Bancário deve denunciar se for pressionado a programa de demissão pela Caixa, diz sindicato

Segundo a Caixa, o público alvo terá indenização de 10 remunerações base do empregado, com isenção da cobrança de imposto de renda.

A atual gestão da Caixa está minando aos poucos a estrutura da instituição financeira pública. O Sindicato dos Bancários está cada vez mais preocupado com essa situação e desta vez a ofensiva vem por meio de um Programa de Desligamento Voluntário Extraordinário (PDVE) que almeja diminuir cerca de 10 mil postos de trabalho no banco público. Segundo a Caixa, o público alvo terá indenização de 10 remunerações base do empregado, com isenção da cobrança de imposto de renda.

“Os bancários têm de analisar friamente para tomar a melhor decisão e devem denunciar caso sejam pressionados em seu local de trabalho”, orienta o presidente do Sindicato, Helio Paiva Matos, que alerta que essa nova redução de pessoal irá coincidir com o pagamento de contas inativas do FGTS.

“A situação é cada vez mais preocupante, além de não haver novas contratações, o banco agora quer que os empregados peçam demissão. A população pode se revoltar com a Caixa e com os empregados devido às longas filas que devem se formar nas agências. E nós como representantes dos trabalhadores não podemos deixar que isso aconteça, fica aqui o alerta!”, ressalta.

#MAIS LIDAS DA SEMANA