Toyota, Nissan e Honda planejam cortar praticamente pela metade a produção na China, noticiou nesta segunda-feira o Nikkei, após a disputa territorial entre os países ter prejudicado as vendas das montadoras japonesas no maior mercado automotivo do mundo.

A Nissan suspenderá o turno noturno nas duas fábricas de veículos leves que tem na China e vai operar somente durante o dia, segundo o jornal. A montadora se negou a comentar o assunto.

Toyota e Honda planejam cortar a produção na China quase pela metade ao diminuir a jornada e a velocidade de produção, afirmou o jornal sem citar fontes.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Caixa paga Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final 8

Valor mínimo do benefício é R$ 400.

Custo da construção civil sobe 2,17% em maio, diz IBGE

Esta é a maior taxa desde julho de 2021.

Caixa paga Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final zero

Datas seguem modelo do Bolsa Família.