Alunos de Química da FEMA avaliam qualidade da água em rio da região

O trabalho contou ainda com a análise em laboratório da água e apresentação dos resultados em um Seminário realizado em sala de aula na FEMA.

Amostras foram coletadas em trechos do Rio nos municípios de Platina, Assis e Cândido Mota.

Alunos do 2º ano do curso de Química da Fundação Educacional do Município de Assis – FEMA realizaram aferição de amostras de água do Rio Jacu queatravessa a região de Assis.

Os procedimentos foram realizados como atividade prática da disciplina de Química Ambiental, ministrada pela Profª Ms. Patrícia Cavani.

Segundo a Professora neste ano os alunos realizaram uma atividade diferenciada na disciplina, onde a proposta para o trabalho foi analisar a qualidade da água do Rio Jacu, verificando possíveis influências ambientais em pontos pré determinados para a coleta, relacionando estas interferências com  os resultados das análises e comparando os resultados com aqueles estabelecidos pela legislação do Conselho Nacional de Meio Ambiente – CONAMA, responsável por classificar os corpos d”agua.

O trabalho contou com a análise em laboratório da água.

As amostras foram coletadas em trechos do Rio nos municípios de Platina, Assis e Cândido Mota e dentre os parâmetros analisados foi verificado a quantidade de nitrogênio, fósforo, matéria orgânica, pH, entre outros; que caracterizam a qualidade da água e podem auxiliar na  atribuição dos seus usos.

Resultado – foi verificado pelos alunos da FEMA que alguns pontos apresentam uma alta concentração de nitrogênio e fósforo, o que indica que a água está recebendo fontes difusas desses poluentes, os quais deterioram a qualidade da mesma e comprometem seu uso. Estas fontes podem ser caracterizadas por resíduos de insumos utilizados na agricultura, em locais que se verificam, por exemplo, a ausência de mata ciliar. Efluentes domésticos também contribuem com o enriquecimento destas substâncias químicas nos corpos d”água. Um dos efeitos da presença em quantidade destes compostos na água seria o processo de eutrofização, quando há o desenvolvimento anormal de algas que desencadearão efeitos negativos para ao rio.

O trabalho contou ainda com a análise em laboratório da água e apresentação dos resultadosem um Semináriorealizado em sala de aula na FEMA.

Para a Profª Ms. Patrícia o trabalho promoveu a aplicação prática dos conteúdos assimilados em sala de aula e ainda colaborou com o controle ambiental, mensurando a qualidade da água do Rio Jacu e demonstrando para a comunidade como está a saúde dos rios da nossa região.

Alunos apresentaram os resultados em um Seminário realizado em sala de aula na FEMA.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA