Fique conectado

Brasil

Bebê morre de parada cardiorrespiratória após picada de escorpião

A criança chegou a tomar soro antiescorpiônico em Goiatuba, antes de ser encaminhada ao HDT em Goiânia.

Publicado em

825

Nesta quarta-feira (27) uma criança de um ano e dez meses morreu após ser picada por um escorpião onde morava. O menino estava no Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, após complicações causadas pela picada de um escorpião. Segundo a unidade de saúde, o bebê teve uma parada cardiorrespiratória.

O hospital informou, em nota, que o incidente aconteceu em Panamá, cidade da região oeste de Goiás onde a família do bebê mora. Ele foi picado na perna direita.

De acordo com o HDT, a criança foi levada, inicialmente, para a unidade de atendimento médico de Panamá. Depois, o bebê foi encaminhado para Goiatuba, onde foi feito o soro antiescorpiônico. Em seguida, transferiram o menino para o HDT, que é referência no tratamento de acidentes provocados por animais peçonhentos.

Uma médica, que preferiu não ser identificada, explicou que o menino teve um edema agudo no pulmão, que evoluiu para a parada cardiorrespiratória. Segundo ela, este foi o segundo caso de paciente picado por escorpião nesta semana. “O primeiro não morreu, mas ficou na UTI”, diz a médica.

Brasil

Funcionário do IML é demitido após fazer sexo com cadáver

Auxiliar de necropsia em Manaus estaria bêbado ao ser encontrado descendo de uma das mesas de exame, onde estava um corpo feminino.

Publicado em

Do Metrópoles
REPRODUÇÃO
REPRODUÇÃO

O Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) informou que pediu abertura de um inquérito policial para investigar denúncias de prática de necrofilia por um auxiliar de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) de Manaus.

A informação foi dada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em nota. O caso está sendo investigado pelo 27° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Segundo informações da SSP, o auxiliar de necropsia foi demitido juntamente com um colega do setor administrativo por faltas funcionais graves praticadas durante o plantão do dia 23 de novembro, em que ambos deixaram o expediente para assistir ao jogo final da Copa Libertadores da América e retornaram embriagados, segundo relatos de outros profissionais do plantão.

O auxiliar foi encontrado arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver do sexo feminino.

Continue lendo

Brasil

Cidade do interior de SP tem bilhetes com acusação de adultério espalhados nas ruas

Moradores foram surpreendidos com centenas de panfletos denunciando uma suposta traição.

Publicado em

Do Metrópoles
REPRODUÇÃO/TWITTER
REPRODUÇÃO/TWITTER

No interior de São Paulo, os moradores do município de Registro foram surpreendidos com centenas de bilhetes anônimos deixados na porta de uma loja no centro e em vários outros bairros na manhã desta segunda-feira (09/12/2019). Nos panfletos, o autor desconhecido denuncia um caso de traição envolvendo a proprietária do estabelecimento e um professor de artes marciais.

Conforme apurado pelo G1, os bilhetes apareceram, em um primeiro momento, em frente a uma loja localizada na av. Professor Jonas Banks Leite, no centro de Registro. Não demorou para que os bilhetes fossem jogados em outras partes da cidade. Imagens dos panfletos acabaram sendo compartilhadas em redes sociais por dezenas de moradores.

No texto dos bilhetes, o autor denuncia a traição da comerciante, que é aluna de Muay Thai de uma academia em Registro. Confira o recado na íntegra:

“A proprietária **** ******** (atual mulher do ******* ******) está traindo seu marido com seu “namorado” e seu treinador de Muay Thai, o Sr. ******. A próxima edição vem com fotos.”

Voluntários
Em contato com a Polícia Civil de Registro, nenhum caso de difamação foi notificado às autoridades até o início da tarde desta segunda. A Polícia Militar também não foi acionada para atender à ocorrência. Durante o dia, voluntários se reuniram para recolher os papéis abandonados.

Em nota, a academia onde o treinador trabalha informou que repudia veementemente tal atitude e que prestará total apoio ao colaborador e ao casal de amigos e clientes envolvidos no caso. “É uma inverdade imoral e criminosa. Temos certeza de que em breve tudo será esclarecido pelas autoridades competentes”, diz a nota.

Continue lendo

Brasil

Trigêmeos se afogam, homem tenta ajudar e todos morrem em MS

Caso aconteceu no Rio Paraná. Adolescente de 14 anos que estava no local com o grupo conseguiu escapar da correnteza.

Publicado em

Do Metrópoles
REPRODUÇÃO
REPRODUÇÃO

Uma tragédia abalou a cidade de Novo Mundo, em Mato Grosso do Sul, no último sábado (30/11/2019). Enquanto passeavam por uma das prainhas do Rio Paraná, quatro pessoas morreram afogadas – trigêmeos, de 13 anos, e um homem que estava com eles, de 47, amigo da família dos jovens. A informação é do portal G1.

Até agora, apenas os corpos de dois (Giovane e Bruna) dos trigêmeos que morreram afogados foram sepultados. A terceira adolescente (Bianca) ainda não foi encontrada pelos bombeiros.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os trigêmeos, o homem de 47 anos, e o filho dele, um garoto de 14 anos, estavam no rio quando uma das jovens se afastou do grupo. A menina afundou e, na tentativa de resgatá-la, os outros dois irmãos foram puxados pela correnteza e acabaram se afogando.

O pai, identificado como Marcos Roberto dos Santos, e o filho que estavam próximos tentaram ajudar os trigêmeos, mas também foram puxados pelo rio e afundaram. O garoto de 14 anos foi resgatado por pessoas que passeavam em uma embarcação, mas o homem morreu afogado.

O corpo de Marcos Roberto de Campos, de 47 anos, morador de Guaíra, foi sepultado no cemitério municipal de Guaíra, às 9h desta segunda-feira.

Os trigêmeos, duas meninas e um menino, moravam em Alto Piquiri, no Paraná. Os dois corpos localizados pelos bombeiros foram velados. Em homenagem às vítimas, o colégio estadual Manoel Bandeira, onde os irmãos estudavam, suspendeu as aulas e o prefeito decretou luto oficial de três dias

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas