Fique conectado

Saúde

Santa Casa de Assis e FEMA assinam parceria

O Convênio promoverá uma grande reforma na ala de internação SUS da Santa Casa de Assis.

Publicado em

499

Santa Casa de Assis e FEMA assinam parceria (Foto: Divulgação)

A manhã da terça-feira (23), entrou para a história de Assis, com a assinatura do Convênio celebrado entre a Fundação Educacional do Município de Assis – FEMA e a Santa Casa de Assis. Um grande presente no ano que a Santa Casa comemora 100 anos.

O Convênio firmado tem o objetivo de promover o internato dos alunos do curso de Medicina, oportunizando a integração e o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes para o exercício profissional. Em contrapartida, permitirá a Organização Hospitalar realizar uma ampla reforma e ampliação da sua estrutura, abrangendo as áreas de atendimento SUS (possibilitando enfermarias com apenas dois leitos e banheiro), cozinha e o refeitório de uso de colaboradores e futuramente também dos alunos de Medicina.

A oficialização do Convênio ocorreu na sala da Direção, no campus da Fema e foi assinado pelo presidente do Conselho Curador, Arildo José de Almeida, pela provedora da Santa Casa Profª Drª Telma Gonçalves Carneiro Spera de Andrade e pelo diretor executivo da Fundação Prof. Ms. Eduardo Augusto Vella Gonçalves. Após a assinatura, o documento foi encaminhado para a Câmara Municipal de Assis para aprovação, em seguida serão iniciados os trâmites legais para o início das obras.

Na oportunidade, o Presidente da Fema Arildo destacou que o Convênio foi aprovado por unanimidade pelo Conselho Curador. O Diretor Prof. Ms Eduardo falou que a Santa Casa é o Hospital de referência SUS para a cidade de Assis e que Fema e Santa Casa não poderiam ficar de fora no processo de integração entre ensino e serviço.

A Provedora Telma destacou a grandiosidade dos objetivos do Convênio e afirmou que a população será a mais beneficiada. ‘Primeiramente quero agradecer a Fema por tudo que tem feito pela cidade de Assis, especialmente na área da saúde. Nesse momento é importante ressaltar que a Santa Casa vem se reorganizando e se modernizando, e ter uma instituição de ensino e pesquisa dentro do Hospital é primordial, porque quando se presta assistência à saúde com uma base sólida de ensino e pesquisa a tendência é aprimoramento e a vinda de novas tecnologias de forma imediata. Na Santa Casa de Assis aproximadamente 80% dos atendimentos são SUS e essa parceria com a Fema está trazendo uma implementação de investimento em estrutura física e uma remodelagem na assistência. As enfermarias, que hoje possuem três leitos apertados, serão melhoradas com apenas dois leitos cada e um sanitário anexo. Ao mesmo tempo que a Fema está abençoando a Santa Casa e diretamente a população de Assis, que terá um atendimento SUS com dignidade, ela também está contemplando seus alunos e professores com o que deve ser realizado na prática da saúde no Brasil.  Em especial quero registrar meus agradecimentos aos Diretores e Conselheiros da Santa Casa de Assis que apoiaram esse projeto.’

Telma destacou também que o Convênio prevê a reforma da cozinha e do refeitório de colaboradores da instituição, o que é muito importante.

Saúde

Assis chega aos 9 casos confirmados de Dengue

Além disso há outras 23 notificações da doença.

Publicado em

Assessoria
Assis registra 9 casos de Dengue neste ano e Prefeitura pede colaboração da população (Foto: Departamento de Comunicação)
Assis registra 9 casos de Dengue neste ano e Prefeitura pede colaboração da população (Foto: Departamento de Comunicação)

De acordo com Radar da Dengue, Assis já registra nesse ano 9 casos de Dengue confirmados, enquanto 23 são notificados. Para conter que mais casos sejam registrados nesse período que é propício à proliferação do mosquito Aedes aegypti, a Secretaria da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, pede colaboração da população.

Nilsa Leite, coordenadora da V.E., faz um apelo aos munícipes para que cuidem de seus quintais evitando o acúmulo de materiais inservíveis e não deixando vasos e outros recipientes com água.

A Prefeitura tem feito o bloqueio manual, visto que o Estado ainda não disponibilizou o inseticida Matathion, para nebulização, o que está previsto para o início de fevereiro.

“Enquanto não recebemos o inseticida temos feito um trabalho casa a casa orientando os moradores quanto aos cuidados que devem ter para que o mosquito não se prolifere”, diz a coordenadora.

Continue lendo

Polícia

Menino morre com suspeita de febre maculosa em Ipaussu

Caso está sendo investigado e a secretaria aguarda os resultados de exames para confirmar a causa da morte.

Publicado em

Do G1
Doença é transmitida pelo carrapato-estrela — Foto: Reprodução TV TEM
Doença é transmitida pelo carrapato-estrela — Foto: Reprodução TV TEM

Um menino de 11 anos morreu na segunda-feira (20), na Santa Casa de Ipaussu, com suspeita de febre maculosa. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a morte foi confirmada duas horas depois que ele chegou no hospital.

O caso foi registrado como “morte indeterminada”, mas a suspeita da febre maculosa é porque o menino costumava brincar em um parque que tem capivaras, animal hospedeiro do carrapato estrela, que transmite a doença.

O caso está sendo investigado e a secretaria aguarda os resultados de exames para confirmar a causa da morte.

A prefeitura de Ipaussu informou que está dando todo o respaldo à família da vítima, e que todas as medidas no combate à febre maculosa vêm sendo tomadas em relação ao manejo das capivaras.

Em outubro do ano passado, a morte de um adolescente de 15 anos por febre maculosa foi confirmada na cidade. Thiago Baroni Costa morreu no dia 3 de outubro de 2019 e a confirmação da causa aconteceu através de exame feito pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo.

O adolescente era filho de um dos vereadores de Ipaussu e a prefeitura chegou até decretar luto oficial no dia seguinte à morte dele. O caso foi o segundo registrado na cidade em 2019 e o primeiro de morte em decorrência da doença.

 

Continue lendo

Saúde

Vacina Pentavalente já está disponível nas UBSs

Os lotes da vacina Pentavalente chegaram em Assis na segunda-feira.

Publicado em

Foto: Departamento de Comunicação
Foto: Departamento de Comunicação

A Prefeitura de Assis informa que recebeu um lote com mil doses da vacina Pentavalente do Governo Federal e que já estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde a partir de quarta-feira (15).

A Pentavalente imuniza contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite e outras doenças causadas pelo Haemophilus influenzae tipo B, e é realizada em três doses sendo a primeira aos dois meses de idade, a segunda aos quatro meses e a terceira aos seis meses.

A Secretaria da Saúde tinha um estoque que se esgotou em dezembro, e estava sendo feita a reposição aos poucos, pois sua compra havia sido suspendida pelo Ministério da Saúde, que aos poucos está regularizando a emissão de lotes da vacina para os municípios.

 

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas