Estudantes já podem consultar gabarito da prova do Acessa Escola

As vagas são para estudantes da 1ª e 2ª série do Ensino Médio da rede estadual. As respostas do exame podem ser verificadas no site da Fundap

Já está disponível para consulta no portal da Fundap (www.fundap.sp.gov.br) o gabarito da prova do Acessa Escola aos 9.395 estudantes que participaram da avaliação realizada no último domingo (11/11) nas 91 diretorias regionais de ensino da Secretaria de Estado da Educação. O exame é parte do processo seletivo para estágio nas salas de informática do programa. As vagas são para alunos da 1ª e 2ª série do Ensino Médio da rede estadual.

Os estudantes foram avaliados em língua portuguesa, matemática, informática e conhecimentos gerais. O processo seletivo vai suprir a demanda de estágio existente ou formar um banco de reserva nas escolas participantes do programa. A relação das unidades com vagas em aberto também está disponível no portal da Fundap.

O estágio
O Acessa Escola prevê um contrato de estágio de seis a 12 meses, que poderá ser prorrogado apenas uma vez pelo mesmo período. Todos os estagiários são supervisionados por assistentes técnico-pedagógicos das diretorias de ensino. Eles são responsáveis pelo atendimento aos usuários (alunos, professores e funcionários) nas salas de informática do programa, que permanecem abertas o dia todo nas escolas estaduais.

A carga horária de estágio é de quatro horas diárias, pela manhã, tarde ou noite. Além de capacitação na área de informática, também são oferecidos aos monitores bolsa-auxílio no valor de R$ 340 mensais e vale-transporte.

Sobre o Acessa Escola
Criado em 2008 pela Secretaria de Estado da Educação, o programa Acessa Escola é um dos maiores projetos de inclusão digital do Estado, que transforma as salas de informática das escolas da rede pública estadual em espaços de acesso livre à internet. A implantação obedece a um cronograma gradativo, levando em consideração critérios como: regiões com maior índice de vulnerabilidade social, condições físicas da sala de informática, tipo de link disponível, entre outros.

Em 2012, o programa chegou a mais de 3.400 escolas de todo o Estado, com um custo médio de implantação de R$ 36 mil por escola. Desde seu início, a ação já beneficiou mais de 4 milhões de usuários entre estudantes, docentes e servidores, contabilizando mais de 49,7 milhões de atendimentos.

#MAIS LIDAS DA SEMANA