Bebê morre de parada cardiorrespiratória após picada de escorpião

A criança chegou a tomar soro antiescorpiônico em Goiatuba, antes de ser encaminhada ao HDT em Goiânia.

Nesta quarta-feira (27) uma criança de um ano e dez meses morreu após ser picada por um escorpião onde morava. O menino estava no Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, após complicações causadas pela picada de um escorpião. Segundo a unidade de saúde, o bebê teve uma parada cardiorrespiratória.

O hospital informou, em nota, que o incidente aconteceu em Panamá, cidade da região oeste de Goiás onde a família do bebê mora. Ele foi picado na perna direita.

De acordo com o HDT, a criança foi levada, inicialmente, para a unidade de atendimento médico de Panamá. Depois, o bebê foi encaminhado para Goiatuba, onde foi feito o soro antiescorpiônico. Em seguida, transferiram o menino para o HDT, que é referência no tratamento de acidentes provocados por animais peçonhentos.

Uma médica, que preferiu não ser identificada, explicou que o menino teve um edema agudo no pulmão, que evoluiu para a parada cardiorrespiratória. Segundo ela, este foi o segundo caso de paciente picado por escorpião nesta semana. “O primeiro não morreu, mas ficou na UTI”, diz a médica.

#MAIS LIDAS DA SEMANA