Santa Casa de Assis recebe mais de 1 tonelada de arroz da Credicana

A ação é realizada todos os anos pela Cooperativa. Doação promoverá estoque de pelo menos 3 meses à Organização Social de Saúde.

Doação promoverá estoque de pelo menos 3 meses ao Hospital.
Doação promoverá estoque de pelo menos 3 meses ao Hospital.

Na manhã da última quarta-feira (21), a Organização Social de Saúde – Santa Casa de Misericórdia de Assis recebeu a doação de mais de 1 tonelada de arroz da Cooperativa de Crédito Rural dos Produtores Agrícolas e Pecuários da Média Sorocabana – Credicana.

A ação é realizada todos os anos pela Cooperativa, que neste ano escolheu beneficiar também a OSS Santa Casa, por intermédio do Grupo de Voluntariado, que tem como presidente a senhora Dulce Stoppa Thomé.

Na entrega, Waldir Max Junior, presidente da Credicana recebeu os membros da Diretoria da OSS, Monsenhor Floriano de Oliveira Garcez (provedor Adjunto) representando o provedor Seijim Higa, Padre Carlos Augusto Martins Junior “Pe Juninho” (diretor de Relações Públicas e Ações Comunitárias), José Augusto Pires (secretário Geral) e Arnaldo Thomé (diretor Jurídico). Também estiveram presentes Aref Sabeh (vice-presidente do Conselho de Administração) e a voluntária Solange Coelho.

Doação promoverá estoque de pelo menos 3 meses ao Hospital.
Doação promoverá estoque de pelo menos 3 meses ao Hospital.

Segundo a nutricionista da OSS Santa Casa de Assis, Ana Carolina de Souza Freitas, no Hospital são consumidos cerca de 320 kilos/mês de arroz, com a doação, será possível manter o estoque por 3 meses.

A Diretoria e o Grupo de Voluntariado da Organização agradecem a Cooperativa Credicana, ao presidente Waldir Max Junior, a gerente Ilze Cristina Spitzer Simões e a toda equipe pela grande doação. Para a OSS são iniciativas e ajudas como estas que fazem com que a Santa Casa continue se mantendo firme e realizando sua missão diariamente, acolhendo e salvando milhares de vidas.

Doação promoverá estoque de pelo menos 3 meses ao Hospital.
Doação promoverá estoque de pelo menos 3 meses ao Hospital.

#MAIS LIDAS DA SEMANA