Fique conectado

*

Preço do combustível chega a R$ 6,99 e motoristas fazem fila em postos de Marília

Valor foi reajustado para R$ 4,99 na manhã desta quinta-feira. Empresa que gerencia o transporte público na cidade também informou possível desabastecimento nos próximos dias.

Publicado em

195

A greve dos caminhoneiros contra a alta do diesel que começou na segunda-feira (21), causa reflexos no Centro-Oeste Paulista para os consumidores dos produtos que são transportados pelas estradas. O setor de combustíveis é um dos principais deles.

Em um posto de combustível na zona oeste de Marília (SP), por exemplo, o litro da gasolina chegou a custar R$6,99 e o do etanol R$4,87 – um aumento de quase 95% – na noite de quarta-feira (23).

Filas de carros se formaram no início da manhã desta quinta-feira (24) nos postos de gasolina (Foto: Reprodução/TV TEM)

Filas de carros se formaram no início da manhã desta quinta-feira (24) nos postos de gasolina (Foto: Reprodução/TV TEM)

Na manhã desta quinta-feira (24), os preços voltaram a baixar. No entanto, ainda estão cerca de 20 centavos acima do normal nos postos da cidade, mas isso não impediu que filas de carros se formassem.

O medo é do desabastecimento e, por isso, os motoristas estão optando por encher o tanque, mesmo com a gasolina a R$4,99 e o etanol a R$2,98.

A AMTU, empresa responsável pelo transporte público de Marília, informou, em nota, que os reservatórios de combustível são capazes de suprir a frota apenas até esta sexta-feira (25).

Também informou que a Emdurb foi notificada sobre a situação e, caso não consiga reabastecer, será preciso suspender o atendimento.

Estoque

Em Bauru (SP), donos de postos de combustíveis também já estão preocupados com a situação de desabastecimento. Na manhã desta quinta-feira, filas de veículos se formaram nos estabelecimentos e algumas pessoas estavam levando recipientes para “estocar” combustível.

Nesta quarta-feira (23) pela manhã alguns donos de postos foram à principal distribuidora e não conseguiram comprar combustíveis, que já estavam em falta. A previsão é que a partir desta quinta-feira (24) comece a faltar o produto ao consumidor.

Por isso, a prefeitura de Bauru, por precaução, limitou a quantidade de combustível liberado para as viaturas. A administração só liberou o abastecimento total para as viaturas da Secretaria de Saúde e para o Corpo de Bombeiros.

Alimentos

Em um frigorífico de Lençóis Paulista, por exemplo, a greve dos caminhoneiros fez a direção suspender a saída de 20 caminhões que levariam ao Porto de Santos produtos para exportação.

Além das exportações, o mercado interno também deverá ser prejudicado pela falta de transporte. Dos 60 veículos do frigorífico que abastecem o interior de São Paulo, 32 ainda não haviam voltado nesta quarta-feira (23) para recarregar.

A greve nas estradas fez com que a linha de produção ficasse parada e 650 animais deixaram de ser abatidos.

Se na mesa pode faltar carne, a situação não é diferente em relação aos legumes, verduras e frutas. Na Ceagesp de Bauru, alguns produtos deixaram de ser entregues e os preços dispararam.

As caixas de batata e cebola, por exemplo, tiveram aumento de 100% e foram comercializadas pelo dobro do valor dos últimos dias. O tomate também ficou mais caro e subiu 38%. Confira os valores:

O saco de 22 quilos de tomate passou de R$65 para R$130. Já o saco de 20 quilos de cebola que custava R$70, passou para R$140. E a maior mudança foi no preço da batata: o saco de 50 quilos passou de R$100 para R$250.

Consumidor do Centro-Oeste Paulista já sente reflexos da greve de caminhoneiros, Ceagesp, Bauru (Foto: TV TEM/Reprodução)

Além disso, o estoque de alimentos na Ceagesp já começa a aprensentar problemas. Dos 15 caminhões que abastecem o local, apenas 3 compareceram ao local nesta quinta-feira.

Correspondências atrasadas

A greve dos caminhoneiros também impactou de forma especial as operações dos Correios. Em nota, a empresa informa que, no interior paulista, 27% das correspondências deixaram de ser entregues na terça-feira (22). No país, esse índice foi de 19%.

Por isso, informa a estatal, foram temporariamente suspensas as postagens das encomendas com dia e hora marcados, como Sedex 10. Os Correios ainda aceitam postagem de Sedex e PAC, mas haverá acréscimo de dias no prazo de entrega.

