Assis tem leve queda de casos novos, mas a média diária de óbitos continua alta

Taxa de ocupação hospitalar em leitos de UTI continua 100% (Foto: Reprodução/JSOL)

Taxa de ocupação hospitalar em leitos de UTI continua 100% (Foto: Reprodução/JSOL)

Na manhã desta segunda-feira (19), a Secretaria Municipal da Saúde divulgou o mais recente boletim que acompanha a evolução da pandemia de Covid-19 em Assis (SP).

Os números, comparados com as informações da semana anterior, retratam uma pequena queda de novos registros da doença, mas a média diária de óbitos continua muito alta.

A cidade chega a 29.034 notificações registradas nas unidades de saúde desde março de 2020. Desse total, 20.039 exames apresentaram resultado ‘negativo’. Das 7.761 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, 7.054 já são consideradas ‘recuperadas’ pela Vigilância Epidemiológica por terem concluído isolamento domiciliar ou recebido alta médica.

A semana começa com 1.234 moradores de Assis aguardando resultado de exames encaminhados para análise em laboratório e encerramento de caso.

Desde a sexta-feira, dia 16, quando havia sido divulgado o último boletim, a cidade apresentou 126 novos registros da doença, o que representa uma média diária de 42 casos. No início da semana passada, eram mais de 120 confirmações por dia.

No entanto, com 10 mortes no final de semana, Assis totaliza 213 óbitos.

Em 19 dias de abril, 62 vidas se perderam por complicações decorrentes do novo coronavírus.

No final de semana, morreram seis mulheres (46, 49, 49, 52, 62 e 78 anos de idade) e quatro homens com 30, 52, 68 e 95 anos).

A Vigilância Epidemiológica ainda aguarda o resultado de exame para concluir a investigação da causa da morte de uma mulher de 82 anos.

INTERNADOS

O número de pacientes hospitalizados em Assis continua acima dos três dígitos. Nesta segunda-feira, 103 pessoas estavam internadas nos três hospitais da cidade, sendo 61 assisenses e 42 moradores da região.

Dos pacientes de Assis, 22 estavam em leitos de UTI, sendo 11 mulheres e 11 homens. Nas enfermarias, eram atendidos 22 homens e 17 mulheres.

A Secretaria da Saúde não revela a idade dos hospitalizados.

*JSol

#MAIS LIDAS DA SEMANA