Ourinhos comemora credenciamento de Oncologia; Assis corre risco de perder o serviço

O credenciamento do HC de Ourinhos pode representar o descredenciamento do Hospital Regional de Assis, que presta o serviço à região.

aaaaa-1A notícia comemorada pela população de Ourinhos de que o Hospital do Câncer daquela cidade será credenciada pelo Ministério da Saúde para receber uma Unidade de Oncologia prestadora do serviço pelo SUS – Serviço Único de Saúde – pode representar o descredenciamento do Hospital Regional de Assis, que presta o serviço à  região.

O Jornal do Povo publicou a notícia ilustrada  com uma fotografia tendo o ex-deputado estadual do PSDB, Mauro Bragatto, cassado pela Justiça, ao lado de autoridades ourinhenses.

Em mensagem transmitida em redes sociais, o presidente da Câmara Municipal de Assis, Valmir Dionízio, admitiu que “INFELIZMENTE existe a possibilidade real de Assis ser descredenciada para que Ourinhos seja credenciada” e revelou que “a Direção do Hospital Regional de Assis ligou para o pessoal da Associação das Voluntárias de Combate ao Câncer e disse que está muito preocupada com essa notícia”. A atual diretora do Hospital Regional de Assis é a médica Lenilda Ramos, ex-vice-prefeita de Assis.

O CIVAP – Consórcio Intermunicipal do Vale Paranapanema- já teria se reunido na sexta-feira passada para discutir o assunto.

Enquanto em Assis reina a preocupação, em Ourinhos a população comemora.

Veja a notícia publicada no Jornal do Povo, em Ourinhos:

Liberado credenciamento do SUS para o Hospital do Câncer

Nesta sexta-feira, o diretor clínico do Hospital do Câncer de Ourinhos, o médico radioncologista Norberto de Souza Paes, recebeu o deputado federal Capitão Augusto para agradecer seus dois anos de empenho e a definição no credenciamento do SUS (Sistema Único de Saúde) para o serviço de oncologia do hospital, que já atendia convênios e particulares mas não permitia o atendimento gratuito para toda a população. Na última quarta-feira, o deputado esteve pessoalmente com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, solicitando um fim para a novela do credenciamento. “Fui incisivo com o ministro pois tinha certeza que ele não estava sabendo da morosidade na anuência da Secretaria de Estado da Saúde”, disse o deputado.

“Em nome da população, principalmente em nome das pessoas que mais necessitam, quero deixar o meu agradecimento pessoal ao brilhante e espetacular esforço do deputado federal Capitão Augusto”, declarou o diretor do Hospital do Câncer de Ourinhos, Norberto Paes.

Na audiência com o deputado Capitão Augusto, anteontem, o ministro Ricardo Barros demonstrou incômodo ao saber que a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo ainda não havia enviado ao Ministério o ofício validando o credenciamento com base nas visitas técnicas viabilizadas pelo deputado federal Capitão Augusto que atestaram a capacidade técnica do Hospital de Ourinhos, entrando em contato imediatamente com a Secretaria.

Segundo o Capitão, após o Carnaval, todos os trâmites necessários ao início dos atendimentos pelo Hospital de Ourinhos aos pacientes com câncer através do SUS, portanto, gratuitos, serão providenciados pelo Ministério da Saúde. “Agradeço enormemente ao ministro Ricardo Barros por seu apoio e também ao governador Geraldo Alckmin com quem também tratamos do assunto duas semanas atrás”, finalizou Capitão Augusto: Fonte – Jornal da Segunda

#MAIS LIDAS DA SEMANA