Assis recebe festival internacional contemporâneo de formas animadas

A 1ª edição do festival tem a programação gratuita para crianças e adultos.
Haverá a participação de artistas nacionais e internacionais.

ROTAS I – Festival Internacional Contemporâneo de Formas Animadas (Foto: Divulgação)

O município de Assis receberá entre os dias 04 e 07 de setembro de 2014, 1ª Edição do ROTAS – Festival Internacional Contemporâneo de Formas Animadas. O projeto inovador no Brasil tem o intuito de apresentar e debater os diferentes caminhos que o Teatro de Formas Animadas pode alcançar e ocupar no panorama contemporâneo.

O evento que tem a programação gratuita para crianças e adultos, contará com artistas nacionais e internacionais em espetáculos, mesas redondas, oficinas e também no nosso Cabaret.

Criado e organizado pelos artistas Fábio Supérbi, Juliana Notari e Rodrigo Andrade, profissionais envolvidos com o universo das marionetas há mais de uma década, o festival concretiza o desejo da equipe de realizar um grande encontro com discussões e apresentações desta forma de teatro.

Durante os 4 dias de evento, o  público poderá conferir as criações de 9 de companhias, 3 internacionais e 6 nacionais. A programação ocorrerá nas ruas da cidade de Assis, no Teatro Municipal Padre Enzo Ticinelli, no Galpão Cultural e no Centro Cultural Dona Pimpa.

Conheça as companhias, os espetáculos e os eventos do festival:

Companhias internacionais

Dorme – La Capra Ballerina (Foto: Divulgação)

LA CAPRA BALLERINA (ITÁLIA)
Fundada em 1997 pela bailarina italiana Laura Bartolomei e pelo ilustrador e escultor coreano-americano James Davies, a companhia La Capra Ballerina já passou pela Europa, pela América Central, pela América do Sul e pela Ásia. O grupo também organizou festivais internacionais de bonecos em várias cidadezinhas na região do Lácio, na Itália.

DORME
Concebido por Laura Bartolomei, o espetáculo Dorme é como uma dança lenta sustentada pela técnica de marionetes de pulso. Uma menina vai dormir e inicia uma viagem dentro de seus sonhos e pesadelos, belezas e medos: peixes com cara de humanos que voam; a descoberta do seu próprio eu saindo de um closet; a descoberta da luz, das sombras, de suas próprias mãos; o encontro com a morte do seu gato de estimação e o ritual de enterrar o animal; a queda na água e a sensação própria de morte apenas a tempo de acordar e perceber que era um sonho. De que maneira somos conscientes de nossa criatividade noturna?
Duração: 50 minutos. Classificação Indicativa: 7 anos.

Entremets de Diego Stirman (Foto: Divulgação)

DIEGO STIRMAN (FRANÇA/ARGENTINA)
Diego Stirman reside em Paris e é um grande nome do teatro de marionetes. Com o espetáculo Entremets já pecorreu diversos países, como França, Espanha, Canadá, Bélgica, Alemanha, Japão, Itália, entre outros. 

ENTREMETS
O espetáculo relata a viagem da mão do professor Stirman, mágico, charlatão, recordista de apneia e outras proezas. Um espetáculo sem fronteiras que parte de uma tragédia grega para terminar em um úmido arrozal vietnamita. Mágica tragédia em três atos para adultos e crianças de todas as idades.
Duração: 60 minutos. Classificação Indicativa: Livre 

Petits Pains Oublies – Creatures Compagnie (Foto: Divulgação)

CRÉATURES COMPAGNIE (FRANÇA)
Companhia francesa que atua na pesquisa e na criação de espetáculos de marionetas e formas animadas, além da produção e direção do Festival Kikloche.

PETITS PAINS OUBLIES – PEQUENOS PÃES ESQUECIDOS: EXPEDIÇÃO BRASIL
O espetáculo funciona como uma visita guiada dentro de uma pequena tenda-museu instalada em uma praça. Uma placa indicará a entrada do local que não será como outros museus já conhecidos. No interior, um guia certificado convida o público para descobrir os vestígios de uma civilização esquecida que transitava em ambos os lados do Atlântico. Esse povo era obcecado por confeitaria e deixou para trás uma grande quantidade de biscoitos antropomórficos. O projeto foi idealizado por Huber Jegat que já realizou o que ele chama de expedições em Quebec no Canadá e também em Israel. Na França, a primeira montagem do espetáculo aconteceu em 2004.
Duração: 20 minutos cada apresentação. Classificação Indicativa: 8 anos.

