Num mundo cheio de incertezas e oportunidades, o jovem que escolhe uma profissão muitas vezes se vê perdido diante de tantas opções que se apresentam.

Basta verificar que existem 1.240 cursos de Direito no Brasil, enquanto, no resto do mundo existem cerca de 1100 (dados MEC-2010). A Pedagogia apresenta mais de 1.400 opções de cursos espalhados pelo Brasil (MEC-2006); e, de Administração de Empresas, são mais de 1.800 opções de cursos (MEC-2010). Portanto, qualquer contribuição no momento de escolha é bem vindo.

Nesse contexto, o Centro de Pesquisa e Psicologia Aplicada (CPPA) da Unesp de Assis abriu as inscrições para Orientação Profissional. O serviço é dirigido aos jovens em situação de escolha profissional.

De modo descontraído, os jovens refletem sobre o mercado de trabalho, cursos e Universidades, profissões, as influencias da família, as pressões da escola, entre outros aspectos que certamente influenciam na escolha de uma profissão.

Paulo Motta, coordenador do projeto e professor da Unesp de Assis, conta com uma equipe de 15 estagiários que trabalham também nas escolas da região.

As inscrições se encerram no dia 30 de abril e os atendimentos começam em maio. Os encontros são em grupos formados de acordo com lista de inscrições. São de oito a doze encontros de 1 hora e quarenta cada encontro, uma vez por semana.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (18) 3302- 5905, com Silvia, e são gratuitas.

Informações gerais: [email protected]

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

EMEI Pequeno Polegar realiza exposição do meio ambiente

Atividades foram em alusão ao mês comemorativo de preservação do planeta.

Capacita Gov.br oferece cursos gratuitos de transformação digital

Novo ambiente reúne 74 cursos; seis são novos e têm inscrições abertas.

Aluno do 6º ano conquista medalha de ouro em olimpíada internacional de matemática

O autor do feito é o aluno Nicolas Oliveira, de 11 anos e aluno do 6º ano do fundamental.