Secretaria da Saúde realiza oficina sobre tratamento da tuberculose

O evento contou com a participação de médicos, enfermeiros e demais profissionais que atuam na rede básica de saúde.

O evento contou com a participação de médicos, enfermeiros e demais profissionais que atuam na rede básica de saúde.

A Prefeitura de Assis, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, através do GIPA (Grupo Integrado de Prevenção e Atenção a DST/HIV/AIDS e TB), realizou na manhã de quarta-feira, dia 30, na sala de reunião da Secretaria Municipal da Saúde, a oficina “Tratamento da Tuberculose na Atenção Básica”.

O evento contou com a participação de médicos, enfermeiros e demais profissionais que atuam na rede básica de saúde. Foram explanados alguns importantes pontos como a identificação imediata da tuberculose e sobre o tratamento de prevenção. A oficina foi ministrada pelo Dr. Luis Augusto Mazzeto.

Em seu convite de apresentação a Secretaria Municipal da Saúde informou que a “Tuberculose continua a merecer especial atenção dos profissionais de saúde, e da sociedade como um todo. Ainda obedece a todos os critérios de priorização de um agravo em saúde pública, ou seja, grande magnitude, transparência e vulnerabilidade, diagnosticar e tratar corretamente os casos de Tuberculose Pulmonar são as principais medidas para o controle da doença”.

“Realizamos o trabalho de prevenção o ano todo, mas, uma vez ao ano chamamos os médicos para verificar sobre o agravo da tuberculose, pois, essa doença tem preocupado todos os municípios e em Assis estamos realizando trabalho de prevenção, com o objetivo de combater a tuberculose em nosso município” disse a Coordenadora do GIPA, Maria do Carmo Paes.

A coordenadora ainda orientou sobre os cuidados com a doença, e disse que se a pessoa sentir algum sintoma deve-se procurar a unidade básica de saúde para exame, que é rápido e não tem a necessidade de se passar pelo medico.

Sintomas e tratamento da Tuberculose
Os sintomas geralmente são: tosse seca contínua; cansaço excessivo; febre; sudorese; falta de apetite; palidez; emagrecimento acentuado; rouquidão; fraqueza; prostração. O tratamento deve ser acompanhado de um profissional, e os antibióticos para tratamento são disponibilizados gratuitamente pelo Ministério da Saúde.

#MAIS LIDAS DA SEMANA