Companhias nacionais 

O Mamulengo dos Três Vinténs – Caravan Maschera (Foto: Divulgação)

CARAVAN MASCHERA (ATIBAIA, SP)
A Caravan Maschera tem um interesse comum de experimentar, recriar e rediscutir o teatro popular, sobretudo o teatro de rua e de bonecos. Suas referências de estudo e de pesquisa são a linguagem de máscaras da Commedia dell’Arte, Buratinos italianos, Mamulengos brasileiros e Marionetes. Fundada em 2010, destaca-se como companhia por possuir um trabalho de pesquisa teatral continuado entre Brasil (Atibaia-SP) e Europa (Módena- Itália). Frutos de um treinamento experimental da EACEA – Agência Europeia de Cultura e Arte, seus integrantes participaram de residências artísticas em diversas cidades localizadas em cinco diferentes países na Europa (Itália, França, Alemanha, República Checa e Espanha). 

O MAMULENGO DOS TRÊS VINTÉNS
Por meio da linguagem de teatro de bonecos de Mamulengos brasileiros, a Cia Caravan Maschera apresenta a Ópera dos Três Vinténs, de Bertold Brecht, que relata as desventuras de Mac Navalha (rei dos bandidos, cafetão e traficante) que se casa as escondidas com Polly, a filha do Sr. Peachum, Rei dos Mendigos. Isso desagrada a seu pai, que vai fazer de tudo para que Mac seja enforcado. Suas tentativas são frustradas, pois o Chefe de Polícia, Tiger Brown, é um velho camarada de Mac. Ainda assim, O Rei dos Mendigos e outros aliados do submundo conseguem finalmente prender Mac, que é condenado a ser enforcado.
Duração: 85 minutos. Classificação Indicativa: 18 anos.

O incrível ladrão de calcinhas – Trip Teatro de Animação (Foto: Divulgação)

TRIP TEATRO DE ANIMAÇÃO (RIO DO SUL, SANTA CATARINA)
A Trip Teatro tem o intuito de defender e divulgar o teatro, em especial o teatro de animação, como forma autêntica de expressão artística, difundido através do estudo, da prática e do intercâmbio. Criou em 2004, o “Centro de Pesquisa e Produção de Teatro de Animação” em Rio do Sul, desenvolvendo projetos culturais como festivais, eventos de formação e outras ações que lhe renderam diversos prêmios, como o Prêmio Itaú-UNICEF.  Sediada na cidade de Rio do Sul, capital do Alto Vale do Itajaí, foi homenageada com a Medalha de Mérito Cultural Cruz e Sousa, concedida pelo Conselho Estadual de Cultura e Governo do Estado de Santa Catarina em 2012. 

O INCRÍVEL LADRÃO DE CALCINHAS
O escritório do Detetive Bill Flecha é procurado por Srta. Velda, uma “mulher-fatal” que tem sua “peça íntima” roubada e pagará qualquer quantia para tê-la de volta. O que parecia um crime banal dá origem a uma série de outros crimes violentos, onde todos são suspeitos até que se prove o contrário, ou até que seus corpos sejam encontrados em algum beco escuro. Inspirado na vida e obra de Dashiell Hammett, considerado o pai da literatura policial moderna, o espetáculo utiliza uma técnica de construção de bonecos pouco conhecida no Brasil, a partir de modelos desenvolvidos por Hansjürgen Fettig em seu livro “Rod-Puppets & Table-Top Puppets (Standing Figures)”. A cenografia foi inspirada no “Expressionismo Alemão”, movimento artístico que contribuiu para o surgimento do Cine Noir.
Duração: 55 minutos. Classificação Indicativa: 18 anos.

Andi Rubistein – Presença-Ausência (Foto: Divulgação)

ANDI RUBISTEIN (SÃO PAULO, SP)
Fundadora do grupo internacional de teatro Foreign Landscapes, Andi Rubistein concebeu e atuou no espetáculo By the Willow que fez turnê pelos Estados Unidos, Costa Rica e Canadá. A criação recebeu o prêmio de melhor espetáculo original no Fringe Festival de Ottawa (2004). Foi revelação do New England Regional Puppetry Festival (2004) e recebeu uma “Citação de Excelência” da UNIMA-USA, maior prêmio de teatro de animação nos Estados Unidos. Em 2006, fundou o Lampejo de Teatro que foi contemplado com o Prêmio Myriam Muniz, da Funarte com o espetáculo “O Círculo de Salomão” que ficou em cartaz em diversos teatros de São Paulo. Mestre em Teatro de Animação pela University of Connecticut (2004).

