Pacientes reclamam de atendimento improvisado em quadra de esportes

Mudança é devido à reformas em unidade de saúde de Assis, SP.

Atendimento foi direcionado devido à reformas em unidade de saúde (Foto: Reprodução/TV Tem)

A transferência de uma unidade de saúde para o prédio da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) devido a uma reforma tem causado transtornos para os pacientes de Assis. Além disso, com essa mudança, o atendimento da entidade referente às próteses também teve que mudar de lugar.

De forma improvisada, a quadra de esportes da APAE de Assis virou uma sala de espera e as consultas são realizadas em um cômodo dentro do prédio para atender aos pacientes vindos da unidade de saúde da Vila Cláudia. No entanto, a população reclama das condições do local. “As condições são péssimas porque a quadra é aberta e há muita friagem”, reclama a diarista Edinalva Caetano Lopes.

O motivo da mudança são as reformas na Unidade de Saúde da Família da Vila Claudia, que ficará fechada por 90 dias. Segundo informações da prefeitura, o prazo para as obras é curto e não compensaria alugar outro espaço. “Estamos verificando a possibilidade de colocar uma tenda, lona ou algo que seja fácil colocar para que a condição de atendimento seja melhorada”, alega o diretor administrativo Almir Martinez Moreno.

De acordo com o coordenador das unidades básicas de saúde, o local foi escolhido por ser perto da unidade da Vila Cláudia. “Nós pensamos assim para que o melhor usuário seja atendimento, mas se eles tiverem dificuldade, podemos remanejar o atendimento para outro local”, alega Denival Carlos da Silva.

A Secretaria da Saúde aponta também que o espaço improvisado na APAE ainda passa por testes. Durante o tempo em que a sede da APAE estiver ocupada pela unidade de saúde, a colocação de próteses que era feita pela instituição está transferida para o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) no Jardim Paraná.

#MAIS LIDAS DA SEMANA