Pressão suspende reestruturação na Caixa

O recuo está sendo atribuído à forte reação dos trabalhadores desde que as mudanças unilaterais foram anunciadas pela presidente do banco.

Pressão suspende reestruturação na Caixa
Pressão suspende reestruturação na Caixa

A direção da Caixa enviou no dia 3 de maio, comunicado à Comissão Executiva dos Empregados suspendendo o processo de reestruturação na área meio. O recuo está sendo atribuído à forte reação dos trabalhadores desde que as mudanças unilaterais foram anunciadas pela presidenta do banco, Miriam Belchior, em 10 de março.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Assis e região, Helio Paiva Matos, afirma que a categoria continuará se empenhando para que haja reversão dos casos em que bancários foram prejudicados. Também será intensificada a mobilização por uma Caixa 100% pública. “Ou seja, que adote uma política que valorize o trabalhador e o usuário, e não a lógica de mercado”, disse.

Foi justamente para pressionar por reversão dos prejuízos com a reestruturação e pelo fortalecimento do banco público que o movimento sindical realizou um ato em frente à matriz do banco, em Brasília, no dia 4. O ato marcou o encerramento do seminário A Caixa é do povo brasileiro – Fortalecer a Caixa para construir o país que queremos.

Eleições
As eleições para conselhos Deliberativo e Fiscal da Funcef serão entre 16 e 18 de maio. O Sindicato apoia a Chapa 5, Funcef Pra Gente. A chapa mostra conhecimento, experiência e a proximidade com quem vai representar. Votar na chapa 5 é manter e valorizar um legado duramente conquistado pelos participantes. Por exemplo, avanços na democratização da gestão, melhorias nos planos e criação do Fundo de Revisão de Benefícios, conquistas importantes dos últimos anos.

#MAIS LIDAS DA SEMANA