Irmãos pescadores Tobias Magalhães, de 33 anos, e Miguel Joaquim, de 51 anos — Foto: Reprodução/Redes sociais

Dois irmãos pescadores morreram depois de um acidente que se tornou uma tragédia em São João da Barra, no Norte Fluminense. Um dos pescadores, identificado pelo Corpo de Bombeiros como Tobias do Espírito Santo, de 32 anos, foi arrastado para o mar depois de ficar preso em uma rede de pesca. O irmão dele, Miguel Joaquim da Silva, de 49 anos, se desesperou ao ver o irmão caçula morto e teve um infarto.

O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (12), em Atafona.

De acordo com testemunhas, Tobias estava soltando as redes quando uma corda agarrou em um dos pés dele e o puxou para dentro do mar. Os tripulantes de outra embarcação próxima, a “O Profeta I”, tentaram puxar a rede de volta para o barco, mas Tobias já estava morto.

Ao ver o que tinha acontecido com o irmão, Miguel, que já tinha problemas cardíacos, começou a passar mal. Os tripulantes então acionaram outra embarcação que já estava em alto mar e próximo deles, mas sem as redes lançadas, a “Roupa Nova”.

Ainda segundo testemunhas, Miguel chegou a ser socorrido pela embarcação para ser levado de volta para Atafona, mas o pescador sofreu um infarto e morreu ainda em alto mar.

Leia a matéria completa no site parceiro R15 Notícias.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Regra que obriga telemarketing a se identificar ainda tem baixa adesão

Medida entrou em vigor há um mês.

Governo lança material para prevenção da peste suína africana

Brasil está livre da doença que não tem cura ou tratamento.

Senado aprova ampliação de divulgação sobre jovens desaparecidos

Projeto volta para análise da Câmara.