Cientistas usam roupa espacial para simular condições no planeta Marte

Simulação ocorreu na região norte do Deserto do Saara, na África.
Pesquisadores também testaram equipamentos e veículos.

Cientista com traje espacial participa de simulação no Deserto do Saara (Foto: Katja Zanella-Kux/Reuters)

Cientistas vestidos com trajes espaciais participaram de uma simulação das condições de vida no planeta Marte durante um mês inteiro, informaram agências internacionais nesta sexta-feira (22). Organizada pelo Fórum Espacial da Áustria, a simulação ocorreu na parte norte do Deserto do Saara, dentro do Marrocos, na África, e incluiu o teste de uma série de equipamentos.

A roupa espacial, chamada de Aouda.X, foi testada em situações de subida e descida de morros, na coleta de material do solo e com a montagem de instrumentos diversos.

A ideia é entender as limitações do traje para futuras missões com astronautas em Marte, segundo a Reuters. A pesquisa, que contou com a participação de mais de 23 países, foi realizada durante o mês de fevereiro.

Os cientistas informaram que a Aouda.X pode suportar temperaturas entre -100º C e 35º C. Na simulação com o traje espacial, os “astronautas” passaram por monitoramento médico, testes fisiológicos e psicológicos, além de fazerem experimentos com um sistema de detecção de vida extraterrestre, segundo agências internacionais.

Pesquisadores testam a roupa espacial Aouda.X (Foto: Katja Zanella-Kux/Reuters)
Cientista monta instrumentos no Deserto do Saara, durante simulação (Foto: Katja Zanella-Kux/Reuters)
Cientistas montam abrigo durante simulação das condições em Marte (Foto: Katja Zanella-Kux/Reuters)

#MAIS LIDAS DA SEMANA