MAPA promove exposição sobre Ranchinho

A exposição ficará aberta ao público até o dia 29 de novembro, com visitação gratuita. Escolas podem agendar visitas pelo telefone 3324-5874.

A mostra ficará aberta para visitação de 01 de outubro a 29 de novembro

O Museu de Arte Primitiva de Assis da FAC (Fundação Assisense de Cultura) abriu ontem, dia 01 de outubro, a exposição em homenagem ao artista assisense “Ranchinho”. A mostra, composta por 48 obras do próprio acervo do museu, retrata a trajetória artística do pintor.

A exposição “Ranchinho” ficará aberta ao público até o dia 29 de novembro, com visitação gratuita. O horário de funcionamento do MAPA é de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 18h. As escolas podem agendar visitas ao espaço pelo telefone 3324-5874.

Ranchinho: Filho de boias-frias, Sebastião Theodoro Paulino da Silva, o “Ranchinho”, nasceu em 1923, em Oscar Bressane, município próximo a Assis. O apelido advém pelo fato dele ter residido em pequenos ranchos abandonados nos arredores da cidade. Seu talento foi descoberto por José Nazareno Mimessi (1925-1991) na década de 70, que o incentivou a continuar a pintar.

Hoje, “Ranchinho” é um artista internacionalmente conhecido pela sua arte, mas lembrado com carinho pelos assisenses por seus hábitos nada convencionais de perambular pelas ruas da cidade e frequentar missas e funerais.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA