A manhã da terça-feira (23), entrou para a história de Assis, com a assinatura do Convênio celebrado entre a Fundação Educacional do Município de Assis – FEMA e a Santa Casa de Assis. Um grande presente no ano que a Santa Casa comemora 100 anos.

O Convênio firmado tem o objetivo de promover o internato dos alunos do curso de Medicina, oportunizando a integração e o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes para o exercício profissional. Em contrapartida, permitirá a Organização Hospitalar realizar uma ampla reforma e ampliação da sua estrutura, abrangendo as áreas de atendimento SUS (possibilitando enfermarias com apenas dois leitos e banheiro), cozinha e o refeitório de uso de colaboradores e futuramente também dos alunos de Medicina.

A oficialização do Convênio ocorreu na sala da Direção, no campus da Fema e foi assinado pelo presidente do Conselho Curador, Arildo José de Almeida, pela provedora da Santa Casa Profª Drª Telma Gonçalves Carneiro Spera de Andrade e pelo diretor executivo da Fundação Prof. Ms. Eduardo Augusto Vella Gonçalves. Após a assinatura, o documento foi encaminhado para a Câmara Municipal de Assis para aprovação, em seguida serão iniciados os trâmites legais para o início das obras.

Na oportunidade, o Presidente da Fema Arildo destacou que o Convênio foi aprovado por unanimidade pelo Conselho Curador. O Diretor Prof. Ms Eduardo falou que a Santa Casa é o Hospital de referência SUS para a cidade de Assis e que Fema e Santa Casa não poderiam ficar de fora no processo de integração entre ensino e serviço.

A Provedora Telma destacou a grandiosidade dos objetivos do Convênio e afirmou que a população será a mais beneficiada. ‘Primeiramente quero agradecer a Fema por tudo que tem feito pela cidade de Assis, especialmente na área da saúde. Nesse momento é importante ressaltar que a Santa Casa vem se reorganizando e se modernizando, e ter uma instituição de ensino e pesquisa dentro do Hospital é primordial, porque quando se presta assistência à saúde com uma base sólida de ensino e pesquisa a tendência é aprimoramento e a vinda de novas tecnologias de forma imediata. Na Santa Casa de Assis aproximadamente 80% dos atendimentos são SUS e essa parceria com a Fema está trazendo uma implementação de investimento em estrutura física e uma remodelagem na assistência. As enfermarias, que hoje possuem três leitos apertados, serão melhoradas com apenas dois leitos cada e um sanitário anexo. Ao mesmo tempo que a Fema está abençoando a Santa Casa e diretamente a população de Assis, que terá um atendimento SUS com dignidade, ela também está contemplando seus alunos e professores com o que deve ser realizado na prática da saúde no Brasil.  Em especial quero registrar meus agradecimentos aos Diretores e Conselheiros da Santa Casa de Assis que apoiaram esse projeto.’

Telma destacou também que o Convênio prevê a reforma da cozinha e do refeitório de colaboradores da instituição, o que é muito importante.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Aprovado piso de dois salários mínimos para agentes comunitários de saúde

Agentes comunitários de todo o país acompanharam as votações no Congresso.

Primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil é confirmado na cidade de São Paulo

Os sintomas iniciais costumam ser febre, dor de cabeça, dores musculares, dor nas costas, calafrios e exaustão.

Idosos acima de 50 anos recebem a quarta dose da vacina contra Covid-19

Também serão aplicadas vacinas contra a gripe à população acima de seis meses de idade .

Menino engasga e é salvo pelo próprio pai com manobra de Heimlich 

O menino engasgou com o pirulito após o doce sair do palito.