Cândido Mota recebe I festival Paranapanema de teatro

Evento ocorre entre 24 e 26 e tem como objetivo valorizar o talento dos artistas das cidades próximas à Bacia do Paranapanema.

A população terá a oportunidade de assistir o filme “As viagens de Jerê” (Foto: Divulgação)

A comunidade de Cândido Mota recebe, entre os dias 24 e 26 de agosto, o I Festival Paranapanema de Teatro. Com apresentações de espetáculos produzidos por artistas paulistas, o evento gratuito é uma realização da Duke Energy, em parceria com a ONG Teatro de Tábuas, com o objetivo de criar pontes com os grupos existentes e propiciar um cenário para que novos possam surgir. Além dos espetáculos, haverá exibições de cinema.

A proposta contempla ainda a ideia de tirar artistas regionais do anonimato, dando a eles a oportunidade de mostrarem seus trabalhos e trocarem experiências com os demais participantes.

As apresentações ocorrem na Praça Monsenhor Davi, em frente ao Colégio Grupão, na rua Ângelo Pipolo. A diretora de Cultura de Cândido Mota, Elisabeth Baldo Borges dos Reis, considera que a atração é “uma maneira de enriquecer os conhecimentos culturais dos alunos e professores”. “Por isso, a expectativa é muito positiva”, enfatiza.

Programação
Na estreia da programação, no dia 24, artistas de Paraguaçu Paulista sobem ao palco para encantar os espectadores. Às 8h, se apresenta o Grupo Teatral Trupe Kei e, às 10h, Arca da Arte. À tarde, às 13h30, a atração será o grupo Juventude Itinerante.

Às 15h30 é a vez da Cia Teatral Evoarte, de Bernardino de Campos, seguida da Cia Dionísio”s, de Taquarituba, às 17h30. E para encerrar o primeiro dia do evento, o grupo avareense Tomaládácá, diverte o público às 19h30.

No segundo dia as atrações ficam por conta do Grupo Teatral de Martinópolis, às 8h, e Experimental Pés Descalços (Piraju), às 10h.

À tarde, a população terá a oportunidade de assistir o filme “As viagens de Jerê”. Haverá exibições às 13h30, 15h30 e 16h. A produção faz parte do projeto da Duke Energy, em parceria com a ONG Teatro de Tábuas e a Produtora Nada Audiovisual. Trata-se de uma fábula inédita que conta a história do jovem Jerê que, em seu último dia de aula no ensino médio, começa a questionar seu futuro. Tendo como cenário o Rio Paranapanema e a represa de Jurumirim, o garoto se perde no imaginário e começa a contracenar com personagens das lendas e causos da região.

O encerramento do festival será a partir das 14h, no dia 26. Na ocasião, o espetáculo fica por conta ONG Teatro de Tábuas, de Campinas. Em seguida, haverá a divulgação dos grupos premiados.

SOBRE A DUKE ENERGY
Há 15 anos a Duke Energy Geração Paranapanema S.A. – subsidiária da Duke Energy Corp, maior companhia do setor energético dos Estados Unidos – atua na produção e comercialização de energia elétrica por meio da administração de oito usinas hidrelétricas instaladas ao longo do Rio Paranapanema: Jurumirim, Chavantes, Salto Grande, Capivara, Taquaruçu, Rosana, Canoas I e Canoas II (estas últimas, operadas em consórcio com a Companhia Brasileira de Alumínio – CBA). Com capacidade total instalada de 2241 MW, a companhia é considerada uma das maiores geradoras privadas do País, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), respondendo, aproximadamente, por 2% da energia total produzida no Brasil.

#MAIS LIDAS DA SEMANA