Publicidade

*

Caminhão carregado com cerveja tomba e carga fica espalhada em rodovia

Carreta que tinha saído de Maringá (PR) e seguia no sentido de Agudos tombou no trevo para Lutécia. Motorista não se feriu e passageira foi socorrida com ferimentos leves.

Publicado em

Uma carreta que transportava cerveja tombou na manhã deste sábado (14) na rodovia José Bassil Dower (SP-421), em Paraguaçu Paulista (SP). As latas ficaram espalhadas pelo acostamento da rodovia.

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma das vias está interditada para a retirada do veículo e da carga.

Ainda de acordo com os bombeiros, a carreta, que tinha saído de Maringá (PR) e seguia no sentido de Agudos, tombou no trevo de acesso para a cidade de Lutécia.

O motorista não se feriu e a passageira foi socorrida com ferimentos leves para o pronto-socorro de Paraguaçu Paulista. Moradores da região estiveram no local e levaram parte da mercadoria espalhada. A empresa responsável pelos produtos não foi localizada.

Fardos de cerveja transportados pela carreta (Foto: Manoel Moreno)

Caminhão ficou tombado e via precisou ser interditada (Foto: Manoel Moreno)

Moradores levaram parte da carga de cervejas (Foto: Manoel Moreno)

Continue lendo

*

Casal cai em golpe e perde mais de R$ 40 mil ao tentar comprar carro

Vítimas de Cândido Mota trocaram mensagens com um homem que se dizia sócio do dono do veículo. Depois de depositarem o valor combinado, o estelionatário sumiu com o carro e com o dinheiro.

Publicado em

Um casal de Cândido Mota (SP) caiu em um golpe e perdeu mais de R$ 40 mil ao tentar comprar um carro pela internet.

A compra do veículo pela professora Priscila Oliveira e o marido foi planejada durante anos. Até que em um aplicativo de compra e venda os dois encontraram o carro com um preço que, segundo eles, seria a “oferta perfeita”.

Pelo celular, o casal trocou mensagens com o homem que se dizia sócio do dono do veículo. Depois de negociarem e combinarem uma data para que pudessem ver o carro, Priscila e o marido saíram de Cândido Mota e foram até Lins para se encontrarem com o rapaz.

Mensagens trocadas pelo casal com o suposto vendedor (Foto: Arquivo Pessoal)

Eles já tinham feito o depósito na quantia pedida pelo vendedor, cerca de R$ 42 mil. No entanto, chegando lá, ele não apareceu.

“Quando percebemos o que tinha acontecido, fomos direto para o banco. Chegando lá, nos orientaram a ir direto para a delegacia, pois o dinheiro já havia sido movimentado”, conta Priscila Oliveira.

No plantão, o casal tentou novamente entrar em contato com o suposto vendedor.

“Dissemos que estávamos na delegacia. Logo ele disse que iria devolver o dinheiro e, um tempo depois, nos mandou a foto de um comprovante de transferência. Mas meu nome estava escrito errado e foi aí que percebemos que aquilo também era falso”, relata a professora.

Depois disso, de acordo com o casal, o homem deletou o número e não foi mais possível entrar em contato com ele.

De acordo com Priscila, o estelionatário teria enganado ela, o marido e também o dono do veículo.

“A gente trabalha tanto. Tiramos dinheiro da nossa poupança, vendemos nosso próprio carro. Aí para chegar alguém e fazer uma coisa dessas? É muito cruel”, lamenta.

De acordo com o delegado da Polícia Civil de Lins, o caso está sendo investigado e procedimentos estão sendo realizados para que o dinheiro depositado pelo casal seja recuperado.

Casal de Cândido Mota viu fotos do carro pelo anúncio feito na internet (Foto: Reprodução/TV TEM)

Continue lendo

*

Coruja presa em buraco é resgatada pelos bombeiros em Ourinhos

Ave foi encontrada por trabalhadores de uma construção. Ela foi encaminhada para a base da Polícia Ambiental e será solta em seu habitat natural.

Publicado em

OCorpo de Bombeiros de Ourinhos (SP) resgatou, na manhã deste sábado (14), uma coruja que estava presa dentro de um buraco na Vila Santo Antônio.

De acordo com a corporação, a ave estava no fundo do buraco, que tem aproximadamente oito metros de profundidade.

Ela foi encontrada por trabalhadores de uma construção que acionaram os bombeiros.

De acordo com a equipe de resgate, a coruja não estava machucada. Ela foi encaminhada para a base da Polícia Ambiental e depois será solta em seu habitat natural.

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas