de churrasco e um rodo.

A versão inicial, confirmada pela delegada por volta das 9h30 de domingo (01/09/2019), era de feminicídio seguido de linchamento. Porém, no início da tarde, a reviravolta. Após relatos conflitantes de testemunhas, surgiu a nova linha de investigação: duplo homicídio.

“Recebi a notícia pela polícia. Ele era uma pessoa tranquila, mas do mundão. Eu não posso negar porque era meu filho. Muito ruim saber que ele morreu”, disse o pai de Aneilton, Anivan Vitorino da Silva. “Eu soube que era meu ex-cunhado, mas não sabia que a minha irmã também tinha sido morta. Ela tinha voltado para casa e não falou que iria para a festa. Não sabemos o que fazer para cuidar das crianças. Minha mãe está vindo de Minas”, lamentou Selma Souza, irmã de Roseli.

Roseli tinha nove filhos, sendo sete com Aneilton (Foto: Reprodução)

Brasil

Avião de pequeno porte cai próximo a aeroporto de Manaus e deixa dez feridos

Feridos foram encaminhados a hospitais na capital. Avião, que partiu de Manaus e seguia em direção à Maués, caiu em região de mata.

Publicado em

Do G1
Avião caiu por volta de 12h20 — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Um avião de pequeno porte com destino a Maués, a 276 km de Manaus, caiu na tarde desta segunda-feira (16) nas proximidades do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. Dez pessoas que estavam no voo foram resgatadas e encaminhadas a hospitais na capital.

A Infraero informou, por meio de nota, que o avião C-208, matrícula PT-MHC, partiu de Manaus para Maués às 12h26 e caiu instantes após a decolagem, em região de mata dentro da área do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. O Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico (SALVAERO) de Manaus ficou responsável por comandar as ações de resgate.

Os bombeiros foram acionados às 13h20 por um dos tripulantes. Até as 17h, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) registrou a entrada de nove vítimas nos Hospitais e Prontos Socorros (HPS) 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo, e uma delas já recebeu alta. A décima vítima foi transferida para um hospital particular em Manaus.

Helicóptero da FAB sobrevoou local para localizar vítimas — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Helicóptero da FAB sobrevoou local para localizar vítimas — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Duas das dez vítimas do acidente aéreo trabalham para o Governo do Amazonas. Vanna Agostinho da Mota, 33 anos, presta serviço à Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), por meio de contrato temporário firmado em parceria com a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades). Francisco Pereira de Souza, 40 anos, é funcionário comissionado da Secretaria de Estado de Trabalho (Setrab).

Vanna e Francisco fazem parte do Conselho Estadual de Assistência Social e estavam a caminho do município de Maués para visitar o Conselho de Assistência Social da cidade, com o objetivo de colher informações para a realização da conferência municipal que discutirá a política da assistência social no estado. A Seas informou que as passagens foram compradas para ambos por meio da empresa que presta esse serviço para a secretaria.

O Corpo de Bombeiros informou ainda que o local é de difícil acesso. Um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) foi acionado para fazer o resgate.

O aeroporto em Manaus, segundo a Infraero, foi fechado para decolagens e pousos por pouco mais de uma hora. Neste período, a Infraero informou que quatro voos foram afetados: dois alternaram para Santarém (PA), um foi para Boa Vista e outro retornou para a capital de Roraima.

Policiais militares também atenderam a ocorrência. O trânsito na Avenida Tarumã, que dá acesso ao local, foi afetado.

Continue lendo

Brasil

Bombeiros encontram corpo de adolescente que desapareceu em lago no Paraná

Menor de 12 anos e outro adolescente estavam nadando em um lago em Apucarana quando desapareceram na tarde de sábado (14). Corpo foi encontrado na tarde deste domingo (15).

Publicado em

Do G1
Bombeiros encontram corpo de adolescente que desapareceu em lago de Apucarana
Bombeiros encontram corpo de adolescente que desapareceu em lago de Apucarana

O corpo de um adolescente de 12 anos que morreu após se afogar em um lago de Apucarana, no norte do Paraná, foi encontrado na tarde deste domingo (15), segundo o Corpo de Bombeiros.

O menor e outro adolescente nadavam no lago do Parque da Raposa, por volta das 16h de sábado (14), quando desapareceram.

Segundo os bombeiros, o lago é uma área de lazer conhecida na cidade. As buscas pelos dois jovens começaram na sequência, mas o corpo de um deles só foi encontrado por volta das 15h deste domingo.

As equipes dos bombeiros continuam no local tentando localizar o segundo menor.

Continue lendo

Brasil

Filho diz ‘adeus’ à mãe em áudio antes de ser morto pelo pai em Londrina

Caso aconteceu na tarde desta sexta-feira (13).

Publicado em

Do Tem Londrina

Uma tragédia ocorreu na tarde desta sexta-feira (13) na PR-445, na Zona Sul de Londrina. Um pai provocou um acidente e matou o próprio filho, de apenas 9 anos, para se vingar da ex-esposa, com quem não aceitava a separação. Com a colisão, o homem também morreu.

Marcos Antônio Alves, de 45 anos, dirigia um Chevrolet Corsa, quando colidiu contra um caminhão na estrada. Ele morreu junto com o filho do casal, Matheus Gabriel Kuasne Oliveira, de 9 anos. Alves, gravou um vídeo antes de morrer dizendo para a ex-esposa o que pretendia fazer.

Segundo Erika Patrícia Kuasne, o ex-marido não aceitava o fim do relacionamento e dizia que iria matar o garoto para ela “aprender”. Para a mãe, Alves matou o filho: “Ele matou meu bebê. Meu filho foi assassinado”, disse.

A polícia teve acesso à uma gravação (ouça acima) que o rapaz enviou para o celular de Erika. No vídeo, Alves ameaça matar o próprio filho. “Vou fazer isso pra você sentir falta pro resto da sua vida”, disse. “Você achou que eu ia aceitar numa boa, ia ser o idiota da história?”, diz o homem ao se referir sobre a separação.

“Mãe, adeus”
Alves enviou uma outra mensagem perguntando se ela queria ouvir a voz do filho pela última vez. No vídeo, é possível ouvir o garoto dizendo: “Mãe, adeus.”

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas