Fema abrirá curso de Tecnologia em Fotografia

Instituição aguarda autorização definitiva; vestibular da primeira turma deve acontecer ainda neste ano

Prof. Ms. Paulo Miguel, docente da Fema e membro da Comissão que elaborou a proposta do novo curso.

Integrada às novas tendências e perspectivas do mercado de trabalho, a Fundação Educacional do Município de Assis (Fema) solicitou ao Conselho Estadual de Educação (CEE) a autorização para oferecer o curso de Tecnologiaem Fotografia. Oórgão já sinalizou positivamente à solicitação e agora a Fema aguarda a visita dos representantes do CEE para a autorização definitiva. O Diretor da Fema, Prof. Ms. Eduardo Augusto Vella Gonçalves, diz que a expectativa é de que ainda neste ano seja realizado o vestibular para a primeira turma de Tecnologia em Fotografia.

A proposta da Fema é atender quem já atua no mercado da fotografia, mas não têm formação, e o público interessado na área da comunicação. Os alunos encontrarão no curso, de curta duração, a oportunidade de sólida formação teórica e prática, em nível superior, adquirindo e aprimorando conhecimentos, principalmente relacionados à fotografia digital e programas de edição. A iniciativa também deve atrair quem pratica a fotografia como hobby, mas pretende fazer dela uma nova profissão.

“O profissional de Fotografia tem um amplo mercado para explorar, pois sua atuação pode ocorrer na área jornalística, documentando fatos, ou na área comercial, fotografando produtos e modelos para publicidade. Entretanto, o setor, que evolui constantemente com os avanços da tecnologia, traz também ao profissional o desafio da atualização e da atenção às novidades, como novas câmeras digitais e softwares de edição”, ressalta o professor de Fotografia da Fema, Paulo Miguel, que atuará no novo curso. “As novas tecnologias não só facilitaram, mas principalmente expandiram o mercado de fotografia, e a Fema vem atender a essa demanda na região”, complementa.

Segundo Paulo Miguel, a grade do curso foi composta para atender todas as áreas da fotografia, da jornalística à artística.  “O aluno, ao concluir a graduação, estará bem preparado para explorar os diversos nichos no mercado de trabalho, inclusive abrindo seu próprio negócio, e, pensando nisso, ofereceremos também a disciplina Empreendedorismo”, afirma o professor que dá aulas há 16 anos na Fema, e está há mais de 30 no mercado da fotografia, com atendimento a grandes veículos, como Folha de São Paulo e revistas Veja e Exame, e a agências de propaganda.

INFRAESTRUTURA
O curso de Tecnologia em Fotografia contará com excelente infraestrutura. O Laboratório de Fotografia passa por completa reforma e modernização. A Fema já adquiriu equipamentos fotográficos de última geração e investiu recursos para aquisição de publicações da área, que deverão integrar o acervo da biblioteca da instituição. As obras de reforma estão em fase adiantada e, em breve, os avaliadores do CEE devem visitar a Fundação para as últimas considerações sobre o novo curso.

O projeto do curso de Tecnologia em Fotografia da Fema foi elaborado com a colaboração da Direção, Coordenação de Comunicação e de docentes, entre eles os professores Ms. Paulo Henrique de Barros Miguel e Dr. João Henrique dos Santos.

Além desse curso, a Fema tem mais oito solicitações em análise no Conselho Estadual de Educação, para os cursos: Bachareladoem Ciências Contábeis, Tecnologia de Alimentos, Gestão Pública, Farmácia, Fisioterapia, Técnico em Segurança do Trabalho e Gestão de Agronegócios.

#MAIS LIDAS DA SEMANA