Praça de pedágio começa a cobrar tarifa em Paraguaçu Paulista

Cobrança teve início à 0h desta quinta-feira (12). Veja valores e tabela de desconto progressivo.

Novas praça de pedágio do centro-oeste paulista começam a cobrar tarifa nesta quinta-feira (12) - Foto: Eixo/Divulgação

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) autorizou para a 0h desta quinta-feira (12) o início da cobrança de tarifa na praça de pedágio instalada em rodovia de Paraguaçu Paulista, além de rodovias das cidades de Garça, Piratininga, Cabrália Paulista e Torrinha (SP).

Segundo a Artesp, o início da cobrança acontece após o cumprimento contratual, por parte da concessionária do trecho, de melhorias no pavimento e na sinalização, além da estrutura de serviços.

Sobre os preços definidos, haverá desconto de 5% para os motoristas que utilizarem as cabines com cobrança automática, com tags. (Veja valores abaixo)

Rod. Prefeito José Gagliardi (SP-284) – Km 458 – Paraguaçu Paulista
Cabine manual: R$ 6,00
Cabine automática: R$ 5,70

Rod. Comte. João Ribeiro de Barros (SP-294) – Km 425 – Garça
Cabine manual: R$ 8,80
Cabine automática: R$ 8,36

Rod. Comte. João Ribeiro de Barros (SP-294) – Km 370 – Piratininga
Cabine manual: R$ 9,70
Cabine automática: R$ 9,21

Rod. Dep. Amauri Barroso de Souza (SP-304) – Km 255 – Torrinha
Cabine manual: R$ 5,70
Cabine automática: R$ 5,41

Rod. Lourenço Lozano (SP-293) – Km 2 – Cabrália Paulista
Cabine manual: R$ 2,90
Cabine automática: R$ 2,75

Descontos progressivos

Nas novas praças, os veículos da categoria 1 (carros de passeio) contarão com descontos progressivos a partir da segunda passagem realizada na mesma praça de pedágio, no mesmo sentido de fluxo, e dentro de um mesmo mês.

Em uma simulação de passagens diárias pelas cabines automáticas com tarifa inicial de R$ 8,25, o motorista que pagaria ao final do mês o valor 256,06 vai pagar R$ 99,88 com o uso do sistema de desconto progressivo. (Veja na tabela abaixo)

A redução progressiva ocorre até a 30ª viagem no mês, conforme percentual fixo de redução em relação à tarifa cobrada na viagem anterior, até atingir a tarifa mínima determinada para a praça de pedágio, dentro de um mesmo mês.

A partir da 31ª viagem no mês, a tarifa mínima será cobrada em todas as viagens adicionais até o final do respectivo mês. Os valores serão descontados automaticamente para o pagamento da fatura enviada pela operadora da tag instalada no veículo.

Tabela de desconto progressivo na tarifa de pedágio - Foto: Eixo/Divugação
Tabela de desconto progressivo na tarifa de pedágio – Foto: Eixo/Divugação

#MAIS LIDAS DA SEMANA