PRESENÇA/AUSÊNCIA
Presença/Ausência é um espetáculo sobre o que não está mais aqui e tudo aquilo que está aqui. Um diálogo entre o vazio e o cheio. Uma mulher, uma tábua de passar roupas, uma montanha de fraldas de pano para passar. O que isso pode trazer? Uma busca melancólica de estar presente em todos os momentos, mesmo quando um buraco se abre dentro de nós. Uma brincadeira estética de objetos do cotidiano: fraldas, roupas, escovas de dente, cortinas. Peças  transformadas em seres com vida que convidam a viver mais um minuto.
Duração: 50 minutos. Classificação Indicativa: 18 anos. 

Esses olhos tão grandes da Cia Mevitevendo (Foto: Divulgação)

CIA MEVITEVENDO (SÃO PAULO, SP)
Desde 1998, a Mevitevendo atua exclusivamente com teatro de animação, ano em que veio do Rio Grande do Sul para São Paulo. Já montou 13 espetáculos e diversos projetos especiais, com apresentações em festivais e programações culturais de 19 estados brasileiros, na Espanha e na França. Dona de uma estética bastante particular, a companhia mistura referências de técnicas teatrais específicas com influências das artes visuais e do cinema de animação. Em seus espetáculos, atores, bonecos e máscaras recriam um mundo imaginário e esquisito, elaborando um jogo que alterna realidade e fantasia capaz de envolver públicos de todas as idades.

ESSES OLHOS TÃO GRANDES
Uma nova história… Com quase quatrocentos anos! Em um estranho teatro de bonecos, figuras esquecidas e empoeiradas revivem uma das mais conhecidas histórias de medo e aventura. Uma menina com grandes olhos curiosos decide viver o sonho de descobrir o mundo e, então, o velho teatro transforma-se em um lugar de maravilhas e mistérios. O perigo está por perto e um conhecido vilão fará de tudo para atrapalhar seu caminho. Mas, ela sabe que a vida é mais bela e engraçada quando se tem um chapéu de vento feito especialmente para percorrer a estrada.

ESSES OLHOS TÃO GRANDES é uma recriação do antigo conto Le Petit Chaperon Rouge de Charles Perrault. Um espetáculo para crianças curiosas e imaginativas e para adultos encantados com o mundo.
Duração: 50 minutos. Classificação Indicativa: 6 anos. 

O QUE DE QUE (SÃO PAULO, SP)
Em 2008, Rodrigo Andrade fundou a O que De que para o desenvolvimento de um trabalho de pesquisa sobre o teatro de animação e a relação com o ator. No universo circense, a companhia encontrou grande espaço para aprofundar a utilização dos bonecos em diferentes situações e reviver grandes esquetes de circo, com bonecos e atores. Na pesquisa de linguagem da companhia, o manipulador é mais encarado como uma criança que brinca com um boneco, com toda sua presença interpretativa, do que alguém que precisa se tornar invisível atrás dele. O ator/manipulador está vivo e atuante a todo o momento.

O JARDINEIRO DA LUA
Seu Antonio narra sua aventura de quando se tornou JARDINEIRO DA LUA aos 6 anos. Nesta história, descobriremos que a Lua é repleta de flores luminosas que precisam ser regadas por seu guardião do planeta Terra para manter sua luminosidade. Nesta aventura, o público viajará com o pequeno Toninho e seus amigos na descoberta de sua tarefa.
Duração: 50 minutos. Classificação Indicativa: 5 anos.

O Pequeno Grande Teatro – Cia Mala Caixeta de Teatro Surpresa (Foto: Divulgação)

CIA MALA CAIXETA DE TEATRO SURPRESA (SÃO PAULO, SP)
Tem como proposta a criação de espetáculos contemporâneos, utilizando brinquedos infantis na construção de cenários e personagens. Atualmente, trabalha com as técnicas do teatro lambe-lambe e teatro de papel.

O PEQUENO GRANDE TEATRO
Em três caixas de Teatro Lambe-Lambe acontecem peças de teatro em miniatura inspiradas livremente em clássicos da literatura mundial. Um espectador por vez pode conferir a história Os Lusos, de um navio que parte rumo às Índias e, no trajeto, enfrenta monstros marinhos e outros perigos até chegar à cidade de Calicute; a Selva, em que o índio Peri luta com onças bravas e perigosos bandeirantes e depois de tantos desafios encontra a jovem Ceci; e o Seco  que mostra uma família do árido sertão partindo em busca de uma vida melhor na cidade grande.
Duração: 3 minutos cada apresentação. Classificação Indicativa: 8 anos

Serviço:

ROTAS I

Festival Internacional Contemporâneo de Formas Animadas

GRÁTIS | De 4 a 7 de setembro de 2014 | Em Assis, São Paulo

http://www.festivalrotas.com.br/o-festival/

https://www.facebook.com/festivalrotas?fref=ts

#MAIS LIDAS DA SEMANA