Fique conectado

Região

Paraguaçu Paulista registra primeira morte suspeita de gripe

Mulher de 65 anos estava internada no Hospital de Caridade de Paraguaçu e não havia tomado a vacina contra a gripe; a campanha prossegue até o próximo dia 31 em todas as unidades de Saúde.

Publicado em

138

Paraguaçu Paulista registra primeira morte suspeita de gripe

Foi registrada a primeira morte suspeita por gripe H1N1 em Paraguaçu Paulista, nesta quinta-feira (23), de acordo com a informação do Departamento de Saúde. Trata-se de uma mulher de 65 anos, cujo nome não foi divulgado, que não tomou a vacina contra a gripe e que estava internada na UTI – Unidade de Terapia Intensiva – do Hospital de Caridade de Paraguaçu.

O caso está sendo investigado pelo Departamento de Saúde, conforme informação da Vigilância Epidemiológica, que reforça o alerta de prevenção. “Chamo a atenção, principalmente, para a importância da vacinação em crianças de seis meses a menores de seis anos, idosos e gestantes. Esse grupo é considerado prioritário, pois é formado de pessoas mais vulneráveis e que correm maior risco de óbito se contraírem a gripe H1N1 e não estiverem vacinadas”, orientou a coordenadora do setor de Vigilância Epidemiológica do Departamento de Saúde, Gisele Oliveira.

Longe da meta

A uma semana do fim da campanha já que a vacinação segue até o dia 31 de maio, apenas 68% do público-alvo se vacinou contra a gripe em todo o país.

Em Paraguaçu Paulista foram vacinados 78% do público-alvo, sendo que a meta é 90%. Desse percentual, os que se vacinaram até agora está assim: crianças são 54%; gestante 68%; idosos 74%; trabalhadores da Saúde 117%; professores 106%; crônicos 64%; e puérperas 84%.

Na região, o índice também não é dos melhores: 65%. E no estado de São Paulo, 62% do público-alvo foram vacinados. Todos os dados são do Ministério da Saúde e estão atualizados até o último dia 23 de maio.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza, que teve início no dia 10 de abril, continua até o fim da próxima semana, no dia 31 de maio. “A vacina está disponível de graça nas unidades de saúde de todo município. Para diminuir a circulação do vírus é preciso que todas as pessoas que fazem parte do público prioritário da campanha se vacinem. A vacina é a forma mais eficaz de evitar a doença”, afirmou a diretora de Saúde de Paraguaçu Paulista, Cristiane Bonfim.

O H1N1 é um subtipo da influenza, agente causador da gripe. O vírus é dividido em tipos e subtipos. As letras (A e B, por exemplo) referem-se ao tipo, já as formas (H3N2, H1N1) são subtipos. Segundo o Ministério da Saúde, todos são igualmente preocupantes, sem uma maior letalidade em nenhum deles.

O público-alvo para vacinação contra a gripe é composto por:

– Pessoas com 60 anos ou mais

– Mulheres com até 45 dias do parto

– Trabalhadores da área da saúde

– Professores de escolas públicas e privadas

– Povos indígenas

– Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

– Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade em medida socioeducativa

– População privada de liberdade

– Servidores do sistema prisional

A escolha do público prioritário no Brasil segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Polícia

Incêndio deixa casa e carro destruídos em Ourinhos

Segundo o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido. Caso foi registrado no bairro Vila São Luiz.

Publicado em

Do G1
Incêndio atingiu uma casa de madeira no bairro Vila São Luiz, em Ourinhos — Foto: Renata Tibúrcio/Arquivo pessoal
Incêndio atingiu uma casa de madeira no bairro Vila São Luiz, em Ourinhos — Foto: Renata Tibúrcio/Arquivo pessoal

Um incêndio destruiu uma casa e um carro, na noite deste domingo (23), em Ourinhos (SP). Apesar dos danos, ninguém ficou ferido.

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma equipe foi acionada para controlar um incêndio em uma casa de madeira no bairro Vila São Luiz.

Ao comparecerem ao local, os bombeiros encontraram uma mulher, que informou que morava sozinha e que teria colocado fogo em um colchão com a ajuda de um isqueiro e um cigarro.

As chamas se alastraram e a residência e o veículo, que estava na garagem, ficaram totalmente destruídos.

Ainda de acordo com os bombeiros, a residência tinha sido entregue para a mulher há aproximadamente cinco anos e pertencia a sua tia. Além disso, foram informados de que ela sofre de esquizofrenia, depressão e bipolaridade.

A suspeita e a tia foram encaminhadas à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Ourinhos, onde foi registrado boletim de ocorrência por incêndio culposo, mas foram liberadas na sequência.

Continue lendo

Polícia

Homem morre após cair em tubulação de destilaria em Platina

Vítima de 56 anos não era funcionário da empresa e não teria visto o buraco, segundo a Polícia Civil. Caso foi registrado como morte acidental suspeita.

Publicado em

Do G1

Um homem de 56 anos morreu nesta segunda-feira (24) após cair em um buraco de aproximadamente três metros de profundidade em uma destilaria de Platina (SP).

Segundo informações da Polícia Civil, o motorista Hélio José Correa não era funcionário da destilaria e estava no local para recolher bagaços de cana para outra empresa.

Ainda segundo a polícia, a vítima não teria visto o buraco, que estava sinalizado, e caiu. O acidente só foi notado quando colegas de trabalho deram falta pelo motorista.

O Corpo de Bombeiros de Assis chegou a ser acionado, mas o motorista foi resgatado sem vida. O caso foi registrado na delegacia de Platina como morte acidental suspeita.

Continue lendo

Polícia

Homem tem ferimentos leves após capotar carro na região de Marília

Motorista teve apenas ferimentos leves e recusou o atendimento.

Publicado em

Do Marília Notícia
Motorista teve ferimentos leves (Foto: Divulgação)
Motorista teve ferimentos leves (Foto: Divulgação)

Um veículo capotou na estrada que dá acesso ao Distrito de Rosália em Marília (SP) na noite de deste domingo (23).

De acordo com o Corpo de Bombeiros o acidente aconteceu por volta das 19h30. O motorista do veículo acabou perdendo o controle e capotando.

Os Bombeiros foram chamados, mas o motorista teve apenas ferimentos leves e recusou o atendimento.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas