Ricardo Pinheiro se reúne com representantes do Galpão Cultural

Entre os projetos que estão localizados no Galpão Cultural estão a Circus e o Zimbauê.

Durante a reunião foram apresentados projetos e ideias de reestruturação (Foto: Assessoria)

Na segunda-feira, dia 13, o Prefeito Ricardo Pinheiro Santana esteve reunido com os responsáveis pelo no Galpão Cultural de Assis, e conheceu as instalações do local, além de ser informado sobre os cursos e trabalhos culturais realizados.

Localizado na Travessa Sorocabana, 40, o Galpão Cultural foi fundado em 2006 com o objetivo de desenvolver diversas manifestações culturais de várias linguagens artísticas. Atualmente, o espaço oferece cursos de Capoeira, Teatro, Dança, Literatura e Cursinho Pré-Vestibular.

Durante a reunião foram apresentados projetos e ideias de reestruturação, além de ser reivindicado o apoio do poder público para a continuidade dos projetos e manutenção do Galpão Cultural.

Pinheiro informou que a Administração Municipal está passando por um processo de reestruturação, mas garantiu a intenção de colaborar ativamente com a cultura do município, e apoiar os artistas assisenses, elevando a arte na cidade.

A FAC (Fundação Assisense de Cultura) é uma importante parceira nesse processo de reestruturação, e esteve representada por Carlos Arévalo, que também garantiu o apoio da Fundação aos projetos do Galpão Cultural.

A Prefeitura de Assis está comprometida em garantir à população a melhor qualidade de vida e entretenimento, investindo em ações culturais que elevam o nome da cidade e dos artistas assisenses.

Entre os projetos que estão localizados no Galpão Cultural estão a Circus e o Zimbauê.

CIRCUS: Circuito de Interação de Redes Sociais é uma Organização não governamental, sem fins econômicos, de caráter autônomo e apartidária, fundada no ano de 2001. Participa constantemente de fóruns e encontros que discutem as políticas públicas culturais, o controle social da sociedade civil sobre o Estado e a gestão integrada de resíduos sólidos.

ZIMBAUÊ: O Instituto do Negro – Zimbauê, sociedade civil de assistência social, sem fins econômicos, de duração indeterminada, com sede e foro na cidade de Assis. Dentre as suas finalidades estão a promoção e a defesa de vens e direitos sociais, coletivos e difusos relativos ao patrimônio cultural, moral e material e aos direitos humanos dos negros e afrodescendentes.

#MAIS LIDAS DA SEMANA