Fragmentos foram detectados ao redor do lago Chebarkul, na região de Chelyabinsk (Foto: Reprodução)
Fragmentos foram detectados ao redor do lago Chebarkul, na região de Chelyabinsk (Foto: Reprodução)

Cientistas russos disseram neste domingo ter encontrado fragmentos do meteorito que atingiu os Montes Urais na sexta-feira, deixando mais de mil feridos.

Um porta-voz da Universidade Federal dos Urais, Viktor Grohovsky, disse que os fragmentos foram detectados ao redor do lago Chebarkul, na região de Chelyabinsk.

Segundo Grohovsky, o material encontrado contém cerca de 10% de ferro.

Acredita-se que o meteoro tivesse cerca de 15 metros de diâmetro quando entrou na atmosfera e explodiu.

A maioria dos feridos sofreu cortes quando vidraças de prédios se estilhaçaram por conta do impacto.

A Academia Russa de Ciências calcula que o meteoro pesava cerca de 10 toneladas e viajava a uma velocidade de 54 mil quilômetros por hora.

Limpeza

Neste fim de semana, o governo russo iniciou uma operação de limpeza na região afetada, com o envio de mais de 20 mil funcionários aos Montes Urais para consertar os estragos provocados pela chuva de meteoritos da sexta-feira.

O Ministério de Emergências russo pediu calma à população, argumentando que os níveis de radiação na região estavam normais após a “chuva de meteoritos na forma de bolas de fogo”.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse que agradeceu a Deus que nenhum grande fragmento tenha caído sobre áreas densamente povoadas.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.