Secretaria Municipal da Saúde adquire mais três novos veículos
Secretaria Municipal da Saúde adquire mais três novos veículos

Na manhã de segunda-feira, dia oito, o Prefeito de Assis, Ricardo Pinheiro Santana, acompanhado da Vice-Prefeita, Dra. Lenilda Ramos e da Secretária Municipal de Saúde, Denise Fernandes, entregou três novos veículos à Secretaria da Saúde, que têm o objetivo de reestabelecer a frota e garantir o melhor atendimento à população.

Os veículos foram destinados ao Departamento de Vigilância, e durante a entrega a equipe responsável pelo setor também participou. São veículos designados aos departamentos da Dengue, Vigilância Sanitária, e equipe de tratamento à domicílio.

Os carros foram adquiridos através de recursos federais, conquistados por meio de projetos elaborados pela secretaria, junto à PAVISA (Programação das Ações de Vigilância Sanitária), e também visando os trabalhos da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), que será inaugurada em breve.

Essas aquisições integram uma nova frota de veículos, onde desde o início da atual gestão foram adquiridos 13 novos automóveis, ainda assim, são esperadas para ainda este mês, mais três ambulâncias.

“Nós recebemos a frota muito defasada, e não conseguíamos oferecer um serviço de qualidade á população, agora conseguimos suprir a demanda e realizar um grande atendimento aos munícipes” disse Almir Martinez, Diretor Administrativo da Secretaria da Saúde de Assis.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Covid-19: governo libera quarta dose para maiores de 40 anos

Ministério da Saúde pede à população que tome todas as doses da vacina.

Ministério da Saúde confirma 8º caso de varíola dos macacos no país

O sétimo caso foi confirmado na sexta-feira (17), no Rio de Grande do Sul.

Casos de varíola dos macacos chegam a 76 em todo o país

Informação é do Ministério da Saúde.