Impostômetro marca amanhã R$ 1,1 trilhão

Em 2012, valor foi alcançado dia 7/10, o que revela aumento da carga tributária; projeção é que até o final de 2013 valor chegue a R$ 1,67 trilhão

A projeção é que até o final de 2013 valor chegue a R$ 1,67 trilhão (Foto: Reprodução)

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo vai atingir R$ 1,1 trilhão nesta terça-feira (24/9), por volta das 20 horas. Esse é o montante pago em tributos por todos os brasileiros para União, estados e municípios.

Em 2012, a marca de R$ 1,1 trilhão foi alcançada no dia 7/10, o que revela aumento da carga tributária.

“O Brasil apresenta a maior carga tributária entre os países considerados emergentes, e supera inclusive a de algumas nações altamente desenvolvidas como Estados Unidos e Japão. E não temos o retorno de todo esse dinheiro”, afirma o presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato.

A projeção é que até o final de 2013 o Impostômetro marque R$ 1,7 trilhão.

Para se ter uma ideia dessa carga, a ACSP separou a porcentagem de tributos embutidos nos preços de alguns produtos eletrônicos. Quem for comprar um aparelho MP3 ou iPod paga 49,45% só de impostos. No caso de iPad ou tablet, chega a 39,12%. No preço do Playstation, e também dos cartuchos de jogos para videogames, 72,18% são tributos.

#MAIS LIDAS DA SEMANA