Professora da Unesp de Assis leciona no Santa Fe College

Premiada pela Comissão Fullbright, desenvolve estudos na área de ensino de línguas

Professora Regiani Aparecida Santos Zacarias (Foto: Reprodução)

Regiani Aparecida Santos Zacarias, professora da Unesp de Assis, foi premiadapela Comissão Fulbright como Professora Visitante para lecionar no Santa Fe College na cidade de Gainesville, Flórida, EUA, durante o ano letivo 2012-2013. A vaga para trabalhar no departamento de Ciências Humanas e Línguas foi aberta para acadêmicos da Argentina, Chile e Brasil e tinha como requisitos o domínio fluente de língua inglesa e de língua espanhola e a formação em Ciências Humanas e Sociais.

Veja entrevista de Regiani em inglês
 http://www.youtube.com/watch?v=cnt-dMvTq2Q&feature=share

“Ao tomar conhecimento da seleção, por meio da Assessoria de Relações Externas da Unesp, via escritório de assuntos internacionais de Assis, tive interesse em candidatar-me, primeiramente porque a Florida, Gainesville, e as informações enviadas pelo Santa Fe College se mostraram muito acolhedoras”, conta Regiani.

Advogada, com cursos de especialização em Direito e formada em Letras, Regiani é Mestre em Letras e Doutora em Estudos da Linguagem. professora de inglês na Unesp, Câmpus de Assis, desenvolve estudos e pesquisas na área de ensino e aprendizado de línguas. “A minha principal área de interesse e estudo é Lexicografia bilíngue português-inglês”, conta.

Durante o período em que esteve na instituição lecionou duas disciplinas por semestre. Em 2012, Humanidades da América Latina, juntamente com o Dr. William Little, também chefe do departamento de Humanidades e Línguas; e Política dos países em desenvolvimento, juntamente com a Dra. Vilma Fuentes, também assessora de relações exteriores do College. Em 2013, lecionou Topicos em redação avançada: Linguística e Lexicografia, juntamente com a Prof. Ms. Susan Miller, também chefe do departamento de Língua Inglesa; e Casamento e Família, juntamente com a Dra. Naíma Brown, Vice-presidente do College.

Além das aulas regulares, ministrou aulas-palestras em outras disciplinas como Geografia Mundial, Relações Internacionais, Políticas Mundiais e Linguistica da Língua Inglesa. Participou ativamente da vida do Santa Fe College e ministrou palestras em eventos, como a palestra de Encerramento da Exposição Anual sobre Humanidades do Mundo, a palestra na Semana da Constituição, palestra sobre a Mulher Brasileira e palestra sobre Sustentabilidade no Brasil, dentre outras. Apresentou também palestras para grupos da comunidade local, como ALTRUSA e Comitê local da ONU, dentre outras.

Em abril, recebeu outro prêmio da Comissão Fulbright, OLF (Ocasional Lecture Fund) destinado a promover a mobilidade de professores estrangeiros já selecionados e residindo nos EUA dos para visitarem e ministrarem palestras em outras instituições de Ensino no país.

Na ocasião, estive na cidade de Baltimore e ministrou 3 palestras na Morgan State University e 2 palestras na Towson State University sobre diferentes assuntos, como Dicionários e Aprendizagem de Línguas, Brazil: Five citieis, Five different views e Estudo Contrastivo das Língua Portuguesa e Língua Inglesa. Aproveitando a viagem, Regiani esteve no escritório da Fulbright em Washington, DC para uma palestra-relato sobre sua experiência aos funcionários.

Durante a estada, fez intermediações para o desenvolvimento de processo colaborativo entre o Santa Fe e a Unesp que resultaram em um Acordo Internacional que está sendo firmado entre as duas instituições e que irá beneficiar muitos alunos norte-americanos e brasileiros.

“Além do aperfeiçoamento profissional, acadêmico e institucional, a minha família beneficiou-se da experiência e trouxe na bagagem habilidades preciosas, como a fluência em língua inglesa e o convívio com outras culturas”, conta.

Sobre a Fulbright

O Programa de Intercâmbio Educacional e Cultural do Governo dos Estados Unidos da América, conhecido em todo o mundo como Programa Fulbright, foi estabelecido em 1946, por lei de autoria do Senador J. William Fulbright. Ao ser idealizado teve como principal objetivo ampliar o entendimento entre a sociedade norte-americana e a de outros países. Com o passar do tempo vem permitindo uma real integração cultural e educacional entre as nações.

No Brasil, o programa iniciou em 1957, por troca de Notas Diplomáticas que instituiu a Comissão Fulbright. A última revisão das notas ocorreu com o Decreto Presidencial nº 7.176, de 12 de maio de 2010. A Comissão Fulbright é dirigida por um conselho diretor  formado por seis brasileiros e seis cidadãos norte-americanos residentes no Brasil.

O Programa Fulbright oferece bolsas de estudos para estudantes de pós-graduação, professores e pesquisadores. Nestes mais de 50 anos no Brasil, beneficiou 3.500 mil brasileiros e 2.700 norte-americanos que puderam realizar o sonho de estudar no exterior, conhecer uma nova cultura e estreitar os laços de amizade entre os dois países. No mundo, o programa já concedeu mais de 370 mil bolsas de estudo, pesquisa e docência a cidadãos norte-americanos e de outros 150 países.

Informações: http://www.fulbright.org.br/content/view/1/30/

#MAIS LIDAS DA SEMANA