Fique conectado

Comércio

Pequenos estabelecimentos varejistas geram vagas em Assis em 2017

No ano de 2017, de janeiro a junho, as empresas com até quatro funcionários possuem geração de 65 vagas.

Publicado em

316

Pequenos estabelecimentos varejistas geram vagas em Assis em 2017 (Foto: Reprodução)

Naturalmente não é de hoje que se sabe e se noticia o quanto a atual crise brasileira assola o comércio varejista. Dentre as formas deste impacto, frisa-se o impacto ao mercado de trabalho formal do varejo, principalmente nos anos de 2015 e 2016, mas ainda com importantes reflexos negativos também em 2017. Contudo, a FecomercioSP, na tentativa de aprofundar sua observação dos reflexos da atual recessão na movimentação de vínculos celetistas nos setores varejistas, não apenas o fez ao cunho regional e municipal, mas também, neste caso, para o porte dos estabelecimentos. Isto é, aplicamos uma lupa ao desempenho do mercado de trabalho dos municípios, por atividades varejistas e tamanhos dos estabelecimentos, para avaliar em qual extrato por porte de empregadores há mais destaque.

No município de Assis, em junho de 2017, o varejo passou por uma perda de 76 vagas. Se fossemos avaliar apenas estabelecimentos varejistas com até 4 empregados no início do ano, o saldo seria negativo em apenas 7 postos de trabalho, puxado pelas lojas de eletrodomésticos e eletrônicos, com -6 vagas. No restante dos extratos há retração de vagas ou estabilidade, com exceção aos três vínculos criados por estabelecimentos varejistas com 50 a 99 trabalhadores empregados.

No ano de 2017, de janeiro a junho, o varejo de Assis perdeu 155 vagas formais, porém observando o desempenho pelo tamanho dos estabelecimentos visualiza-se que as empresas com até quatro funcionários possuem geração de 65 vagas. Nos estabelecimentos com cinco funcionários ou mais, o saldo é negativo em 220 vagas neste primeiro semestre.

Em doze meses, no saldo acumulado de julho de 2016 a junho de 2017, quando há extinção de 230 postos de trabalho no varejo local, considerando apenas os estabelecimentos com até quatro trabalhadores em seu quadro funcional, o saldo é positivo em 110 novos vínculos trabalhistas formais. Mais uma vez, em todos os outros extratos de estabelecimentos há mais desligamentos que admissões, ou praticamente estabilidade. Destaca-se o desempenho dos estabelecimentos de materiais de construção com até quatro trabalhadores, que em 12 meses possuem geração de 49 vínculos celetistas.

Os números acima mostram uma realidade interessante em Assis. No semestre e em doze meses há geração de postos de trabalho celetistas em pequenos estabelecimentos, com até quatro trabalhadores. Em momentos em que há menos admissões que desligamentos no total do varejo, as pequenas empresas amenizam um saldo que poderia ser pior, e em momentos com saldo positivo de vagas, estes estabelecimentos potencializam a geração de vínculos.

Algumas análises podem ser tiradas destes números. Primeiramente, mesmo num momento de retração do emprego, os pequenos estabelecimentos, por características intrínsecas ao seu tamanho, têm menos capacidade de subsistir diminuindo quadro funcional, portanto os que mantem portas abertas possuem ao menos mais estabilidade de vagas. Outra importante realidade é o aumento de micro e pequenas empregadores, muitos formados por antigos trabalhadores celetistas que foram desligados anteriormente.

Ressalta-se, por fim, as características do pequeno varejo, muitos localizados em bairros, com proximidade e fidelidade de clientes bastante significativas. Em suma, mesmo em crises, o desempenho dos pequenos estabelecimentos é um alento e tem ao menos caráter estabilizador, para não dizer de destaque pela geração de novas oportunidades de trabalho formal.

Publicidade

Comércio

Confira o horário de funcionamento do comércio de Assis neste sábado (23)

De acordo com a ACIA, as lojas devem abrir suas portas às 9h.

Publicado em

Do AssisNews

A Associação Comercial e Industrial de Assis (ACIA), divulgou o horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais de Assis para este sábado (23).

De acordo com a ACIA, as lojas devem abrir suas portas às 9h da manhã e seguem funcionando até as 17h.

Shopping

Já o Assis Plaza Shopping inicia seu funcionamento às 10h e segue até as 22h.

Continue lendo

Comércio

Sincomerciários inicia distribuição de Vale Material Escolar

O vale será no valor de R$ 50 por aluno. Para retirar o vale é necessário estar com as mensalidades devem estar em dia.

Publicado em

Do AssisNews
Sincomerciários inicia distribuição de Vale Material Escolar

Teve início essa semana a distribuição do Vale Material Escolar pelo Sincomerciários de Assis aos seus associados. O prazo para a retirada vai até dia 28 de fevereiro. O Sindicato fica na Rua Brasil, 30 e o atendimento é das 8h às 18 horas. Mais informações pelo telefone 3322-2611.

O vale será no valor de R$ 50 por aluno (somente filhos de sócios e sócios titulares), e a retirada do material nas papelarias (Palimércio, Cia do Papel E HM Papelaria). O Sindicato informa que as mensalidades devem estar em dia.

Considerando o alcance social e pedagógico de incentivo a educação, a diretoria do Sincomerciários, através do presidente Vagner Campos mantém a distribuição do vale escolar, uma forma de auxiliar no orçamento das famílias comerciárias. “É ainda um incentivo aos comerciários que estudam a se aprofundarem na profissão, com objetivo de se capacitarem para terem melhores condições de vida no futuro”, ressalta.

Continue lendo

Comércio

Dívida acumulada no comércio de Assis chega a R$ 9,3 milhões

Segundo Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) inadimplência do consumidor assisense cresceu 5.96%.

Publicado em

Do AssisNews
Avenida Rui Barbosa, principal avenida comercial de Assis (Foto: Reprodução)

O mês de dezembro fechou o ano de 2018 com um recorde no valor de débito acumulado no comércio de Assis de R$ 9.376.724,38, comparado a novembro cresceu 5.96%. Somente no mês de dezembro foram 1.679 inclusões, um número alto para um mês tão aguardado pelos comerciantes, são R$ 528.152,10 que deixaram de circular pelas lojas, impactando na tomada de decisão para investimentos em pessoal, produtos e expansão da loja.

Os dados são do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da ACIA – Associação Comercial e Industrial de Assis. De acordo com a gerente, Gheisa Alexandre, foram 17.664 CPF´S incluídos no SCPC, com um total de 31.310 dívidas, sendo que alguns possuem mais de uma dívida.

A ACIA, através do SCPC Boa Vista oferece soluções que permitem analisar o cliente, recomenda o melhor negócio e facilita a sua venda. A família Acerta mostra restrições, informações comportamentais e avaliação de risco. Para mais informações basta ligar no 3302-4401 e agendar uma visita.

Para o presidente da ACIA, Nami Sabeh, a única forma de diminuir essa inadimplência é que o comerciante seja cauteloso na concessão do crédito. “Antes de tomar qualquer decisão, é importante consultar os serviços disponibilizados pela ACIA ao associado com condições especiais, para assim evitar riscos. O SCPC Boa Vista é rápido e prático e facilita a vida do empresário com a venda mais segura”, defende.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Silvana lopes
Solutudo 300
Plenitude
Publicidade

FaceNews

Mais lidas